Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Queratose pilar

Por

James G. H. Dinulos

, MD, Geisel School of Medicine at Dartmouth

Última modificação do conteúdo ago 2018
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Recursos do assunto

É uma alteração da queratinização em que tampões córneos preenchem os orifícios dos folículos pilosos.

A ceratose pilar é frequente. A causa é desconhecida, mas em geral ocorre herança autossômica dominante.

Múltiplas pápulas foliculares puntiformes pequenas aparecem principalmente nas faces laterais dos braços, coxas e glúteos. Lesões faciais também são observadas principalmente em crianças. O quadro é mais proeminente na época do frio e, às vezes, melhora no verão. A pele pode ter aspecto avermelhado. O maior problema é cosmético, mas pode haver prurido ou, raramente, foliculite com pústulas.

Queratose pilar
Queratose pilar
Imagem fornecida por Thomas Habif, MD.

Tratamento

  • Medidas sintomáticas

Em geral, o tratamento da ceratose pilar não é necessário e quase sempre é insatisfatório.

Vaselina hidrofílica e água (em partes iguais) ou vaselina salicilada a 3% podem diminuir o relevo das lesões. Também são eficazes o ácido láctico (lactato de amônio), em loções ou cremes, gel de ácido salicílico a 6%, cremes de ureia ou creme de tretinoína a 0,1%. Cremes com ácidos devem ser evitados em crianças, por causarem sensação de queimação e ardor.

O laser de luz pulsada tem sido usado com sucesso para tratar o eritema facial.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
How to Drain a Subungual Hematoma
Vídeo
How to Drain a Subungual Hematoma

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS