Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Transtorno Alimentar Restritivo Evitativo

Por

Evelyn Attia

, MD, Columbia University Medical Center;


B. Timothy Walsh

, MD, College of Physicians and Surgeons, Columbia University

Última revisão/alteração completa jun 2020| Última modificação do conteúdo jun 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
  • O transtorno alimentar restritivo evitativo pode causar perda de peso significativa, crescimento menor que o esperado em crianças, dificuldade em participar de atividades sociais normais e, às vezes, deficiências nutricionais potencialmente fatais.

  • O médico diagnostica a pessoa com base na natureza da restrição alimentar e seus efeitos, após ter descartado outras causas que a fazem comer muito pouco.

  • A terapia cognitivo-comportamental pode ajudar a pessoa a aprender a comer normalmente e ajudá-la a sentir menos ansiedade em relação ao que come.

O transtorno alimentar restritivo evitativo costuma começar na infância e, inicialmente, pode ser semelhante a uma alimentação seletiva, que é comum durante esta fase da vida. Por exemplo, é possível que a criança se recuse a comer alguns tipos de alimentos ou alimentos que têm uma determinada cor, consistência ou odor. No entanto, a alimentação seletiva geralmente diz respeito a apenas alguns alimentos e, ao contrário das crianças com aquele transtorno, as crianças que apresentam alimentação seletiva têm apetite normal, em geral comem o suficiente e crescem e se desenvolvem normalmente.

É possível que a pessoa com transtorno alimentar restritivo evitativo não coma, porque ela perdeu o interesse em comer ou porque acredita que comer tem consequências prejudiciais. É possível que ela evite determinados alimentos devido à sua cor, consistência ou odor.

Sintomas

A pessoa com transtorno alimentar restritivo evitativo come muito pouco e/ou evita comer determinados alimentos. É possível que ela coma tão pouco que acaba perdendo uma quantidade significativa de peso. Crianças com esse transtorno podem não crescer tanto quanto esperado.

Deficiências nutricionais ocorrem com frequência e podem ser fatais.

Devido aos seus problemas com alimentação, as pessoas com este transtorno talvez tenham dificuldade em participar de atividades sociais normais, como comer com outras pessoas e manter relacionamentos.

Diagnóstico

  • Avaliação médica

  • Exames para verificar a presença de transtornos físicos

  • Avaliação de outros transtornos mentais

O médico suspeita que a pessoa tem transtorno alimentar restritivo evitativo se ela evita alimentos ou come muito pouco e apresenta um ou mais dos seguintes quesitos:

  • Perda de peso excessiva ou, no caso de crianças, não crescer como esperado

  • Uma grave deficiência nutricional

  • A necessidade de alimentação por sonda ou de tomar suplementos nutricionais por via oral

  • Muita dificuldade de participar de atividades sociais normais e interagir com outras pessoas

  • Nenhuma evidência de imagem corporal distorcida

Geralmente, o médico também não diagnostica a pessoa com transtorno alimentar restritivo evitativo se ele identificar outro distúrbio ou tratamento médico (por exemplo, radioterapia ou quimioterapia) como sendo a causa.

Tratamento

  • Terapia cognitivo-comportamental

A terapia cognitivo-comportamental pode ser usada para ajudar a pessoa com o transtorno alimentar restritivo evitativo a comer normalmente. A terapia pode ajudá-las a se sentirem menos ansiosas sobre o que comem.

Mais informações

O seguinte é um recurso em inglês que pode ser útil. Vale ressaltar que O MANUAL não é responsável pelo conteúdo deste recurso.

  • National Eating Disorders Association (NEDA): Uma organização sem fins lucrativos de grande porte que dá acesso a ferramentas de triagem online, linha de assistência, fóruns e a uma ampla variedade de grupos de apoio (alguns virtuais)

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Teste os seus conhecimentos
Transtorno dissociativo de identidade
No transtorno dissociativo de identidade, anteriormente denominado transtorno de personalidade múltipla, duas ou mais identidades se alternam no controle da mesma pessoa. Qual das seguintes é a forma de desordem de identidade dissociativa que envolve múltiplas identidades que são aparentes para outras pessoas?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS