honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Vacina contra hepatite B (HepB)

Por

Margot L. Savoy

, MD, MPH, Lewis Katz School of Medicine at Temple University

Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

A vacina contra hepatite B é 80 a 100% eficaz na prevenção de infecções ou hepatite B clínica em pessoas que completam a série vacinal.

Preparados

A vacina da hepatite B é produzida usando tecnologia recombinante de DNA. Um plasmídeo contendo o gene para o antígeno de superfície da hepatite B (HBsAg) é inserido na levedura comum de padeiro, que então produz HBsAg. O HBsAg é coletado e purificado. Essa vacina não pode causar infecção por Vírus da hepatite B, porque nenhuma partícula viral de DNA potencialmente infecciosa ou partículas virais completas são produzidas durante esse processo.

Antígeno único e uma formulação de combinação que associa as vacinas contra hepatite A e hepatite B (Twinrix®) estão disponíveis. Duas vacinas de antígeno único, Engerix-B® e Recombivax HB®, são conjugadas com alumínio. Uma formulação mais recente, HepB-CpG (Heplisav-B®), utiliza o adjuvante estimulador do sistema imunitário, o oligodesoxinucleotídeo citidina-fosfato-guanosina (CpG-ODN).

Indicações

A vacina contra hepatite B faz parte da vacinação infantil de rotina ( Cronograma de imunização recomendado para idades de 0–6 anos).

Indica-se a vacina HepB para adultos que não foram previamente vacinados em qualquer um dos casos a seguir:

  • Desejo de proteção contra a hepatite B em pessoas que não foram previamente vacinadas

  • Vida sexual ativa em pessoas que não estão em um relacionamento monogâmico a longo prazo (p. ex., > 1 parceiro sexual durante os 6 meses anteriores)

  • Necessidade de avaliação ou tratamento de doença sexualmente transmissível

  • Uso atual ou recente de drogas injetáveis ilícitas

  • Sexo entre homens

  • Emprego em que os trabalhadores podem estar expostos a sangue ou outras secreções corporais potencialmente infecciosas (p. ex., cuidados de saúde, serviços de guarda ou trabalhadores de segurança pública)

  • Diabetes em pessoas < 60 anos (assim que viável após o diagnóstico) e, às vezes naqueles ≥ 60 anos (com base no seu risco de se infectar, ter consequências graves se infectado e ter uma resposta imunitária adequada à vacinação)

  • Doença renal em estágio terminal (p. ex., tratamento com hemodiálise)

  • Infecção pelo HIV

  • Doença hepática crônica

  • Um distúrbio do fator de coagulação

  • Contato domiciliar e/ou contato sexual com pessoas que são positivas para o antígeno de superfície da hepatite B (HBsAg)

  • Viagem a áreas endêmicas

  • Tempo gasto (como pacientes, residentes ou funcionários) em instituições prisionais ou em instalações que oferecem tratamento para doenças sexualmente transmissíveis, teste e tratamento de HIV, serviços de tratamento e prevenção de abuso de drogas, serviços para usuários de drogas injetáveis ou homens que fazem sexo com homens ou cuidados para pacientes com deficiência de desenvolvimento ou com doença renal em estágio terminal (incluindo aqueles que recebem hemodiálise a longo prazo)

A vacina de combinação contra HepA e HepB pode ser utilizada em pessoas ≥ 18 anos com indicações para vacina contra hepatite A ou hepatite B e que foram previamente vacinadas com os componentes da vacina.

Contraindicações e precauções

A principal contraindicação para vacina contra HepB é

  • Reação alérgica grave (p. ex., anafilaxia) após dose anterior ou ao fermento de padeiro ou qualquer componente da vacina

A principal precaução com a vacina contra HepB é

  • Doença grave ou moderada com ou sem febre (a vacinação é adiada até a resolução da doença)

Dose e administração

A dose da vacina contra HepB é 0,5 mL IM até os 20 anos de idade ou 1 mL IM para adultos (≥ 20 anos).

A vacina geralmente é administrada para crianças em uma série de 3 doses no mês 0, aos 1 a 2 meses e aos 6 a 18 meses.

Todas as crianças não vacinadas anteriormente contra hepatite B devem ser vacinadas aos 11 ou 12 anos. Um cronograma de 3 doses é utilizado; a 1ª e a 2ª doses são separadas por ≥ 4 semanas e a 3ª dose é administrada 4 a 6 meses após a 2ª dose. Mas um cronograma de 2 doses usando Recombivax HB® pode ser utilizado; a 2ª dose é aplicada 4 a 6 meses após a primeira.

O cronograma habitual para adultos usando Engerix-B® ou Recombivax HB® é uma série de 3 com 2 doses separadas por ≥ 4 semanas, e uma 3ª dose 4 a 6 meses após a 2ª dose. Administra-se Heplisav-B® em 2 doses com um intervalo de pelo menos 4 semanas, que pode ser administrado como substituto em uma série de 3 doses com uma vacina HepB diferente. Heplisav-B® não deve ser administrado durante a gestação porque não há disponibilidade de dados de segurança em relação ao seu uso durante a gestação.

Adultos não vacinados em tratamento com hemodiálise ou que estão imunocomprometidos devem receber 1 dose de Recombivax HB®, 40 mcg/mL em um cronograma de 3 doses em 0, 1 e 6 meses ou 2 doses de Engerix-B®, 20 mcg/mL, administradas simultaneamente em um cronograma de 4 doses em 0, 1, 2 e 6 meses.

Se as pessoas não estão vacinadas ou não estão completamente vacinadas, as doses que faltam devem ser dadas para completar a série de 3 doses contra hepatite B. A 2ª dose é administrada 1 mês após a 1ª dose; a 3ª, ≥ 2 meses após a 2ª dose (e ≥ 4 meses depois da 1ª dose). Se a vacina combinada contra hepatite A e hepatite B (Twinrix®) é usada, 3 doses são dadas em 0, 1 e 6 meses, ou 4 doses são administradas nos dias 0, 7 e 21 a 30, seguidas por uma dose de reforço aos 12 meses. Se uma pessoa perdeu a sequência antes de a série ser concluída, a série não precisa ser reiniciada.

Efeitos adversos

Efeitos adversos graves são muito raros e incluem anafilaxia.

Efeitos leves são dor no local da aplicação e, ocasionalmente, aumento da temperatura até cerca de > 38 C.

Informações adicionais

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS