Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Considerações gerais sobre o envenenamento

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O que é intoxicação ou envenenamento?

Intoxicação ou envenenamento é o efeito prejudicial que ocorre depois que uma substância tóxica (venenosa) é engolida, inalada ou entra em contato com a pele. Nos Estados Unidos, mais de dois milhões de pessoas sofrem uma intoxicação ou envenenamento todos os anos. Isso inclui pessoas que ingerem doses excessivas de drogas ilícitas acidentalmente ou tentam cometer suicídio. A maioria das pessoas não fica muito doente. No entanto, algumas passam muito mal e podem morrer.

  • Por segurança, mantenha medicamentos e produtos de limpeza em suas embalagens originais

  • Guarde medicamentos e produtos de limpeza longe do alcance das crianças

  • A intoxicação ou envenenamento pode ser pouco grave, mas também pode trazer risco de morte

  • Tenha o cuidado de tomar medicamentos conforme as instruções

  • Pergunte ao médico se é seguro tomar mais de um medicamento ao mesmo tempo

Quais substâncias são tóxicas ou venenosas?

Quase tudo pode ser prejudicial em grandes quantidades. Mesmo medicamentos vendidos com e sem receita médica podem ser perigosos se houver superdosagem.

É difícil citar tudo o que pode ser tóxico ou venenoso. Mas pode-se afirmar com segurança que, se uma substância não for destinada a ser ingerida, bebida, inalada ou aplicada no corpo, ela não deve ser usada. No entanto, sua casa está cercada de muitos objetos e substâncias que, basicamente, não são perigosos. É importante saber disso, pois as crianças muitas vezes experimentam ou ingerem objetos e substâncias que acham.

Produtos de limpeza domésticos não tóxicos*

  • Adesivos

  • Antiácidos

  • Óleo de banho†

  • Brinquedos de banheira (flutuantes)

  • Alvejante (menos de 6% de hipoclorito de sódio)

  • Condicionadores para o corpo

  • Sabões para o banho (detergentes)†

  • Velas

  • Carbowax (Polietilenoglicol)

  • Carboximetilcelulose (material de desidratação com película, livros e outros produtos)

  • Óleo de rícino

  • Álcool cetílico (também chamado óleo palmitílico, uma substância usada em determinados produtos cosméticos, tais como xampus e condicionadores)

  • Calcita (carbonato de cálcio)

  • Colônias

  • Contraceptivos

  • Corticosteroides (aplicados na pele)

  • Cosméticos

  • Lápis de cera

  • Desodorantes

  • Desodorizantes, sprays e refrescantes

  • Creme e pomada para eritema causado por fralda

  • Dicloro (herbicida)

  • Pilha seca (alcalina)

  • Amaciadores de roupa

  • Produtos brilhantes, tais como bastões luminosos e colares brilhantes

  • Glicerol

  • Monoestearato de glicerilo

  • Grafite

  • Gomas (tais como acácia, ágar e ghatti)

  • Loções, cremes e higienizadores (à base de álcool) para as mãos

  • Peróxido de hidrogênio (3% medicinal)

  • Incenso

  • Marcadores permanentes

  • Tinta (a quantidade em uma caneta esferográfica)

  • Sais de iodeto

  • Caulim (argila branca)

  • Lanolina

  • Cápsulas para lavar roupas (detergentes)

  • Lápis de “chumbo” (que na verdade são feitos de grafite)

  • Ácido linoleico

  • Óleo de linhaça (não aquecido)

  • Marcadores mágicos

  • Fósforos

  • Metilcelulose

  • Óleo mineral†

  • Massa de modelagem

  • Jornal

  • Tinta (aquarela ou à base de água)

  • Perfumes

  • Vaselina

  • Alimentos vegetais (domésticos)

  • Polietilenoglicol, tal como estearato de polietilenoglicol

  • Polissorbato

  • Massa de vidraceiro

  • Sachês (óleos essenciais, pós)

  • Loções e cremes de barbear

  • Sílica (dióxido de silício)

  • Sabonete e produtos de limpeza para pele (incluindo sabonete para as mãos)

  • Espermacete

  • Amido e apresto

  • Ácido esteárico

  • Protetor solar

  • Talco (exceto quando inalado)

  • Dióxido de titânio

  • Pasta de dentes com ou sem flúor

  • Triacetina (triacetato glicérico)

  • Vitaminas (suplementos multivitaminados para crianças com ou sem ferro)

  • Vitaminas (suplementos multivitaminados sem ferro)

  • Cera ou parafina

  • Óxido de zinco

  • Óxido de zircônio

*Quase qualquer substância ingerida em grandes quantidades pode ser tóxica.

† Substâncias moderadamente viscosas (espessas), como óleos e detergentes, não são tóxicas quando ingeridas, mas podem causar lesões pulmonares significativas se forem inaladas ou aspiradas em direção aos pulmões.

Quem corre risco de intoxicação ou envenenamento?

As pessoas que correm mais risco de intoxicação ou envenenamento incluem:

  • Crianças pequenas, pois tendem a colocar objetos na boca

  • Pessoas mais idosas que podem ficar confusas e misturar seus medicamentos

  • Operários cujos trabalhos envolvam produtos químicos

  • Pessoas que abusam de drogas, principalmente medicamentos opioides como oxicodona, heroína e fentanila

  • Os suicidas, que podem tomar venenos propositalmente. As pessoas que fazem isso ou pensam nisso devem buscar ajuda para sua saúde mental

Quais são os sintomas de intoxicação ou envenenamento?

Os sintomas variam, dependendo do tipo e da quantidade de produto tóxico ou veneno. Os sintomas também podem variar dependendo da idade e do estado de saúde. Os sintomas podem surgir imediatamente. Ou podem se passar horas ou até mesmo dias para se observar qualquer sintoma.

Possíveis sintomas de intoxicação ou envenenamento:

  • Vômitos

  • Dificuldade em respirar

  • Confusão, sonolência ou perda de consciência

  • Dor na barriga

Alguns produtos tóxicos ou venenos podem não provocar sintomas até causarem lesões em algumas partes do corpo, como os rins ou o fígado.

O que devo fazer se alguém tiver sofrido uma intoxicação ou envenenamento?

Se uma pessoa parecer muito doente e puder ter sofrido uma intoxicação ou envenenamento, ligue para o pronto-atendimento (911 na maioria das áreas dos Estados Unidos).

Se uma pessoa que puder ter sofrido uma intoxicação ou envenenamento não parecer muito doente, ligue para o centro de informação antiveneno para pedir orientações (1-800-222-1222 nos Estados Unidos). Muitas vezes, as pessoas podem ser tratadas em casa. A Organização Mundial da Saúde fornece um diretório mundial de centros de envenenamento.

Se alguém sofrer uma intoxicação ou envenenamento:

  • Procure descobrir qual foi o produto tóxico ou veneno

  • Descubra quanto produto tóxico ou veneno foi ingerido

  • Se o produto tóxico ou veneno for um produto de limpeza ou medicamento, traga o recipiente original para o hospital para que o médico possa vê-lo

Não tente fazer a pessoa vomitar, exceto por recomendação de um médico do centro de informação antiveneno.

Para um vazamento de produto químico:

  • Retire qualquer vestuário, calçados ou joias que entraram em contato com o produto químico

  • Lave bem a pele com água e sabonete

  • Se o produto tóxico ou veneno tiver afetado os olhos, lave-os com água ou soro fisiológico (água salgada sem germes)

Se for intoxicado por um gás tóxico, apanhe ar fresco imediatamente. Se estiver ajudando alguém que foi intoxicado por produtos químicos tóxicos ou gases, evite que você também se intoxique. Somente profissionais com equipamentos de proteção devem entrar em uma área com produtos químicos tóxicos ou gases.

Como os médicos diagnosticam intoxicação ou envenenamento?

Os médicos farão perguntas para descobrir qual foi o produto tóxico ou veneno e o quanto foi ingerido.

Se não for possível encontrar o recipiente original, os médicos poderão identificar os comprimidos olhando a cor e as marcações em quaisquer comprimidos que sobraram.

Como os médicos tratam intoxicação ou envenenamento?

A maioria das pessoas que sofrer uma intoxicação ou envenenamento se recuperará. Algumas pessoas podem precisar de cuidados hospitalares.

Com o tempo, o corpo se livra espontaneamente da maioria dos produtos tóxicos ou venenos. Dependendo do tipo de produto tóxico ou veneno, os médicos podem:

  • Administrar medicamentos para fazer com que a frequência cardíaca e pressão arterial da pessoa voltem ao normal

  • Colocar a pessoa em um aparelho de respiração (respirador) para ajudá-la a respirar

  • Dar-lhe carvão ativado, o que pode impedir que os produtos tóxicos ou venenos ingeridos cheguem ao sangue

  • Administrar-lhe um medicamento que aja contra um tipo específico de produto tóxico ou veneno (antídoto)

  • Usar um filtro especial para retirar os produtos tóxicos ou venenos do sangue (um procedimento chamado hemodiálise)

Ao contrário do que é divulgado na televisão, somente poucos produtos tóxicos e venenos têm antídotos. Felizmente, há um antídoto para fármacos opioides (como heroína). Este antídoto, naloxona, pode salvar a vida de uma pessoa que sofreu uma superdosagem de opioides.

Como posso prevenir uma intoxicação ou envenenamento?

  • Mantenha os medicamentos em suas embalagens originais para evitar que sejam confundidos

  • Mantenha produtos de limpeza doméstica, medicamentos e outros possíveis produtos tóxicos ou venenos em locais inacessíveis a crianças

  • Nunca coloque produtos tóxicos ou venenosos em xícaras ou garrafas usadas para beber

  • Siga as instruções de uso de medicamentos e produtos domésticos

  • Descarte medicamentos vencidos ou desnecessários escondendo-os em areia sanitária para gatos ou em outro material desagradável, ou ligue para a farmácia para orientação sobre o descarte

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Modelos 3D
Visualizar tudo
Coluna vertebral e medula espinhal
Modelo 3D
Coluna vertebral e medula espinhal

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS