Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Vacina meningocócica

Por

Margot L. Savoy

, MD, MPH, Lewis Katz School of Medicine at Temple University

Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

Os sorogrupos meningocócicos que mais frequentemente causam doença meningocócica a doença nos EUA são os sorogrupos B, C e Y. Sorogrupos A e W causam doença fora dos EUA. As vacinas atuais são direcionadas contra alguns, mas não todos, desses sorogrupos.

Para os sorogrupos ACWY (tetravalente):

  • Vacinas meningocócicas conjugadas (MCV4): MenACWY-D (Menactra®) ou MenACWY-CRM (Menveo®)

  • Vacina meningocócica polissacarídica (MPSV4 [Menomune®])

Para sorogrupos CY (bivalente):

  • Um Hib-MenCY-TT (MenHibrix®), em que o toxoide tetânico e o polissacarídeo capsular do Haemophilus influenzae tipo b são conjugados com os polissacarídeos dos sorogrupos meningocócicos C e Y

Para o sorogrupo B (monovalente):

  • MenB-4C (Bexsero®) e MenB-FHbp (Trumenba®)

Para informações adicionais, ver the Advisory Committee for Immunization Practices' Meningococcal Vaccine Recommendations.

Indicações

A vacina meningocócica conjugada tetravalente faz parte da imunização de rotina na infância administrada a adolescentes, de preferência aos 11 ou 12 anos, com uma dose de reforço aos 16 anos ( Cronograma de imunização recomendado para idades de 7–18 anos). Também é recomendada para crianças mais novas com alto risco de infecção ( Cronograma de imunização recomendado para idades de 0–6 anos).

Vacinas conjugadas MenACWY são recomendadas para adultos com doenças que aumentam o risco de infecção meningocócica, como

  • Asplenia anatômica ou funcional

  • Pesquisa em um laboratório de microbiologia sobre a exposição a amostras de Neisseria meningitidis

  • Recrutamento militar

  • Viagem ou residência em regiões endêmicas

  • Primeiro ano de residência em um dormitório estudantil se os alunos têm ≤ 21 e já receberam um dose no ou depois do 16º aniversário

  • Exposição a um surto atribuível ao sorogrupo de uma vacina

Se os estudantes universitários no 1º ano com ≤ 21 anos de idade tiverem recebido somente 1 dose da vacina antes de seu 16º aniversário, eles devem receber uma dose de reforço antes da matrícula.

MenACWY é recomendada para todos os adolescentes (aos 11 a 18 anos), incluindo aqueles com infecção pelo HIV.

MenACWY é preferida para as pessoas com 11 a 55 anos e para aquelas > 55 anos que foram previamente vacinadas com MenACWY e precisam revacinar ou de múltiplas doses da vacina.

Recomenda-se a revacinação com MenACWY a cada 5 anos para adultos previamente vacinados com MenACWY ou MPSV4 e que permanecem em maior risco de infecção (p. ex., adultos com asplenia anatômica ou funcional, infecção pelo HIV ou deficiências persistentes de componentes do complemento; pacientes que tomam eculizumabe; microbiologistas expostos de rotina à N. meningitidis).

MPSV4 é preferível para pessoas em risco > 55 anos que não receberam MenACWY previamente e que necessitam de uma única dose (p. ex., viajantes).

Indica-se MenB-4C ou MenB-FHbp para pessoas ≥ 10 anos com certas doenças de alto risco (incluindo pessoas com asplenia funcional ou deficiências de complemento, aquelas que tomam eculizumabe, microbiologistas expostos de rotina à N. meningitidis, e aqueles em risco por causa de um surto de doença meningocócica atribuído ao sorogrupo B). A vacina contra o meningococo do sorogrupo B não é recomendada rotineiramente pelos Centers for Disease Control and Prevention a adolescentes. Mas podem recebê-la com base na decisão clínica individual para qualquer pessoa com 16 a 23 anos de idade; a idade preferida para a vacinação é 16 a 18 anos.

Contraindicações e precauções

A principal contraindicação da vacina meningocócica é

  • Reação alérgica grave (p. ex., anafilaxia) após a dose anterior ou a um componente da vacina

A principal precaução com vacinas meningocócicas é

  • Doença grave ou moderada com ou sem febre (se possível, a vacinação é adiada até a doença desaparecer)

Pode-se administrar vacinas conjugadas contra meningococos a gestantes com maior risco de doença meningocócica dos sorogrupos A, C, W ou Y. Recomenda-se que as vacinas contra o meningococo do sorogrupo B sejam adiadas durante a gestação, a menos que as mulheres apresentem maior risco de doença do sorogrupo B e considere-se que os benefícios da vacinação superam seus potenciais riscos.

Dose e administração

A dose é 0,5 mL IM para MenACWY e 0,5 mL por via subcutânea para MPSV4.

Duas doses de MenACWY, dadas separadamente ≥ 2 meses e seguidas por uma dose de reforço a cada 5 anos, são necessárias para adultos com asplenia anatômica ou funcional, infecção pelo HIV ou deficiências persistentes de componentes do complemento ou que tomem eculizumabe. Adolescentes (aos 11 a 18 anos) com infecção por HIV são rotineiramente vacinados com uma série primária de 2 doses, administradas com intervalo de 8 semanas.

Uma dose única da vacina meningocócica é dada para microbiologistas que rotineiramente são expostos a isolados de N. meningitidis, recrutas militares, pessoas com risco durante um surto atribuível a um sorogrupo da vacina e aqueles que viajam ou vivem em regiões endêmicas. Se o risco persistir (p. ex., para microbiologistas que continuam a trabalhar com N. meningitidis), administra-se uma dose de reforço a cada 5 anos.

Administrar duas doses de MenB-4C com intervalo de pelo menos 1 mês ou administrar a série de 3 doses de MenB-FHbp com a 2ª dose pelo menos 1 a 2 meses depois da 1ª e a 3ª dose pelo menos 6 meses depois da primeira. Deve-se usar a mesma MenB para todas as doses.

Efeitos adversos

Os efeitos adversos geralmente são leves. Eles incluem dor e rubor no local da injeção, febre, cefaleia e fadiga.

Informações adicionais

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS