Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Conjuntivite no recém-nascido

(Conjuntivite neonatal; Oftalmia neonatal)

Por

Brenda L. Tesini

, MD, University of Rochester School of Medicine and Dentistry

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, a membrana que reveste a pálpebra e recobre a parte branca do olho.

  • A conjuntivite é causada por bactérias, vírus ou uma reação a produtos químicos.

  • Os sintomas variam, mas podem incluir inflamação e secreção dos olhos.

  • O diagnóstico geralmente se baseia na aparência dos olhos.

  • A infecção pode ser prevenida por colírio ou pomadas que são colocadas nos olhos após o nascimento.

  • Antibióticos e pomadas antibióticas são usados para tratar a infecção.

O interior do olho

Causas de conjuntivite no recém-nascido

A conjuntivite em recém-nascidos pode ser causada por uma infecção ou por uma reação a produtos químicos aplicados nos olhos (chamado conjuntivite química). Uma infecção pode ser causada por bactérias ou vírus.

Conjuntivite química é uma reação aos colírios que os recém-nascidos recebem para prevenir uma infecção.

Sintomas de conjuntivite em recém-nascidos

Os sintomas de conjuntivite podem variar dependendo da causa da infecção.

A conjuntivite causada pela clamídia em geral começa 5 a 14 dias após o parto, mas pode demorar até seis semanas para começar. O recém-nascido apresenta pálpebras inchadas e secreção aquosa nos olhos contendo quantidades crescentes de pus. A infecção pode, às vezes, ser grave.

A conjuntivite causada pela gonorreia em geral começa 2 a 5 dias após o parto. O recém-nascido apresenta inflamação grave das pálpebras e secreta pus dos olhos. Sem tratamento, pode ocorrer cegueira.

Conjuntivite causada por produtos químicos, como colírios, geralmente começa dentro de 6 a 8 horas após a aplicação do colírio e desaparece, espontaneamente, dentro de 2 a 4 dias.

Conjuntivite causada por outras bactérias começa a partir de 4 dias até várias semanas após o parto.

Diagnóstico de conjuntivite em recém-nascidos

  • Exames da secreção do olho

Os médicos avaliam os sintomas do recém-nascido e a aparência dos olhos.

As amostras de secreção do olho são enviadas para um laboratório para identificar o organismo infectante.

Prevenção de conjuntivite em recém-nascidos

Nos Estados Unidos, a pomada ou colírio de eritromicina são rotineiramente colocados em cada olho do recém-nascido após o parto para evitar a conjuntivite causada por Neisseria gonorrhoeae. Em outros países, nitrato de prata, tetraciclina ou iodopovidona também podem ser usados. Exceto para iodopovidona, esses medicamentos não previnem a conjuntivite causada por Clamídia.

Recém-nascidos de mulheres com gonorreia não tratada devem receber uma injeção única do antibiótico ceftriaxona, mesmo que ainda não estejam doentes.

Tratamento de conjuntivite em recém-nascidos

  • Antibióticos

Para a conjuntivite causada por Clamídia, o antibiótico eritromicina ou azitromicina é administrado por via oral.

Para a conjuntivite causada por Neisseria gonorrhoeae, recém-nascidos são hospitalizadas e recebem o antibiótico ceftriaxona ou cefotaxima na veia ou por injeção.

Para a conjuntivite causada por outras bactérias, são aplicadas pomadas contendo polimixina mais bacitracina, eritromicina ou tetraciclina.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS