Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Infecções por Salmonella

Por

Larry M. Bush

, MD, FACP, Charles E. Schmidt College of Medicine, Florida Atlantic University

Última revisão/alteração completa fev 2020| Última modificação do conteúdo fev 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto
  • As pessoas são geralmente infectadas quando comem alimentos contaminados, tais como ovos e frango mal cozido.

  • A bactéria geralmente infecta o trato digestivo, mas pode viajar pela corrente sanguínea e infectar outras partes do corpo.

  • As pessoas têm enjoos e cólicas abdominais, seguidas de diarreia aquosa, febre e vômitos.

  • Identificar a bactéria em uma amostra, geralmente das fezes, confirma o diagnóstico.

  • Os líquidos perdidos são repostos.

  • Em geral, antibióticos não são úteis para pessoas com infecções intestinais por Salmonella, mas os antibióticos são úteis para pessoas que estão em risco ou têm bacteremia.

Há mais de 2.000 tipos diferentes de bactérias Salmonella.

Algumas espécies de Salmonella residem somente em pessoas. Outras espécies de Salmonella geralmente residem no aparelho digestivo de muitos animais selvagens e domésticos, como gado bovino, carneiros, porcos, aves e répteis (incluindo cobras, lagartos e tartarugas). Muitos desses podem causar infecções nas pessoas.

As bactérias Salmonella são excretadas nas fezes de animais infectados e de pessoas, levando à contaminação. Nos Estados Unidos durante os anos 70, muitas infecções foram disseminadas por tartarugas domésticas, por isso sua venda foi proibida, resultando em menos infecções. Recentemente, houve aumento da venda legal e ilegal de répteis como animais domésticos. Até 90% dos répteis e anfíbios domésticos, como sapos aquáticos, estão infectados com Salmonella.

As pessoas são infectadas geralmente por comer ovos ou frango mal cozido, mas às vezes ao comer bife e porco mal cozidos, laticínios não pasteurizados, ou frutos do mar ou legumes e verduras contaminados. As bactérias Salmonella podem afetar os ovários de galinhas e, assim, afetar o ovo antes de ser posto. Outros alimentos podem ser contaminados por fezes de animais (por exemplo, em matadouros) ou por pessoas que manuseiam alimentos infectados e que não lavam adequadamente suas mãos após usarem o vaso sanitário. As pessoas podem também ser infectadas se beberem água contaminada. Outras fontes de infecção relatadas incluem tartarugas e répteis de estimação infectados e maconha contaminada.

Como o ácido gástrico tende a destruir a Salmonella, um grande número dessas bactérias precisa ser consumido para a infecção se desenvolver, a menos que as pessoas tenham deficiência de ácido gástrico. Tal deficiência pode ocorrer em

  • Crianças com menos de 1 ano de idade

  • Pessoas mais idosas

  • Pessoas que tomam antiácidos ou medicamentos que inibem a produção de ácido gástrico, incluindo bloqueadores de histamina-2 (H2) (como famotidina) ou inibidores da bomba de prótons (como omeprazol).

Você sabia que...

  • Nos Estados Unidos, até 90% dos répteis e anfíbios domésticos estão infectados com Salmonella.

Disseminação através da corrente sanguínea

Às vezes, as bactérias entram na corrente sanguínea (causando bacteremia Bacteremia Bacteremia é a presença de bactérias na corrente sanguínea. A bacteremia pode resultar de atividades comuns (como escovação vigorosa dos dentes), de procedimentos médicos ou dentários, ou de... leia mais ) e se disseminam, causando infecções ou acúmulos de pus (abscessos) em locais distantes, tais como ossos, articulações, trato urinário e pulmões. As bactérias podem se acumular e causar infecção nas articulações (próteses) ou válvulas cardíacas artificiais, em um enxerto de vaso sanguíneo ou em tumores. O revestimento das artérias, geralmente da aorta (a maior artéria do corpo), pode ser afetado. Os abscessos e as artérias infectadas podem causar bacteremia crônica.

É mais provável a infecção se espalhar pela corrente sanguínea de:

Sintomas de infecções por Salmonella

Quando o intestino é infectado, os sintomas geralmente se iniciam entre 12 e 48 horas depois de ingerir a bactéria. Ocorrem enjoos e cólicas abdominais, logo seguidas de diarreia aquosa, febre e vômitos. Os sintomas causados por Salmonella desaparecem em um a quatro dias. Ocasionalmente, os sintomas são mais graves e perduram por um longo período.

Logo após os sintomas cessarem, algumas pessoas continuam a excretar a bactéria nas suas fezes. Tais pessoas são chamadas portadoras.

Cerca de 10% a 30% dos adultos desenvolvem artrite reativa Artrite reativa A artrite reativa (anteriormente chamada síndrome de Reiter) é um tipo de espondiloartrite que causa inflamação das articulações e anexos do tendão no nível das articulações e geralmente está... leia mais Artrite reativa semanas a meses após a diarreia parar. Esse distúrbio causa dor e inchaço, geralmente nos quadris, joelhos e tendão de Aquiles (que conecta o calcanhar e a panturrilha).

Outros sintomas podem aparecer se a bacteremia se desenvolver e a infecção se espalhar. Por exemplo, se um osso estiver infectado, a área sobre ele fica muitas vezes sensível e dolorida. Se uma válvula cardíaca for infectada, as pessoas sentem falta de ar. Se a aorta for infectada, as costas e o abdome podem ficar doloridos.

As pessoas geralmente se recuperam bem. As exceções são pessoas que sofreram um distúrbio, principalmente um que enfraqueça o sistema imunológico, antes da infecção por Salmonella ou que tenham uma complicação resultante da infecção.

Diagnóstico de infecções por Salmonella

  • Cultura de fezes, pus, sangue ou uma amostra do reto

Para diagnosticar uma infecção por Salmonella, os médicos obtêm uma amostra de fezes, pus ou sangue ou usam um cotonete para obter amostra do reto. A amostra é enviada a um laboratório, onde a bactéria, se presente, pode ser cultivada. Identificar a bactéria em uma amostra confirma o diagnóstico.

Prevenção de infecções por Salmonella

As formas de prevenir infecções por Salmonella incluem

  • Cozinhar muito bem aves, ovos e carne moída

  • Não comer nem beber alimentos que contenham ovos crus ou leite cru (não pasteurizado), como massa de biscoito, molho holandês ou certos molhos de salada caseiros

  • Lavar muito bem os hortifrutigranjeiros

  • Lavar as mãos após ir ao banheiro ou trocar uma fralda

  • Lavar as mãos, as superfícies de trabalho da cozinha e os utensílios com água e sabão imediatamente após terem tocado em carne ou aves cruas

  • Lavar as mãos com sabão após tocar em répteis, aves ou pintinhos e após contato com fezes de um animal doméstico

São necessárias precauções especiais para pessoas em alto risco, como crianças pequenas. Por exemplo, uma vez que répteis (como tartarugas), pintinhos e outras aves jovens estão particularmente propensos a ter Salmonella, não se deve permitir que crianças pequenas manuseiem esses animais, e os répteis não devem ficar na mesma casa em que bebês.

Pessoas infectadas não devem preparar alimentos para outras pessoas.

Tratamento de infecções por Salmonella

  • Para infecção intestinal, líquidos

  • Para pessoas que correm risco ou têm bacteremia, antibióticos

  • Para abscessos, drenagem cirúrgica

A infecção intestinal por Salmonella é tratada com líquidos dados por via oral ou, para infecções graves, por via intravenosa. Os antibióticos não encurtam o tempo de recuperação para pessoas com infecção intestinal por Salmonella e podem resultar na excreção mais prolongada de bactérias nas fezes. Portanto, não são geralmente administrados antibióticos. Porém, pessoas em risco de bacteremia (como residentes mais velhos de uma casa de repouso, bebês e pessoas com infecção por HIV) e pessoas com dispositivos ou materiais implantados (como uma articulação ou válvula cardíaca artificial ou enxerto de vaso sanguíneo) recebem antibióticos. Elas podem receber ciprofloxacino, azitromicina ou ceftriaxona por vários dias. As crianças recebem trimetoprima/sulfametoxazol.

Pessoas com bacteremia recebem antibióticos como ciprofloxacino ou ceftriaxona por cerca de duas semanas. Se a bacteremia persistir, os antibióticos são administrados por quatro a seis semanas.

Os abscessos são drenados cirurgicamente e são administrados antibióticos durante pelo menos quatro semanas.

Se a aorta, a válvula cardíaca ou outras áreas (tais como as articulações) estiverem infectadas, geralmente a cirurgia é necessária e antibióticos são dados durante semanas ou meses.

Mais informações sobre infecções por Salmonella

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Coccidioidomicose
Qual dos medicamentos a seguir é usado para tratar casos graves de coccidioidomicose progressiva?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS