Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Divertículo de Meckel

(Meckel's Diverticulum)

Por

William J. Cochran

, MD, Geisinger Clinic

Última revisão/alteração completa fev 2020| Última modificação do conteúdo fev 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

O divertículo de Meckel é uma protuberância semelhante a uma pequena bolsa que sai da parede do intestino delgado e que está presente em algumas crianças desde o nascimento.

  • A maioria das crianças não apresenta sintomas, mas ocasionalmente hemorragia retal indolor ocorre ou o divertículo se infecciona.

  • Os médicos baseiam o diagnóstico nos sintomas, nos resultados de uma cintilografia para pesquisa de divertículo de Meckel e, às vezes, em outros exames de imagem.

  • Um divertículo com hemorragia ou causador de sintomas deve ser removido cirurgicamente.

Cerca de 2% dos bebês nascem com divertículo de Meckel.

Divertículo de Meckel

Divertículo de Meckel

Complicações do divertículo de Meckel

As pessoas podem viver toda a vida sem saber que têm um divertículo de Meckel, mas a anomalia, por vezes, pode provocar complicações. Embora os divertículos ocorram com a mesma frequência entre meninos e meninas, os meninos têm duas a três vezes mais propensão de ter complicações. As complicações do divertículo de Meckel incluem

Mais de metade das vezes, o divertículo contém tecido como o do estômago, do pâncreas ou de ambos. Caso o tecido estomacal esteja presente, ele pode secretar ácido exatamente como o estômago. Esse ácido pode causar úlceras e hemorragia no intestino. Sangramento é o sintoma mais comum em crianças com menos de cinco anos de idade.

A obstrução pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em crianças mais velhas e adultos. A obstrução em crianças tem mais propensão de ser causada pela intussuscepção do divertículo.

Um divertículo de Meckel pode também se inflamar (diverticulite). A diverticulite de Meckel aguda pode ocorrer em qualquer idade, mas crianças mais velhas são as mais afetadas.

Uma perfuração (orifício) no divertículo causa peritonite, que é uma inflamação na cavidade abdominal muito grave e dolorosa.

Tumores, incluindo tumores carcinoides, são raros e ocorrem principalmente em adultos.

Sintomas

A maioria das crianças com divertículo de Meckel não apresenta sintomas, e muitos adultos descobrem que têm o quadro somente depois que um cirurgião o descobre ao realizar cirurgia por outra razão.

O sintoma mais comum em crianças com menos de cinco anos é a hemorragia retal sem dor, decorrente de úlceras no intestino delgado provocadas pelo ácido secretado pelo divertículo. Devido à hemorragia, as evacuações podem ter uma cor entre vermelho intenso ou cor de tijolo devido à mistura de sangue e muco. Às vezes, as fezes têm cor preta devido à decomposição do sangue. Em raras ocasiões, a hemorragia é tão grave que a criança precisa de cirurgia de emergência.

Em todas as idades, a obstrução causa cólicas abdominais, náuseas e vômitos. A diverticulite causada por um divertículo de Meckel causa dor abdominal intensa, sensibilidade abdominal e vômito, e pode ser facilmente confundida com apendicite.

Diagnóstico

  • No caso de sangramento, cintilografia para pesquisa de divertículo de Meckel, exame de cápsula endoscópica e enteroscopia

  • No caso de dor, tomografia computadorizada (TC)

É com frequência difícil para os médicos diagnosticar um divertículo de Meckel.

Se o médico acredita que o sangramento retal está sendo causado por um divertículo de Meckel, ele realiza um exame denominado cintilografia para pesquisa de divertículo de Meckel. Nesse estudo, uma pequena quantidade de material radioativo inócuo é administrada pela veia (por via intravenosa). A substância é capturada por células do divertículo e pode ser vista usando-se uma câmera sensível à radiação. Um exame de cápsula endoscópica (no qual a criança engole uma câmera pequena que pode detectar fontes de sangramento no intestino delgado) e uma enteroscopia (na qual um pequeno tubo de visualização flexível é cuidadosamente inserido no intestino delgado) são outros tipos de exame que podem ajudar o médico a identificar um divertículo como sendo a fonte de sangramento.

Uma tomografia computadorizada costuma ser realizada em crianças com dor abdominal, pois ela pode ajudar os médicos a diagnosticar um divertículo e outras causas de dor. Os médicos também podem fazer radiografias abdominais.

Tratamento

  • Cirurgia

Nenhum tratamento é necessário no caso de divertículos que não causam sintomas.

Um divertículo com hemorragia ou um que causa obstrução ou sintomas contínuos precisa ser removido cirurgicamente.

Quando um divertículo de Meckel é encontrado em uma criança durante uma intervenção cirúrgica realizada por outro motivo, ele pode ser removido para prevenir futuras complicações.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS