honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Deficiência de antitrombina

Por

Joel L. Moake

, MD, Baylor College of Medicine

Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Como a antitrombina inibe a trombina e os fatores Xa, IXa e XIa, a deficiência de antitrombina predispõe à trombose venosa.

A antitrombina é uma proteína plasmática que inibe a trombina e os fatores Xa, IXa e XIa e, portanto, inibe a trombose.

A deficiência heterozigota da antitrombina tem prevalência de cerca de 0,2 a 0,4%; aproximadamente metade das pessoas comprometidas tem trombose venosa. A deficiência homozigota provavelmente é letal ao feto no útero.

As deficiências adquiridas acontecem em pacientes com coagulação intravascular disseminada (CID), doença hepática ou síndrome nefrótica, ou durante terapia com heparina. A heparina exerce seu efeito anticoagulante por meio da ativação da antitrombina.

Testes laboratoriais são feitos para pacientes com um coágulo sanguíneo inexplicado e envolvem quantificação da capacidade do plasma do paciente para inibir a trombina na presença da heparina.

Tratamento

  • Varfarina para prevenir tromboembolia venosa.

A varfarina oral é utilizada para profilaxia contra a tromboembolia venosa.

É provável, mas ainda incerto, que os anticoagulantes orais diretos (AODs) inibidores da trombina (dabigratana) ou do fator Xa (p. ex., rivaroxabana, apixabana, endoxabana) possam ser utilizados em vez da varfarina nessa doença.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS