Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Doença pulmonar induzida por fármacos

Por

Joyce Lee

, MD, MAS, University of Colorado Denver

Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

A doença pulmonar não é uma doença única, mas sim um problema clínico comum em que um paciente sem doença pulmonar anterior desenvolve sintomas respiratórios, alterações na radiografia de tórax, deterioração da função pulmonar, ou também alterações histológicas enquanto utiliza terapia medicamentosa. Relatou-se que mais de 150 fármacos ou classes de fármacos são capazes de provocar doença pulmonar, por mecanismos raramente estabelecidos, mas admite-se que muitos fármacos desencadeiem resposta por hipersensibilidade. Alguns fármacos (p. ex., nitrofurantoína) podem causar padrões de lesão que diferem de paciente para paciente.

Dependendo do fármaco, as síndromes induzidas por fármacos podem assemelhar-se a fibrose intersticial, pneumonia em organização, asma, edema pulmonar não cardiogênico, derrames pleurais, eosinofilia pulmonar, hemorragia pulmonar ou doença veno-oclusiva ( Substâncias com efeitos de toxicidade pulmonar).

Tabela
icon

Substâncias com efeitos de toxicidade pulmonar

Condição

Fármaco ou agente

Ácido acetilsalicílico, betabloqueadores (p. ex., timolol), cocaína, dipiridamol, hidrocortisona intravenosa (raramente em pacientes com asma sensíveis ao ácido acetilsalicílico), interleucina 2, metilfenidato, nitrofurantoína, protamina, sulfassalazina, alcaloides da vinca (com mitomicina-C)

Pneumonia em organização

Amiodarona, bleomicina, cocaína, ciclofosfamida, metotrexato, minociclina, mitomicina-C, penicilamina, sulfassalazina, tetraciclina

Azatioprina associada a 6-mercaptopurina, bussulfano, fluoxetina, radiação

Pneumonia ou fibrose intersticial

Anfotericina-B, bleomicina, bussulfano, carbamazepina, clorambucila, cocaína, ciclofosfamida, difenil-hidantoína, flecainida, heroína, melfalana, metadona, metotrexato, metilfenidato, metisergida, óleo mineral (via microaspiração crônica), nitrofurantoína, nitrosureias, procarbazina, silicone (injeção subcutânea), tocainida, alcaloides da vinca (com mitomicina-C)

Edema pulmonar não cardíaco

Agonistas beta-adrenérgicos (p. ex., ritodrina, terbutalina), clordiazepóxido, cocaína, citarabina, óleo etiodizado (intravenoso e via microaspiração crônica), gencitabina, heroína, hidroclorotiazida, metadona, mitomicina-C, fenotiazinas, protamina, sulfassalazina, agentes tocolíticos, antidepressivos tricíclicos, fator de necrose tumoral, alcaloides da vinca (com mitomicina-C)

Hemorragia parenquimatosa

Anticoagulantes, azatioprina associada a 6-mercaptopurina, cocaína, óleo mineral (via microaspiração crônica), nitrofurantoína, radiação

Amiodarona, anticoagulantes, bleomicina, bromocriptina, bussulfano, fator estimulante de colônias granulócitos-macrófagos, IL-2, metotrexato, metisergida, mitomicina-C, nitrofurantoína, ácido paraminossalicílico, procarbazina, radiação, fármacos tocolíticos (p. ex., terbutalina)

Amiodarona, anfotericina B, bleomicina, carbamazepina, difenil-hidantoína, etambutol, etoposida, fator estimulante de colônias granulócitos-macrófagos, isoniazida, metotrexato, minociclina, mitomicina-C, nitrofurantoína, ácido paraminossalicílico, procarbazina, radiação, sulfassalazina, sulfonamidas, tetraciclina, trazodona

Doença vascular pulmonar

Inibidores do apetite (p. ex., dexfenfluramina, fenfluramina, fentermina), bussulfano, cocaína, heroína, metadona, metilfenidato, nitrosureias, radiação

O diagnóstico baseia-se na observação de respostas à interrupção e, se possível, à reintrodução do fármaco suspeito.

Tratamento

  • Interromper o fármaco

O tratamento consiste na interrupção do fármaco que está causando a doença pulmonar.

Prevenção

Comumente, obtém-se triagem com espirometria de pacientes que iniciarão ou já iniciaram a utilização de fármacos com toxicidade pulmonar, mas os benefícios da triagem para a previsão ou detecção precoce de toxicidade não estão estabelecidos.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Toracocentese
Vídeo
Toracocentese
Modelos 3D
Visualizar tudo
Pneumotórax
Modelo 3D
Pneumotórax

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS