Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Insuficiência hepática

Por

Danielle Tholey

, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa fev 2021| Última modificação do conteúdo fev 2021
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos

A insuficiência hepática define-se como uma grave deterioração da função do fígado.

Causas

Complicações

Há muitos efeitos decorrentes do funcionamento inapropriado do fígado:

Sintomas de insuficiência hepática

As pessoas com insuficiência hepática geralmente apresentam ascite, encefalopatia hepática e saúde deteriorada. A cor amarela da pele e da parte branca dos olhos é provocada pela icterícia. A ascite pode fazer com que o abdômen fique inchado. A encefalopatia hepática pode provocar confusão ou sonolência. A maioria das pessoas também apresenta sintomas gerais, como fadiga, fraqueza, náuseas e perda de apetite.

Unable to find ViewModel builder for Vasont.Multimedia.

O hálito pode ter um odor adocicado.

As pessoas podem formar hematomas e sangrar com facilidade. Por exemplo, um sangramento breve em outras pessoas (devido a um pequeno corte ou sangramento nasal) pode não parar sozinho e pode até ser difícil de ser controlado pelos médicos. Perda de sangue pode resultar em baixa pressão arterial (hipotensão) e choque Hipotensão arterial e choque .

Na insuficiência hepática aguda, uma pessoa que aparentemente esteja bem de saúde pode encontrar-se a um passo da morte, no espaço de alguns dias. A insuficiência hepática aguda é uma emergência médica e, se possível, as pessoas devem ser avaliadas em um centro de transplante de fígado. Na insuficiência hepática crônica, a deterioração da saúde pode ser muito gradual até que ocorra um evento dramático, como sangue nos vômitos ou nas fezes. A presença de sangue nos vômitos ou nas fezes é geralmente provocada pelo sangramento de veias varicosas no esôfago e no estômago.

Em caso de insuficiência renal, a quantidade de urina produzida e excretada do corpo diminui, resultando no acúmulo de substâncias tóxicas no sangue.

A respiração acaba se tornando difícil.

Quando não é tratada a tempo, ou quando o distúrbio hepático é progressivo, a insuficiência hepática é fatal. Mesmo depois do tratamento, a insuficiência hepática pode ser irreversível. Algumas pessoas morrem de insuficiência renal. Algumas pessoas desenvolvem câncer hepático Considerações gerais sobre tumores no fígado Os tumores hepáticos podem ser não cancerosos (benignos) ou cancerosos (malignos). Os tumores hepáticos malignos classificam-se em primários (os que têm origem no fígado) ou metastá... leia mais .

Diagnóstico de insuficiência hepática

  • Avaliação médica

  • Exames de sangue

Os médicos geralmente podem diagnosticar a insuficiência hepática com base nos sintomas e nos resultados de um exame físico. Os exames de sangue são realizados para avaliar a função hepática que, em geral, está bastante comprometida.

Para verificar as causas possíveis, os médicos perguntam sobre todas as substâncias que podem ter sido ingeridas, incluindo medicamentos com e sem receita, produtos herbais e suplementos nutricionais. Os exames de sangue também são realizados para identificar as causas prováveis.

Outros exames, como exames de urina, outros exames de sangue e, frequentemente, radiografia do tórax, são realizados para verificar a presença de problemas que podem se desenvolver, incluindo deterioração da função cerebral, insuficiência renal Insuficiência renal e infecções. Dependendo dos sintomas da pessoa, os exames podem ser repetidos com frequência.

Tratamento de insuficiência hepática

O tratamento depende da causa e dos sintomas específicos. A urgência do tratamento depende do fato de a insuficiência hepática ser aguda ou crônica, embora as bases do tratamento sejam as mesmas.

Restrição nutricional

As pessoas também devem limitar o consumo de sódio (em sal e diversos alimentos) para menos de 2.000 mg ao dia para evitar o acúmulo de líquido dentro do abdômen. O consumo de álcool é totalmente proibido, visto que pode agravar as lesões hepáticas.

Insuficiência hepática aguda

A insuficiência hepática aguda é uma emergência médica. Se possível, as pessoas devem ser avaliadas em um centro de transplante de fígado e tratadas em uma unidade de terapia intensiva. O tratamento pode incluir

  • Para pressão arterial baixa: Líquidos administrados por via intravenosa e medicamentos para elevar a baixa pressão arterial

  • Para encefalopatia hepática: Possíveis tratamentos, como lactulose (um laxante) e antibióticos

  • Para infecções: Antibióticos ou antifúngicos

  • Para concentrações baixas de glicose no sangue: Glicose (um tipo de açúcar) administrado por via intravenosa

  • Para sangramento: Transfusões de plasma fresco congelado (a parte líquida do sangue que contém proteínas que ajudam na coagulação sanguínea, chamadas fatores de coagulação sanguínea) e, quando necessário, sangue total

Se necessário, um tubo plástico para respiração é inserido pela boca para a traqueia e, às vezes, um ventilador mecânico Ventilação mecânica A ventilação mecânica é o uso de uma máquina para auxiliar a entrada e a saída de ar nos pulmões. Alguns indivíduos com insuficiência respiratória... leia mais é usado para ajudar na respiração.

Transplante de fígado

O transplante de fígado Transplante de fígado O transplante de fígado é a remoção cirúrgica de um fígado saudável ou, às vezes, de parte de um fígado saudável de uma pessoa viva que, em... leia mais , se realizado a tempo, pode restaurar a função hepática, por vezes, permitindo que a pessoa viva tanto quanto se não tivesse um distúrbio hepático. Entretanto, o transplante de fígado não é indicado para todas as pessoas com insuficiência hepática.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS