Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Abscesso anorretal

Por

Parswa Ansari

, MD, Hofstra Northwell-Lenox Hill Hospital, New York

Última revisão/alteração completa jan 2020| Última modificação do conteúdo jan 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Um abscesso anorretal é uma bolsa de pus causada por bactérias que invadem as glândulas que secretam muco no ânus e reto.

  • As bactérias infeccionam uma glândula bloqueada no ânus ou no reto e criam um abscesso.

  • A infecção produz pus e causa dor e inchaço.

  • O diagnóstico é baseado em exames e resultados de exames de imagens, se necessários.

  • Cortar e drenar o abscesso é a melhor forma de tratamento.

O reto é a seção do trato digestivo acima do ânus, onde as fezes são mantidas antes de serem expelidas do corpo pelo ânus. O ânus é a abertura, na extremidade do trato digestivo, pelo qual as fezes saem do corpo. (consulte também Considerações gerais sobre o ânus e o reto).

O sistema digestivo

O sistema digestivo

Um abscesso pode estar localizado mais profundamente no reto ou perto da abertura do ânus. Um abscesso se desenvolve quando uma glândula secretora de muco no ânus ou reto é bloqueada e bactérias crescem e se multiplicam. Embora o ânus seja uma área com uma grande quantidade de bactérias, geralmente não ocorre infecção porque o fluxo sanguíneo para a área é rico. A ocorrência de uma infecção costuma ser provocada pela combinação de diferentes tipos de bactérias.

Um abscesso pode causar danos significativos aos tecidos adjacentes e pode, raramente, levar à perda do controle intestinal (incontinência fecal). O risco de apresentar abscessos é especificamente maior em pessoas com doença de Crohn. Às vezes, os abscessos são uma complicação da diverticulite ou da doença inflamatória pélvica.

Sintomas

Os abscessos sob a pele podem apresentar-se inchados, avermelhados, sensíveis e muito dolorosos. Em casos raros, a pessoa apresenta febre.

Os abscessos situados mais profundamente no reto podem causar menos dor, mas podem provocar febre e dor na região inferior do abdômen.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Raramente, tomografia computadorizada

Geralmente, o médico consegue observar um abscesso se este se situar na pele perianal. Entretanto, quando não há inchaço ou rubor externos, o médico pode determinar o diagnóstico de abscesso anorretal examinando o reto com um dedo enluvado. Um edema doloroso no reto sugere a existência de um abscesso.

Se o médico suspeitar da presença de um abscesso profundo ou doença de Crohn, uma tomografia computadorizada (TC) pode determinar a extensão e a localização.

Tratamento

  • Corte e drenagem do abscesso

  • Antibióticos para algumas pessoas

Para abscessos sob a pele, o tratamento consiste em fazer uma incisão no abscesso e drenar o pus após administração de anestesia local para anestesiar essa área.

No caso de um abscesso mais profundo, a pessoa normalmente é hospitalizada e o abscesso é drenado na sala de operações após a administração de anestesia geral.

Mesmo com um tratamento adequado, um abscesso drenado pode levar à formação de um canal anômalo entre o ânus (ou reto) e a pele (denominado fístula anorretal).

Antibióticos costumam ser administrados apenas a pessoas com sistema imunológico debilitado, diabetes ou infecção em outra parte do corpo.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS