Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Síndrome serotoninérgica

Por

David Tanen

, MD, David Geffen School of Medicine at UCLA

Última revisão/alteração completa jul 2019| Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A síndrome serotoninérgica é uma reação a medicamento potencialmente fatal que tende a provocar temperatura corporal alta, espasmos musculares e ansiedade ou delírio.

A serotonina é uma substância química que transmite impulsos entre células nervosas. A síndrome serotoninérgica resulta da maior estimulação de receptores de serotonina do cérebro, geralmente por medicamentos. A síndrome serotoninérgica pode resultar do uso terapêutico de medicamentos, da superdosagem de certos medicamentos ou, mais comumente, de interações medicamentosas imprevistas quando dois medicamentos que estimulam os receptores de serotonina são tomados ao mesmo tempo. A síndrome serotoninérgica pode ocorrer em todas as faixas etárias.

Tabela
icon

Alguns medicamentos que podem causar síndrome serotoninérgica

Classe

Medicamentos

Fenelzina

Selegilina

Tranilcipromina

Bupropiona

Nefazodona

Trazodona

Venlafaxina

Citalopram

Escitalopram

Fluoxetina

Paroxetina

Sertralina

Antidepressivos: Antidepressivos tricíclicos

Amitriptilina

Desipramina

Doxepina

Imipramina

Nortriptilina

Trimipramina

Estimulantes do sistema nervoso central (SNC)

Metanfetamina

Metilfenidato

Fentermina

Sibutramina

Alucinógenos

Dietilamida do ácido lisérgico (LSD)

5-metoxi-diisopropiltriptamina ("Foxy Methoxy")

Ervas

Noz-moscada

Arruda-da-Síria

Agonistas de 5-hidroxitriptamina (5-HT1) (triptanos)

Almotriptana

Eletriptana

Frovatriptana

Naratriptana

Rizatriptana

Sumatriptana

Zolmitriptana

Buprenorfina

Fentanila

Hidrocodona

Meperidina

Oxicodona

Pentazocina

Tramadol

Outros

Buspirona

Clorfeniramina

Dextrometorfano

Granisetrona

5-hidroxitriptofano

Levodopa

Lítio

Metoclopramida

Olanzapina

Ondansetrona

Risperidona

Ritonavir

Triptofano

Valproato

Sintomas

Os sintomas começam muitas vezes dentro de 24 horas da ingestão do medicamento. A gravidade dos sintomas pode variar amplamente. As pessoas podem ter ansiedade, agitação e inquietação, sobressaltos, bem como delírio com confusão. Podem ocorrer tremores ou espasmos musculares, rigidez muscular, frequência cardíaca rápida, hipertensão arterial, temperatura corporal alta, sudorese, calafrios, vômito e diarreia.

Os sintomas geralmente cedem em até 24 horas, mas eles podem durar mais, dependendo do tempo necessário para o corpo decompor o medicamento.

Diagnóstico

  • Sintomas típicos que surgem em uma pessoa que está tomando um medicamento conhecido por causar síndrome serotoninérgica

O diagnóstico se baseia exclusivamente na avaliação dos sintomas da pessoa pelo médico, nos achados do exame físico (sobretudo do sistema nervoso) e no histórico de consumo de um medicamento que afete os receptores de serotonina.

Não há exames para confirmar o diagnóstico, mas podem ser necessários exames de sangue e de urina para excluir outros distúrbios que causam febre alta e sintomas parecidos, e para identificar complicações.

Tratamento

  • Interrupção de medicamentos que afetem os receptores de serotonina

  • Prescrição de um sedativo

Quando a síndrome serotoninérgica é reconhecida e tratada prontamente, geralmente o prognóstico é bom.

Todos os medicamentos que afetam os receptores de serotonina devem ser interrompidos. Sintomas leves são muitas vezes aliviados com um sedativo (como um benzodiazepínico). Os sintomas geralmente desaparecem em cerca de 24 a 72 horas; portanto, a maioria das pessoas requer hospitalização para mais exames, tratamento e monitoramento.

Em casos graves, é necessária a internação na unidade de terapia intensiva. A pessoa é resfriada conforme necessário (por exemplo, vaporizando o corpo com água e depois soprando ar pelo corpo com um ventilador). A temperatura da pessoa pode ter que ser medida frequentemente ou continuamente. Outras medidas para tratar o mau funcionamento orgânico também podem ser necessárias. Às vezes, se os sintomas não desaparecerem rapidamente, pode-se administrar um bloqueador de serotonina, como ciproeptadina.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Terapia de células-tronco alogênicas
Vídeo
Terapia de células-tronco alogênicas
Células-tronco são células ímpares localizadas na medula óssea ou no sangue periférico capazes...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Tórax
Modelo 3D
Tórax

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS