Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Intoxicação por plantas

Por

Gerald F. O’Malley

, DO, Grand Strand Regional Medical Center;


Rika O’Malley

, MD, Albert Einstein Medical Center

Última modificação do conteúdo fev 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Poucas plantas maduras comuns são tóxicas e algumas são moderamente tóxicas ( Plantas moderadamente tóxicas). Poucos venenos de plantas têm antídotos específicos. A maioria das ingestões de plantas, incluindo as listadas em Plantas moderadamente tóxicas, resultam em sintomas mínimos a não se que as folhas e outros componentes estejam concentrados em uma pasta ou em um chá.

Muito tóxicas e potencialmente fatais são:

  • Mamona, jequiriti (fruta de conta)

  • Oleandro (espirradeira) e dedaleira

  • Cicuta

Mamona, jequiriti (fruta de conta)

A mamona contém ricina, um veneno extremamente concentrado. A semente do jequiriti contém abrina, uma toxina ainda mais potente. Ambas são revestidas por uma casca impermeável; contudo, o caroço precisa ser mastigado para liberar a toxina. Contudo, a casca da semente do jequiriti geralmente não está intacta, e a simples digestão bacteriana pode liberar a abrina.

Os sintomas tóxicos de cada uma são gastrenterite tardia, às vezes grave e hemorrágica, seguida por delirium, convulsões, coma e morte. A irrigação de todo o intestino deve ser realizada no sentido de remover todos os caroços ou sementes ingeridos.

Oleandro (espirradeira) e dedaleira

Essas plantas e o lírio do vale (similar, mas menos tóxico) contêm glicosídio digitálico. A toxicidade inclui gastrenterite, confusão, hiperpotassemia e arritmias. O nível sérico da digoxina pode confirmar a ingestão, porém não é útil como dado quantitativo.

Monitoram-se atentamente os níveis de potássio. Hiperpotassemia pode responder apenas à hemodiálise. Cálcio não é recomendado para arritmias. Para tratar arritmias ventriculares, têm sido utilizados fragmentos de anticorpos fracionados (Fab, fracionated antibodies) digoxina-específicos.

Cicuta

A intoxicação por cicuta (cicuta e cicuta aquática) pode causar sintomas em 15 minutos.

O veneno tem efeitos nicotínicos, iniciando-se com boca seca e progredindo para taquicardia, tremores, diaforese, midríase, convulsões e paralisia muscular. Pode haver também rabdomiólise e bradicardia.

A água de cicuta parece aumentar a atividade do ácido γ-aminobutírico (GABA, γ-aminobutiric acid). Os sintomas são gastrenterite, delirium, convulsões refratárias e coma.

Tabela
icon

Plantas moderadamente tóxicas

Planta

Sintomas

Tratamento

Aconitina (p. ex., derivada de acônito)

Bradicardia, arritmias, parestesia, fraqueza

Cuidados de suporte

Bicarbonato de sódio

Aloe ssp

Gastrenterite, nefrite, irritação de pele

Cuidados de suporte e irrigação da pele com água e sabão

Aristolochia spp (papo-de-peru, cachimbo-holandês)

Nefropatia tubulointersticial

Cuidados de suporte

Azaleia

Sintomas colinérgicos

Cuidados de suporte e atropina

Caladium spp (orelha-de-elefante, asas-de-anjo)

Lesões da mucosa oral pelos cristais de oxalato de cálcio nas folhas

Cuidados de suporte e demulsificação (p. ex., com leite ou sorvete)

Capsicum spp (pimentas)

Irritação das mucosas e edema

Tratamento de suporte, hidratação

Colchicina (açafrão do outono, açafrão do campo, lírio da glória)

Gastrenterite tardia, falência múltipla de órgãos

Supressão da medula óssea

Medidas de suporte e, possivelmente, como último recurso fragmentos Fab-colchicina-específicos*

Glicosídeos cianogênicos [p. ex., em Prunus spp (p. ex., pêssego, damasco e cereja selvagem), Malus spp (p. ex., sementes de maçã) e outras sementes]

Sintomas de envenenamento por cianeto

Hidroxocobalamina

Kit de antídoto contra cianeto (inclui nitrato de amyl, nitrato de sódio e tiossulfato de sódio)

Beladona

Sintomas anticolinérgicos, hipertemia, convulsões, alucinações

Cuidados de suporte

Fisostigmina em casos de hipertermia grave ou convulsões

Dieffenbachia (cana-do-mudo)

Lesões da mucosa oral pelos cristais de oxalato de cálcio nas folhas

Cuidados de suporte e demulsificação (p. ex., com leite ou sorvete)

Feijão gordo (feijão homus)

Em pacientes com deficiência de G6PD, gastrenterite, febre, cefaleia, anemia hemolítica

Cuidados de suporte

Transfusão de sangue em casos de anemia grave e intoxicação

Batata rainha e broto de batata

Gastrenterite, alucinações, delirium

Cuidados de suporte

Holly berries (guardanapos de Natal)

Gastroenterite

Cuidados de suporte

Figueira-brava

Sintomas anticolinérgicos, hipertemia, convulsões, alucinações

Cuidados de suporte

Fisostigmina em casos de hipertermia grave ou convulsões

Alcaçuz natural (não o doce artificialmente aromatizado com alcaçuz)

Hipopotassemia, hipertensão e retenção de sódio e água (pseudo-hiperaldosteronismo)

Tratamento de suporte

Lírio do campo

Hiperpotassemia, gastrenterite, confusão, arritmia

Visgo (espécie de erva-passarinho americana)

Gastroenterite

Cuidados de suporte

Urtiga

Queimação e ferroadas locais

Cuidados de suporte

Erva-moura comum ou lenhosa

Gastrenterite, alucinações, delirium

Cuidados de suporte

Poejo

Hepatoxicidade

n-acetilcisteína

Philodendron spp

Lesões da mucosa oral pelos cristais de oxalato de cálcio nas folhas

Cuidados de suporte e demulsificação (p. ex., com leite ou sorvete)

Bico de papagaio

Mínima irritação da mucosa

Desnecessário

Hera venenosa

Dermatite

Ver Dermatite

Erva dos cancros

Irritação das mucosas

Cuidados de suporte

Pothos (Epipremmum aureum)

Lesões da mucosa oral pelos cristais de oxalato de cálcio nas folhas

Cuidados de suporte e demulsificação (p. ex., com leite ou sorvete)

Teixo

Gastroenterite

Raramente, convulsões, arritmia e coma

Cuidados de suporte

*Não disponível fora da França.

Fab = anticorpos fracionados; VI = via intravenosa.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Alteração unilateral no teste de Thompson
Vídeo
Alteração unilateral no teste de Thompson
Modelos 3D
Visualizar tudo
Tecido conjuntivo musculoesquelético
Modelo 3D
Tecido conjuntivo musculoesquelético

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS