Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Covid-19 durante a gestação

Por

Lara A. Friel

, MD, PhD, University of Texas Health Medical School at Houston, McGovern Medical School

Última modificação do conteúdo abr 2020
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

A covid-19 (doença do coronavírus 2019) é causada pela síndrome respiratória aguda grave do coronavírus 2 (Sars-CoV-2).

As informações sobre a covid-19 e as diretrizes para cuidados provisórios estão evoluindo rapidamente. Contudo, com base nos dados disponíveis, a epidemiologia, a virologia, a transmissão, e os sinais e sintomas da covid-19 em gestantes são semelhantes àqueles em pacientes não gestantes.

Não se sabe se a gestação altera o risco de manifestações graves de covid-19. Resultados iniciais mostram que não há maior risco em comparação com pacientes não grávidas (1, 2). O risco de complicações obstétricas (p. ex., trabalho de parto prematuro, parto pré-termo, pré-eclâmpsia, parto cesárea) pode ser maior, pelo menos em pacientes com infecção moderada e grave (normalmente incluindo pneumonia), mas ainda não se confirmou se esse risco é maior. Além disso, não se sabe se esse risco difere do risco conferido por outras infecções por vírus respiratórios.

O risco de transmissão vertical pré-natal parece ser nulo ou baixo, possivelmente perto de 1% (3, 4).

Referências gerais

  • 1. Liu D, Li L, Wu X, et al: Pregnancy and perinatal outcomes of women with coronavirus disease (COVID-19) pneumonia: A preliminary analysis. Am J Roentgenol Mar 18, 1–6: 2020. doi.org/10.2214/AJR.20.23072. Publicação eletrônica antes da impressa.

  • 2. Breslin N, Baptiste C, Gyamfi-Bannerman C, et al: COVID-19 infection among asymptomatic and symptomatic pregnant women: Two weeks of confirmed presentations to an affiliated pair of New York City hospitals. Am J Obstet Gynecol MFM 2020. https://doi.org/10.1016/j.ajogmf.2020.100111. Publicação eletrônica antes da impressa.

  • 3. Schwartz DA: An analysis of 38 pregnant women with COVID-19, their newborn infants, and maternal-fetal transmission of SARS-CoV-2: Maternal coronavirus infections and pregnancy outcomes. Arch Pathol Lab Med Mar 17 2020. doi: 10.5858/arpa.2020-0901-SA. Publicação eletrônica antes da impressa.

  • 4. Wang W, Xu Y, Gao R, et al: Detection of SARS-CoV-2 in different types of clinical specimens. JAMA Mar 11, 2020. doi: 10.1001/jama.2020.3786. Publicação eletrônica antes da impressa.

Diagnóstico

  • Similar ao de pacientes não gestantes

O diagnóstico de covid-19 é semelhante em gestantes e não gestantes.

Radiografia e/ou TC de tórax, se não houver outras contraindicações, deve ser feita porque as doses de radiação fetal são baixas.

A Society for Fetal-Maternal Medicine do American College of Gynecology tem um algoritmo sugerido para rastreamento e avaliação de gestantes com suspeita de covid-19 (1). As recomendações nesse algoritmo são semelhantes àquelas para avaliação de pacientes não gestantes.

Referência sobre diagnóstico

Tratamento

  • Tratamento de suporte

O tratamento clínico geral para a covid-19 é essencialmente de suporte e é semelhante em gestantes e não gestantes. O paracetamol é recomendado para o tratamento da febre e dor leve a moderada.

A saturação de oxigênio provavelmente deve ser mantida > 95% ou uma PaO2 > 70 mmHg.

Prevenção

Todas as gestantes devem ser orientadas a seguir as diretrizes do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) para a prevenção de covid-19 e a tomar precauções para minimizar sua exposição, incluindo permanecer em casa o máximo possível, lavar as mãos regularmente e praticar o distanciamento social. As causas de dores abdominais superiores ou generalizadas são semelhantes àquelas em pacientes não grávidas.

Todos os profissionais de saúde devem usar equipamentos de proteção individual (EPI) apropriados.

Para diminuir a exposição da gestante, os profissionais de saúde devem contatar essas pacientes para fundir consultas de pré-natal e exames ultrassonográficos, embora o consenso sobre como agendar essas consultas ainda não tenha sido determinado. Medidas de pressão arterial, glicemia e traçados de monitoramento fetal podem, às vezes, ser transmitidos eletronicamente, e algumas consultas podem ser feitas por telefone ou videoconferência. A separação da mãe e do bebê após o parto deve ser considerada caso a caso. A separação poderá ser interrompida somente depois de o risco de transmissão para o recém-nascido ser cuidadosamente avaliado. A avaliação geralmente deve incluir exames laboratoriais.

O risco de transmissão do vírus via leite materno é baixo ou ausente. Se a mulher optar por amamentar continuamente, apesar de estar separada de seu bebê, ela deve extrair o leite para que este seja transportado e fornecido ao bebê por um cuidador que não esteja infectado, a menos que ela tenha testado negativo para covid-19. Ao extrair o leite materno, a mulher deve ser aconselhada a praticar boa higiene das mãos (p. ex., lavar as mãos antes de tocar na bomba de sucção e na mamadeira, e antes de ordenhar o leite). Se possível, deve-se usar uma bomba de sucção exclusiva; a bomba e todas as suas partes que entram em contato com a mama ou com o leite materno devem ser cuidadosamente limpas e desinfetadas após o uso. A área de extração (p. ex., mostradores, botão liga/desliga, bancada) deve ser limpa com lenços desinfetantes. Se a mulher optar por amamentar diretamente, ela deve usar uma máscara facial e lavar as mãos antes de cada amamentação.

Pontos-chave

  • Manifestações, diagnóstico e tratamento da covid-19 são semelhantes em gestantes e não gestantes.

  • O risco de complicações obstétricas pode ser maior, mas isso ainda não foi determinado.

  • A transmissão vertical e a transmissão via leite materno são improváveis.

  • Considerar a possibilidade de separar as mães possivelmente infectadas de seus recém-nascidos até que os riscos de transmissão possam ser cuidadosamente avaliados.

  • Fundir consultas e exames pré-natais para minimizar a exposição materna.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS