Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Colite isquêmica

Por

Parswa Ansari

, MD,

  • Assistant Professor and Program Director in Surgery
  • Hofstra Northwell-Lenox Hill Hospital, New York

Última modificação do conteúdo dez 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
Recursos do assunto

Colite isquêmica é a redução temporária do fluxo sanguíneo para o cólon.

Pode ocorrer Necrose, mas geralmenteé restrita à mucosa e submucosa, apenas ocasionalmente causando necrose de toda a parede com necessidade de cirurgia. Colite isquêmica ocorre principalmente em pessoas mais velhas (> 60) e considera-se que a causa seja aterosclerose dos pequenos vasos. Ela também pode ser uma complicação do reparo de um aneurisma da aorta abdominal.

Os sintomas de colite isquêmica são leves e de início mais insidioso que os da isquemia mesentérica aguda e consistem em dor no quadrante inferior esquerdo seguida de sangramento retal.

Diagnóstico

  • CT ou colonoscopia

O diagnóstico da colite isquêmica é feito por TC ou colonoscopia.

Não se indica angiografia ou ressonância magnética angiográfica.

Tratamento

  • Líquidos IV repouso intestinal e antibióticos

  • Raramente, cirurgia

O tratamento da colite isquêmica é de suporte, por meio de líquidos intravenosos, repouso intestinal e antibióticos.

Se relevante, trata-se a causa subjacente do estado de baixo fluxo (p. ex., controle da arritmia cardíaca).

A cirurgia é raramente necessária, a menos que a colite isquêmica seja uma complicação de um procedimento vascular ou que haja necrose de espessura total. Cerca de 5% dos pacientes apresentam recorrência. Ocasionalmente, estenoses podem surgir no local da isquemia, necessitando de ressecção cirúrgica.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS