Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Um dia no hospital

Por

Oren Traub

, MD, PhD, Pacific Medical Centers

Última revisão/alteração completa mar 2018| Última modificação do conteúdo mar 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O que normalmente acontece durante um dia

Geralmente, o dia começa com a coleta de sangue pelo enfermeiro ou técnico, normalmente entre as 5 e as 8 da manhã. O sangue é coletado cedo para que os membros da equipe do hospital possam analisar os resultados relativamente cedo no dia.

As visitas dos médicos são realizadas, no mínimo, uma vez por dia. Durante essas visitas, um médico realiza as seguintes atividades:

  • Pergunta às pessoas sobre seus sintomas

  • Realiza um exame físico

  • Informa as pessoas sobre os exames programados e as alterações no plano de tratamento

  • Dá atualizações sobre seu progresso geral

Essas visitas costumam acontecer de manhã. O médico pode visitar as pessoas várias vezes por dia, se seus problemas forem graves ou estiverem piorando.

Para se prepararem para essas visitas, as pessoas (ou seus representantes) podem fazer as seguintes atividades:

  • Anotar perguntas durante todo o dia para ajudá-las a lembrar do que gostariam de perguntar ao médico durante as visitas

  • Fazer anotações durante as visitas porque a quantidade de informações pode ser muito grande

  • Ter familiares e amigos presentes durante as visitas (especialmente quando uma pessoa não puder se comunicar ou compreender a situação devido à demência ou outro distúrbio sério)

  • Indicar um familiar para informar os outros familiares e amigos o que está acontecendo para que o médico ou outros membros da equipe do hospital não precisem repetir as informações

Uma vez que emergências podem ocorrer no hospital, o momento das visitas do médico pode ser imprevisível. As pessoas podem pedir que o médico informe o horário da visita com um período aproximado de uma a duas horas. Ter alguma ideia de quando o médico está vindo pode ser útil, caso familiares ou amigos queiram estar presentes. Os cirurgiões podem fazer suas visitas muito cedo pela manhã (entre 6 e 9 da manhã), caso tenham uma cirurgia agendada na manhã.

Outros membros da equipe normalmente entram várias vezes por dia no quarto e oferecem a maior parte dos cuidados no hospital. Elas incluem as seguintes:

  • Enfermeiros, que costumam administrar medicamentos às pessoas

  • Fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, que podem entrar regularmente para ajudar com exercícios

  • Auxiliares de enfermagem, que ajudam as pessoas a se alimentarem, irem ao banheiro e realizarem tarefas de cuidados pessoais, caso necessitem de ajuda

Familiares podem ajudar com os cuidados no hospital.

Enfermeiros e outros membros da equipe incentivam que todas as pessoas internadas levantem da cama, a menos que o médico exija que permaneçam acamados devido ao seu problema de saúde. Permanecer acamado por longos períodos de tempo pode causar muitos problemas, incluindo fraqueza muscular ( Problemas devido a repouso no leito). Para evitar esses problemas, as pessoas podem caminhar pelos corredores várias vezes ao dia e comer em uma cadeira ao lado da cama, em vez de comer na cama. As pessoas devem verificar com seu enfermeiro se podem realizar essas atividades sozinhas ou se precisam de supervisão ou ajuda de um membro da equipe.

As refeições são entregues no quarto do hospital. Depois que uma dieta for receitada para atender às necessidades médicas de uma pessoa, ela pode solicitar refeições antecipadamente a partir do cardápio do hospital. Se a pessoa tiver problemas de comunicação, um membro da equipe pode ajudá-la a pedir comida. Se a comida não for solicitada, uma refeição pré-selecionada que atenda às necessidades médicas da pessoa é enviada. Caso uma dieta especial (como dieta com baixo teor de açúcar para uma pessoa com diabetes) tenha sido receitada, a pessoa pode não ser capaz de pedir alguns dos itens do cardápio. Uma vez que alguns problemas de saúde precisam de dietas especializadas, as pessoas e os familiares geralmente não devem trazer comida de casa ou de um restaurante para o hospital, salvo se autorizado pelo enfermeiro ou nutricionista.

O que pode acontecer durante uma internação

Se um teste ou procedimento cirúrgico estiver agendado, as pessoas podem ser proibidas de comer ou beber por certo período (geralmente, a partir da meia-noite do dia anterior ao teste ou procedimento). Durante esse período, as pessoas recebem líquidos por meio de um cateter intravenoso (IV), que normalmente é inserido quando estão internadas. O agendamento de testes e procedimentos pode mudar repentinamente se ocorrer uma emergência. Nesses casos, as pessoas podem ficar frustradas, caso tenham sofrido restrição de comida ou água.

Transferências de um quarto para outro (às vezes, para um andar diferente) podem ocorrer por vários motivos. Por exemplo, as pessoas podem ser transferidas para uma área no hospital com menos equipamento de monitoramento, caso seu quadro clínico esteja melhorando. Ou se seu quadro clínico piorar, elas podem ser transferidas para uma unidade de terapia intensiva, que possui equipamento especializado para oferecer suporte a elas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Angiografia cerebral: Inserção de cateter
Vídeo
Angiografia cerebral: Inserção de cateter
A angiografia é utilizada para obter informações diagnósticas sobre os vasos sanguíneos que...
Ecocardiograma transtorácico
Vídeo
Ecocardiograma transtorácico
O ecocardiograma Doppler colorido fornece uma imagem bidimensional do coração em movimento...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS