Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Síndrome da rolha meconial

(Small Left Colon Syndrome)

Por

William J. Cochran

, MD, Geisinger Clinic

Última revisão/alteração completa mai 2020| Última modificação do conteúdo mai 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A síndrome da rolha meconial é um bloqueio do intestino grosso causado por conteúdo intestinal espesso (mecônio).

  • A síndrome da rolha meconial pode ser provocada pela doença de Hirschsprung ou fibrose cística.

  • Em geral, o recém-nascido tem problemas de alimentação, vômitos, aumento do volume abdominal e não tem evacuação durante o primeiro dia ou dois de vida.

  • O diagnóstico se baseia nos sintomas e no resultado de radiografias.

  • O bloqueio é tratado com enemas e, às vezes, cirurgia.

O mecônio, uma substância de cor verde‑escuro, são as primeiras fezes do recém-nascido. O recém-nascido evacua o mecônio durante ou logo após o nascimento. Se o mecônio for excepcionalmente espesso ou com consistência de piche, ele pode bloquear o intestino grosso (cólon). Na síndrome da rolha meconial, o cólon fica completamente bloqueado pelo mecônio espesso. Acima do bloqueio, o intestino delgado fica dilatado (aumenta de tamanho), o que provoca inchaço abdominal (distensão).

A síndrome da rolha meconial geralmente ocorre em bebês que, caso contrário, seriam saudáveis, mas é mais comum em bebês prematuros, bebês que nasceram de mães diabéticas e bebês cujas mães receberam sulfato de magnésio para tratar a pré-eclâmpsia, eclâmpsia ou trabalho de parto prematuro.

A síndrome da rolha meconial pode ser um sinal de outras doenças, como doença de Hirschsprung ou fibrose cística. Íleo meconial é semelhante à síndrome da rolha de mecônio, exceto que o bloqueio por mecônio acontece no intestino delgado.

Sintomas

O recém-nascido costuma evacuar o mecônio nas primeiras 12 a 24 horas após o nascimento. Contudo, o recém-nascido com síndrome da rolha meconial não evacua o mecônio no primeiro dia ou dois de vida e também tem sintomas de bloqueio intestinal, incluindo vômitos e inchaço abdominal. Ao apalpar o ventre do bebê, o médico pode sentir as alças intestinais aumentadas através da parede abdominal.

Diagnóstico

  • Radiografia simples do abdômen

  • Enema com contraste radiopaco

  • Às vezes, exames para a doença de Hirschsprung

O médico suspeita da presença de síndrome da rolha meconial em recém-nascidos que apresentam sintomas de bloqueio e não evacuam o mecônio no primeiro dia ou dois de vida. Uma radiografia simples do abdômen pode mostrar obstrução intestinal. Para poder fazer um diagnóstico definitivo, o médico tira uma radiografia após administrar um enema com um líquido que pode ser visto na radiografia (meio de contraste radiopaco). O meio de contraste delineia a parte de dentro do cólon e permite que o médico veja a rolha meconial.

Em geral, os bebês com síndrome da rolha meconial são testados para a doença de Hirschsprung e para fibrose cística.

Tratamento

  • Enema com contraste radiopaco

  • Cirurgia raramente

Um enema com contraste radiopaco é utilizado para ajudar a diagnosticar e tratar a síndrome da rolha meconial. O líquido de contraste ajuda a levar líquido para dentro do cólon e decompõe o mecônio para que o bebê possa então evacuá-lo.

Se o enema não conseguir remover o bloqueio, ele possivelmente será removido cirurgicamente.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS