Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Opistorquíase

Por

Richard D. Pearson

, MD, University of Virginia School of Medicine

Última modificação do conteúdo mai 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

A opistorquíase é infecção por Opisthorchis viverrini (verme de fígado do sudoeste asiático) ou O. felineus (verme de fígado do gato), que são adquiridos pela ingestão de peixe cru ou malcozido.

Trematódeos são parasitas achatados que infectam várias partes do corpo (p. ex., vasos sanguíneos, trato gastrintestinal, pulmões, fígado) dependendo da espécie.

A opistorquíase por O. viverrini ocorre principalmente no nordeste da Tailândia, Laos e Camboja; o O. felineus ocorre principalmente na Europa e Ásia, incluindo a Rússia.

O ciclo de vida do Opisthorchis requer caracóis e peixes. A doença humana se assemelha à clonorquiose, sendo adquirida pela ingestão de peixe de água doce cru ou malcozido, o qual contém metacercárias infecciosas (fase encistada). Após a ingestão, as metacercárias são liberadas e ascendem, através da ampola de Vater, para dentro dos ductos biliares, nos quais se aderem à mucosa e amadurecem. Vermes adultos crescem até 5 a 10 mm por 1 a 2 mm (O. viverrini) ou 7 a 12 mm por 2 a 3 mm (O. felineus).

A maioria das infecções é subclínica. Os sintomas de opistorquíase são desconforto gastrointestinal indefinido, diarreia e constipação. Na infecção crônica, os sintomas pode ser mais graves; podem ocorrer hepatomegalia e desnutrição. As complicações raras são colecistite, colangite e colangiocarcinoma [câncer do ducto biliar (1)]. Veteranos da guerra do Vietnã que desenvolvem colangiocarcinoma podem ter sido infectados por O. viverrini ou Clonorchis sinensis durante serviço militar no sudeste da Ásia (2).

O diagnóstico da opistorciase é pela descoberta de ovos nas fezes. Ultrassonografia, TC, RM, colangiografia ou CPER podem mostrar alterações do trato biliar.

O tratamento de escolha para a opistorquíase é um dos seguintes:

  • Praziquantel, 25 mg/kg VO tid, por 2 dias.

  • Albendazol 10 mg/kg VO uma vez ao dia durante 7 dias

A infecção pode ser prevenida cozinhando peixes de água doce.

Referências gerais

  • 1. Xia J, Jiang SC, Peng HJ: Association between liver fluke infection and hepatobiliary pathological changes: A systematic review and meta-analysis. PLoS One 10 (7):e0132673, 2015. doi: 10.1371/journal.pone.0132673. eCollection 2015.

  • 2. U.S. Department of Veterans Affairs: Bile Duct Cancer (Cholangiocarcinoma) and Liver Fluke Infection. Acessado em 17/4/18.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS