Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Tratamento da dor e inflamação

Por

Alex Moroz

, MD, New York University School of Medicine

Última revisão/alteração completa jun 2017| Última modificação do conteúdo jul 2017
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Terapeutas profissionais de reabilitação tratam a dor e a inflamação. Esse tratamento facilita o movimento e permite que as pessoas participem mais integralmente da reabilitação. As técnicas usadas incluem

  • Terapia quente

  • Terapia fria

  • Estímulo elétrico

  • Tração

  • Massagem

  • Acupuntura

Para os terapeutas, a escolha da terapia quente ou fria costuma ser pessoal, ainda que a terapia fria pareça mais eficaz no caso da dor aguda. Quando terapia quente e terapia fria são utilizadas, deve-se ter cuidado para evitar queimaduras e lesões devido ao frio.

Terapia quente

O calor aumenta o fluxo sanguíneo e deixa o tecido conjuntivo mais flexível. Isso temporariamente diminui a rigidez das articulações, a dor e os espasmos musculares. O calor ajuda também a diminuir a inflamação e o acúmulo de líquido nos tecidos (edema). A terapia quente é usada para tratar a inflamação (incluindo várias formas de artrite), espasmo muscular e lesões, como entorse e esforços.

Pode-se aplicar calor à superfície do corpo ou aos tecidos profundos. As bolsas quentes, calor por infravermelho, os banhos de parafina (cera quente) e hidroterapia (água morna em movimento) são fontes de calor superficial. O calor pode ser gerado nos tecidos profundos por ondas de som de alta frequência (ultrassom).

Tabela
icon

Tipos de terapia quente

Tipo

Descrição

Comentário

Usos

Calor aplicado à superfície corporal

Calor por infravermelho

Calor aplicado com uma lâmpada, normalmente menos de 20 minutos por dia

Assistência necessária para evitar queimaduras

Não usado em pessoas com um distúrbio grave de coração, fígado ou rim, vasculopatia periférica ou sensação reduzida na pele

Artralgia (dor nas articulações)

Artrite (várias formas)

Dor nas costas

Fibromialgia

Espasmos musculares

Mialgia (dor muscular)

Neuralgia (dor nos nervos)

Entorses

Esforços

Tenossinovite (inflamação de tendões e seu envoltório)

Lesões por síndrome de traumatismo em chicote

Bolsas quentes

Recipientes de tecido de algodão cheios com gel de silicato, geralmente aquecidos em forno de micro-ondas

Podem ser envolvidas em uma toalha para proteger a pele de queimaduras

Igual para calor por infravermelho

Banho de parafina

Aspirar, imergir ou pintar com cera derretida

Geralmente aplicado às pequenas articulações, como as da mão, joelho ou cotovelo.

Não usado para feridas abertas

Hidroterapia

Imersão em água morna em agitação em um tanque industrial grande

Melhora a cicatrização da ferida por estimular o fluxo sanguíneo e ajuda a limpar as queimaduras e feridas

Relaxa os músculos e alivia a dor

Calor aplicado aos tecidos profundos

Ultrassom

Ondas de som de alta frequência para penetrar profundamente nos tecidos, vibrá-los e produzir calor, que atrai o sangue (com oxigênio e nutrientes) para a área.

Não aplicado a tecidos, cujo fornecimento de sangue foi reduzido (isquemia), áreas insensíveis ou infectadas ativamente, ossos que estejam em processo de cura ou algumas partes do corpo (como os olhos, cérebro, medula espinhal, ouvidos, coração ou órgãos reprodutores).

Não usado em pessoas com uma tendência ao sangramento ou câncer

Lesões ósseas

Bursite

Síndrome de dor regional complexa

Contraturas

Osteoartrite

Tendinite

Terapia fria (crioterapia)

A aplicação de frio pode ajudar a anestesiar tecidos e aliviar espasmos musculares, dor decorrente de lesões e dor ou inflamação na região lombar desenvolvidas recentemente. O frio pode ser aplicado com o uso de uma bolsa de gelo, uma bolsa fria ou líquidos (como cloreto de etila) que resfria por evaporação. O terapeuta limita o tempo e a quantidade de exposição ao frio para evitar danos aos tecidos e redução da temperatura corporal (provocando hipotermia). O frio não é aplicado aos tecidos com um fornecimento de sangue reduzido (por exemplo, quando as artérias são estenosadas por doença arterial periférica).

Estímulo elétrico

Se os músculos não tiverem o contributo nervoso adequado (devido a uma lesão do nervo periférico, distúrbio na medula espinhal ou acidente vascular cerebral), os músculos se deterioram (atrofia) rapidamente e se tornam rígidos e contraídos (espásticos). O estímulo elétrico por eletrodos colocados sobre a pele provoca a contração dos músculos, fornece uma forma de exercício que ajuda a evitar a atrofia e espasticidade.

Uma forma de estímulo elétrico, chamado estimulação elétrica transcutânea dos nervos (TENS), usa baixa corrente que não provoca contração muscular. TENS pode ser útil para a dor crônica nas costas, artrite reumatoide, entorse no tornozelo, herpes zoster ou uma área localizada de dor. No caso da TENS, um dispositivo portátil a baterias produz a corrente, que é aplicada através de eletrodos colocados na pele. O dispositivo produz uma sensação de formigamento, mas não é dolorido.

A estimulação elétrica transcutânea dos nervos pode ser aplicada várias vezes ao dia, durante um período de 20 minutos até várias horas, dependendo da intensidade da dor. Frequentemente, as pessoas podem aprender a utilizar o dispositivo TENS em casa, conforme necessário. A maioria das pessoas tolera bem a terapia, mas nem todas experimentam alívio da dor. TENS pode provocar ritmos cardíacos anormais (arritmias). Assim, as pessoas que apresentam um distúrbio cardíaco grave ou um marca-passo não devem usá-lo. TENS não deve ser aplicado próximo ou nos olhos.

Tração

A tração do pescoço (cervical) pode ser usada em um hospital, centro de reabilitação ou no domicílio para tratar a dor crônica do pescoço devido à degeneração dos ossos do pescoço (espondilose cervical), prolapso de disco, lesões causadas pela síndrome do traumatismo em chicote ou espasmo dos músculos do pescoço (torcicolo – consulte Distonias focais e segmentares). A tração é mais eficaz quando as pessoas estão sentadas do que quando estão acamadas. Um sistema que usa um motor geralmente é mais eficaz.

Normalmente, a tração é combinada com outra fisioterapia, incluindo exercícios e alongamento. Embora os dispositivos de tração cervical estejam disponíveis através de catálogos ao consumidor, os terapeutas devem selecionar o tipo de dispositivo e determinar a quantidade de peso a ser utilizado. As pessoas não devem usar esses dispositivos sem acompanhamento. Um membro da família deve estar disponível para liberar o peso gentilmente, que reduz o risco de lesão.

Massagem

A massagem pode aliviar a dor, reduzir o edema e ajudar a estimular os tecidos tensos (contraídos). Apenas um terapeuta licenciado deve realizar a massagem para o tratamento de uma lesão. A massagem não deve ser utilizada para tratar infecções ou inflamações devido a coágulos sanguíneos (tromboflebite).

Tabela
icon

Alguns usos para massagem

  • Amputação

  • Artrite

  • Lesões

  • Bursite

  • Câncer (certos tipos)

  • Paralisia cerebral

  • Fibromialgia

  • Fraturas

  • Hemiplegia (paralisia de um lado do corpo)

  • Lesões articulares

  • Dor lombar

  • Esclerose múltipla

  • Neurite

  • Paraplegia

  • Periartrite

  • Lesões do nervo periférico

  • Quadriplegia

  • Entorses

  • Esforços

  • Tecidos tensos (contraídos)

Acupuntura

Agulhas finas são introduzidas na pele, em zonas específicas do corpo, frequentemente afastadas do local da dor. As agulhas podem ser rotacionadas rapidamente e intermitentemente por poucos minutos, ou uma corrente elétrica baixa ser aplicada através das agulhas. A acupuntura pode estimular o cérebro a produzir endorfinas. As endorfinas, produzidas naturalmente no cérebro, bloqueiam as sensações de dor e reduzem a inflamação. Às vezes, a acupuntura é utilizada com outros tratamentos para controlar artrite e dor crônicas ou desenvolvidas recentemente. A acupuntura deve ser realizada por um acupunturista certificado e com agulhas esterilizadas.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas
Vídeo
O corpo humano: Células, tecidos, órgãos e sistemas

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS