Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Visão geral dos transtornos relacionados a substâncias

Por

Thomas Kosten

, MD, Baylor College of Medicine/MD Anderson Cancer Center

Última modificação do conteúdo out 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Transtornos relacionados a substâncias envolvem fármacos que ativam diretamente o sistema de recompensa do cérebro. A ativação do sistema de recompensa normalmente provoca sensações de prazer; as sensações de prazer específicas evocadas variam amplamente, dependendo do fármaco. Esses fármacos são divididas em 10 classes diferentes que têm mecanismos farmacológicos diferentes, embora não completamente distintos. As classes dos fármacos incluem

Essa classificação não se baseia no fato de um fármaco ser legal (p. ex., álcool, cafeína), ilegal (p. ex., alucinógenos) ou disponível por prescrição (p. ex., morfina, lorazepam). Detalhes específicos em relação a esses fármacos e seus efeitos são discutidos em outras partes deste Manual.

O termo "narcótico" é um termo legal e coloquial. Originalmente, referia-se a fármacos que causavam narcose (insensibilidade ou estupor), particularmente opiáceos (p. ex., ópio, derivados do ópio). Mas termo é atualmente utilizado de modo tão inconsistente (p. ex., o governo dos EUA classifica o fármaco estimulante cocaína como um narcótico) que o termo tem pouco significado científico ou médico.

Classificação dos transtornos relacionados a substâncias

Transtornos relacionados a substâncias geralmente são divididos em

Transtornos induzidos por substâncias envolvem os efeitos diretos de um fármaco, normalmente incluindo

Transtornos por uso de substâncias envolvem um padrão patológico de comportamentos em que os pacientes continuam a usar um entorpecente apesar de experimentarem problemas significativos relacionados ao uso. Também pode haver manifestações fisiológicas, incluindo alterações no circuito cerebral. Os termos comuns "adicção", "abuso" e "dependência" são definidos de maneira muito vaga e variável para que sejam úteis no diagnóstico sistemático; "transtorno por uso de substância" é mais abrangente e tem menos conotações negativas.

Os fármacos nos 10 classes variam em termos da probabilidade de causar um transtorno por uso de substâncias. A probabilidade é denominada propensão à adicção e depende de uma combinação de fatores, incluindo

  • Via de administração

  • Velocidade em que a droga atravessa a barreira hemato-encefálica e estimula a via de recompensa

  • Tempo para o início do efeito

  • Capacidade de induzir tolerância e/ou sintomas de abstinência

Fármacos regulados

Nos EUA, o Comprehensive Drug Abuse Prevention and Control Act of 1970 , e modificações subsequentes exigem que as indústrias farmacêuticas mantenham a segurança física e registros precisos de algumas dessas classes de fármacos (substâncias controladas — ver tabela Alguns exemplos de substâncias controladas* Alguns exemplos de substâncias controladas* Transtornos relacionados a substâncias envolvem fármacos que ativam diretamente o sistema de recompensa do cérebro. A ativação do sistema de recompensa normalmente provoca sensações de prazer... leia mais ). As substâncias controladas são divididas em 5 categorias (ou classes) com base em seu potencial de abuso, uso médico aceito e segurança reconhecida sob supervisão médica. A classificação por categoria determina como uma substância deve ser controlada.

  • Categoria I: essas substâncias têm alto potencial de propensão à dependência, não têm uso médico reconhecido e não possuem segurança aceita. Só podem ser utilizadas sob condições de pesquisa aprovadas pelo governo.

  • Categoria II a IV: da categoria II à categoria IV esses fármacos têm progressivamente menos propensão à adicção. Têm uso médico reconhecido. As prescrições dessas substâncias precisam ter o número de licença do médico do Drug Enforcement Administration Federal.

  • Categoria V: essas substâncias têm menos propensão à dependência. Algumas medicações da Categoria V não precisam de prescrição.

As categorias estaduais podem diferir das categorias federais.

Tabela
icon
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram
Teste os seus conhecimentos
Transtorno de estresse agudo
O transtorno de estresse agudo é um período de lembranças intrusivas que ocorre após testemunhar ou vivenciar um evento traumático. As características deste transtorno diferem daquelas do transtorno de estresse pós‑traumático de qual das seguintes maneiras?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS