Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Considerações gerais sobre a vasculite

Por

Alexandra Villa-Forte

, MD, MPH, Cleveland Clinic

Última revisão/alteração completa set 2020| Última modificação do conteúdo set 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

Os distúrbios vasculíticos são causados ​​pela inflamação dos vasos sanguíneos (vasculite).

  • A vasculite pode ser desencadeada por certos tipos de infecções, por medicamentos, ou pode ocorrer por razões desconhecidas.

  • As pessoas podem apresentar sintomas gerais, como febre ou fadiga, seguidos por outros sintomas, a depender dos órgãos afetados.

  • Para confirmar o diagnóstico, realiza-se a biópsia de uma amostra de tecido colhida de um órgão afetado, para detectar a inflamação dos vasos sanguíneos.

  • Corticosteroides e outros medicamentos imunossupressores são frequentemente utilizados para reduzir a inflamação e aliviar os sintomas.

Pessoas de todas as idades podem ser afetadas pela vasculite, embora alguns tipos de vasculite sejam mais comuns entre certos grupos etários.

A vasculite pode afetar artérias (grandes, médias ou pequenas), capilares, veias ou uma combinação dessas. O vaso sanguíneo pode ser afetado de forma total ou parcial. A vasculite pode afetar vasos sanguíneos que irrigam uma parte do corpo, como a cabeça, nervos ou pele, ou vasos sanguíneos responsáveis pela irrigação de muitos órgãos diferentes (chamada vasculite sistêmica). Qualquer sistema de órgãos pode ser afetado. Às vezes, a vasculite afeta a pele, mas não os órgãos internos (vasculite cutânea).

Causas da vasculite

O fator responsável pela vasculite é normalmente desconhecido. Nestes casos, a vasculite é conhecida como vasculite primária. Contudo, quando infecções, toxinas, certos vírus (especialmente vírus da hepatite) e medicamentos desencadeiam o distúrbio, este é conhecido como vasculite secundária.

A vasculite pode resultar de câncer ou outro distúrbio que provoque inflamação. Provavelmente, a inflamação ocorre quando o sistema imunológico Considerações gerais sobre o sistema imunológico O sistema imunológico foi concebido para defender o corpo contra invasores estranhos ou perigosos. Tais invasores incluem Micro-organismos (comumente chamados germes, como bactérias, vírus e... leia mais confunde vasos sanguíneos, ou partes de um vaso sanguíneo, com corpos estranhos e passa a atacá-los. As células do sistema imunológico, que provocam a inflamação, envolvem e infiltram os vasos sanguíneos afetados, danificando-os. Os vasos sanguíneos danificados podem tornar-se permeáveis, estreitos ou obstruídos. Como resultado, o fluxo de sangue nos tecidos irrigados pelos vasos danificados é interrompido. Os tecidos privados de sangue (áreas isquêmicas) podem ser permanentemente danificados ou morrer.

Você sabia que…

  • Os vasos sanguíneos podem sofrer inflamação.

Tabela
icon

Sintomas de vasculite

Os sintomas da vasculite podem resultar de danos diretos nos vasos sanguíneos ou de danos indiretos nos tecidos (como nervos ou órgãos) cujo suprimento de sangue foi interrompido ou reduzido (isquemia).

Os sintomas variam, dependendo do tamanho e da localização dos vasos sanguíneos afetados e do grau de danificação. Pode ocorrer nos seguintes órgãos:

  • Cútis: Erupções de manchas roxo-azuladas (hemorragias) ou pústulas (púrpura), urticárias, pequenas protuberâncias (nódulos), pequenos pontos (petéquias), descoloração malhada causada pela dilatação de vasos sanguíneos superficiais (livedo reticularis) ou feridas (úlceras) na parte inferior das pernas

  • Nervos periféricos: Dormência, formigamento ou fraqueza localizada no membro afetado

  • Cérebro: Confusão, convulsões e derrames

  • Trato digestivo: Dores abdominais, diarreia, náuseas, vômitos e fezes com sangue

  • Coração: Angina e ataques cardíacos

  • Rins: Hipertensão arterial, retenção de líquidos (edema) e disfunção renal

  • Articulações: Dor ou inchaço nas articulações

A inflamação também pode causar sintomas gerais, como febre, sudorese noturna, fadiga, dores musculares, perda de apetite e perda de peso.

A vasculite pode provocar sérias complicações que requerem tratamento imediato. Por exemplo, vasos sanguíneos danificados nos pulmões, no cérebro ou em outros órgãos podem sangrar (hemorragia). Os efeitos renais podem progredir rapidamente, causando insuficiência renal Considerações gerais sobre a insuficiência renal A insuficiência renal ocorre quando os rins não são capazes de filtrar devidamente os resíduos metabólicos do sangue. A insuficiência renal tem muitas causas possíveis. Algumas levam a uma rápida... leia mais . Problemas oculares podem causar cegueira.

Diagnóstico de vasculite

  • Avaliação de um médico

  • Exames de sangue e urina

  • Biópsia de tecido (para confirmação do diagnóstico)

  • Algumas vezes, exames de imagem

É comum que não se suspeite de vasculite no surgimento dos primeiros sintomas, porque a vasculite não é uma doença comum e a maioria dos seus sintomas é mais frequentemente causada por outros distúrbios. No entanto, certas combinações, ou a persistência de sintomas, levam os médicos a suspeitar de vasculite.

Os seguintes exames de sangue e urina são geralmente realizados:

O diagnóstico pode ser estabelecido com ajuda dos exames de sangue e de urina, mas geralmente não de forma conclusiva. Para confirmação, os sinais de vasculite devem ser verificados na amostra de tecido de um órgão afetado, normalmente removida e examinada ao microscópio (biópsia). Com a aplicação de um anestésico sobre a área específica (anestésico local), a biópsia muitas vezes pode ser feita em contexto ambulatorial.

Alguns testes podem ser feitos para verificar se os sintomas estão sendo causados por outros distúrbios.

Prognóstico de vasculite

O prognóstico depende do tipo e da gravidade da vasculite e de quais órgãos foram afetados. Se os rins ou o coração forem afetados, o prognóstico tende a ser pior.

Tratamento da vasculite

  • O tratamento da causa óbvia da vasculite (incluindo parar certos medicamentos)

  • Corticosteroides e outros imunossupressores

Se a causa for evidente, deve ser tratada. Por exemplo, se a vasculite for causada por infecção, o tratamento da vasculite inclui o tratamento dessa infecção. O uso de medicamentos que possam provocar a vasculite é interrompido. Outros tratamentos dependem do tipo e da gravidade da vasculite e dos órgãos afetados. Tipicamente, a função do tratamento é interromper a ação do sistema imunológico Considerações gerais sobre o sistema imunológico O sistema imunológico foi concebido para defender o corpo contra invasores estranhos ou perigosos. Tais invasores incluem Micro-organismos (comumente chamados germes, como bactérias, vírus e... leia mais , impedindo-o de continuar danificando os vasos sanguíneos.

Se órgãos vitais, como pulmões, coração, cérebro ou rins forem afetados, o tratamento imediato em um hospital é geralmente necessário. Ocasionalmente, uma equipe de especialistas (peritos em áreas como a inflamação, distúrbios pulmonares ou distúrbios renais) é necessária para prestar cuidados. Os tratamentos típicos incluem o uso de elevadas doses de corticosteroides, de outros medicamentos que suprimem o sistema imunológico (imunossupressores, como ciclofosfamida), e rituximabe.

Tipos leves de vasculite, como os que afetam apenas a cútis, demandam formas mais brandas de tratamento, possivelmente restrito a um acompanhamento rigoroso ou ao tratamento dos sintomas.

Corticosteroides

Na maioria dos tipos de vasculite, o tratamento inicia-se pelo uso de um corticosteroide (geralmente prednisona) para reduzir a inflamação. Os corticosteroides são ocasionalmente associados a outros imunossupressores, como azatioprina, ciclofosfamida, metotrexato ou rituximabe. Os medicamentos utilizados para o tratamento de vasculite podem provocar efeitos colaterais. Assim, conforme a inflamação é controlada, as doses dos medicamentos podem ser lentamente reduzidas, o corticosteroide pode ser interrompido, e passa-se a utilizar imunossupressores menos potentes. É aplicada a dose mínima capaz de controlar os sintomas.

Quando a inflamação é controlada (chamada remissão), todos os medicamentos podem ser suspensos. Algumas pessoas permanecem em remissão por tempo indeterminado. Em outras pessoas, os sintomas voltam a ocorrer uma ou mais vezes (chamado recaída). Se as recaídas forem constantes, as pessoas podem precisar do uso de imunossupressores por tempo indeterminado. Algumas pessoas precisam tomar corticoides por um longo tempo.

Os efeitos colaterais, tais como a redução da densidade óssea (osteoporose Osteoporose leia mais ), o aumento do risco de infecções, cataratas, hipertensão arterial, ganho de peso e diabetes, ocorrem com maior probabilidade quando os corticosteroides são tomados por longo tempo. Para ajudar a evitar a redução da densidade óssea, as pessoas são aconselhadas a usar suplementos de cálcio e vitamina D e são geralmente usados bifosfonato, como o alendronato, risedronato, ou ibandronato, para ajudar a aumentar a densidade óssea. Deve-se medir a densidade óssea periodicamente.

Outros imunossupressores

O uso de imunossupressores enfraquece o sistema imunológico, aumentando o risco de desenvolvimento de infecções graves. A ciclofosfamida, um potente imunossupressor, pode causar irritação da bexiga, presença de sangue na urina, e ocasionalmente, com o uso de longo prazo, até mesmo câncer da bexiga. Se a ciclofosfamida for aplicada por via intravenosa, é também utilizado o medicamento mesna, que neutraliza quimicamente alguns dos efeitos tóxicos da ciclofosfamida na bexiga. Hemogramas completos devem ser frequentemente realizados, ocasionalmente de forma semanal em pessoas que usam imunossupressores potentes. Os imunossupressores podem reduzir o número de células do sangue.

As pessoas devem conhecer o máximo possível sobre sua doença, para que possam informar imediatamente o médico sobre o surgimento de quaisquer sintomas importantes. Também é importante conhecer os efeitos colaterais dos medicamentos que estão sendo usados. Pessoas, mesmo quando em remissão, devem manter-se em contato com o médico, pois o tempo de duração da remissão não é previsível.

Mais informações sobre a vasculite

Os seguintes recursos em inglês podem ser úteis. Vale ressaltar que O MANUAL não é responsável pelo conteúdo desse recurso.

  • Vasculitis Foundation: Fornece informações sobre vasculite para pacientes, incluindo como encontrar um médico, aprender sobre estudos de pesquisa e entrar para grupos de defesa de pacientes

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Teste os seus conhecimentos
Artrite reativa
A artrite reativa causa inflamação das articulações e dos ligamentos das articulações. Ela é chamada “reativa” porque frequentemente ocorre em reação a uma infecção. Em qual dos órgãos seguintes é mais provável que ocorra tal infecção?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS