Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Xeroderma

(Xerose)

Por

James G. H. Dinulos

, MD,

  • Clinical Associate Professor of Surgery (Dermatology Section)
  • Geisel School of Medicine at Dartmouth
  • Clinical Assistant Professor of Dermatology
  • University of Connecticut

Última modificação do conteúdo ago 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Xeroderma é pele seca, ou seja, não é hereditário nem associado a anormalidades sistêmicas.

O xeroderma resulta da descamação atrasada das células superficiais da pele, o que produz escamas brancas finas. Os fatores de risco de a xerose incluem:

  • Residir em local cujo clima seja frio e seco

  • Idade avançada

  • Banhos frequentes, particularmente se utilizar sabonetes ásperos

A pele seca nas mãos pode inflamar-se, levando à dermatite da mão (eczema nas mãos).

O diagnóstico do xeroderma baseia-se em avaliação clínica.

Tratamento

  • Maximização da umidade da pele

O tratamento do xeroderma focaliza a manutenção da pele úmida:

  • A frequência dos banhos deve diminuir e deve-se usar água morna, em vez de água quente.

  • Hidratantes cutâneos devem ser usados com frequência, especialmente logo após o banho, para diminuir a perda de água transepidérmica. Hidratantes mais espessos, como aqueles à base de petrolato ou óleo são mais eficazes do que loções à base de água, embora loções à base de água possam ser mais bem toleradas em climas mais quentes. Hidratantes com aditivos como ceramidas, ácidos alfaglicólicos (p. ex., ácidos lático, glicólico e pirúvico) e ácidos betaglicólicos (p. ex., ácido salicílico) são comumente muito utilizados.

  • Maior ingestão de líquidos e o uso de umidificadores também podem ajudar.

Os pacientes que desenvolvem dermatite das mãos, às vezes, exigem corticosteroides tópicos para diminuir a inflamação e manter a barreira cutânea.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS