Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Vacinação pneumocócica

Por

Margot L. Savoy

, MD, MPH, Lewis Katz School of Medicine at Temple University

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

As vacinas pneumocócicas ajudam a proteger contra infecções bacterianas causadas por Streptococcus pneumoniae (pneumococos). As infecções pneumocócicas incluem infecções do ouvido, sinusite, pneumonia, infecções da corrente sanguínea e meningite.

Para obter mais informações, consulte a Declaração de informações sobre a vacina pneumocócica conjugada (PCV13) e a Declaração de informações sobre a vacina polissacarídica pneumocócica dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças) (CDC).

Há mais de noventa tipos diferentes de pneumococos. As vacinas são direcionadas contra muitos dos tipos com mais probabilidade de causar doença grave. Há dois tipos de vacinas pneumocócicas disponíveis.

  • A vacina conjugada (PCV13) protege contra treze tipos de bactérias pneumocócicas (pneumococos).

  • A vacina polissacarídica (PPSV23) protege contra 23 tipos de pneumococos.

Administração

A vacina conjugada (PCV13) é rotineiramente recomendada para

  • Todas as crianças: Administrada geralmente aos 2 meses, 4 meses, 6 meses e dos 12 aos 15 meses de idade como parte da vacinação infantil de rotina

  • Todas as pessoas a partir de 65 anos de idade

A vacina conjugada também é recomendada para pessoas de 6 a 64 anos de idade que tenham risco elevado de desenvolverem infecções pneumocócicas. Essas pessoas incluem

Se as pessoas receberam uma ou mais doses da vacina polissacarídica, os médicos aguardam pelo menos um ano antes de lhes aplicar a vacina conjugada.

A vacina polissacarídica (PPSV23) é recomendada rotineiramente para

  • Todas as pessoas a partir de 65 anos de idade

Se pessoas com 65 anos de idade ou mais tiverem recebido a primeira dose de vacina polissacarídica quando tinham menos de 65 anos e já tiverem se passado cinco anos ou mais desde a primeira dose, elas recebem uma segunda dose pelo menos cinco anos depois da primeira. Por exemplo, se elas receberam a primeira dose aos 64 anos, elas receberão a segunda dose aos 69 anos de idade ou depois.

A vacina polissacarídica também é recomendada para pessoas de 2 a 64 anos de idade que tenham risco elevado de desenvolverem infecções pneumocócicas. Essas pessoas incluem as seguintes:

  • Grupos que estão listados para a vacina conjugada (acima)

  • Pessoas com um distúrbio cardíaco crônico, distúrbio pulmonar (incluindo asma e enfisema) ou distúrbio hepático

  • Aquelas com diabetes

  • Alcoólatras

  • Adultos que fumam cigarros

Essa vacina revela-se eficaz em aproximadamente dois em cada três adultos, embora seja menos eficaz em idosos debilitados. Ela é mais eficaz na prevenção de algumas das complicações sérias decorrentes da pneumonia pneumocócica (como meningite e infecções da corrente sanguínea) do que na prevenção da pneumonia propriamente dita. Se as pessoas receberem a vacina pneumocócica pela primeira vez aos 65 anos de idade, elas receberão primeiramente a vacina conjugada e um ano depois a vacina polissacarídica.

Se as pessoas tiverem uma doença temporária, os médicos costumam aguardar para administrar a vacina até que a doença esteja curada (consulte também CDC: Quem NÃO deve ser vacinado com essas vacinas?).

Efeitos colaterais

Ocasionalmente, o local da injeção fica dolorido e vermelho. Outros efeitos colaterais incluem febre, irritabilidade, sonolência, perda do apetite e vômito.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre a COVID-19
Vídeo
Considerações gerais sobre a COVID-19
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS