Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

Carregando

Fratura do rádio distal

(Fraturas do punho; fratura de Colles; fratura de Smith)

Por

Danielle Campagne

, MD, University of San Francisco - Fresno

Última modificação do conteúdo jul 2019
Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Recursos do assunto

As fraturas do rádio distal geralmente resultam de queda sobre a mão estendida.

(Ver também Visão geral das fraturas.)

A maioria das fraturas distais do rádio tem desvio ou angulação dorsal (algumas vezes chamada de fratura de Colles); são comuns, especialmente entre os idosos. Muitas vezes, o processo estiloide ulnar também é fraturado. Menos frequentemente, o desvio volar (chamado fratura de Smith) ocorre pela flexão do punho foi durante a lesão.

Sinais e sintomas

A fratura do punho (de Colles ou Smith) pode causar deformidade ou edema, o que pode lesar o nervo mediano; quando o nervo mediano é lesado, a ponta do segundo quirodáctilo fica insensível e o prensa entre o dedo mínimo o polegar é fraco.

Se a força do impacto é grande, o rádio poderá experimentar uma fratura impactada, encurtando o osso.

Podem ocorrer outras complicações (p. ex., rigidez, deformidade permanente, dor, osteoartrite, síndromes de dor regional complexas), em particular se a fratura se estender ou causar desvio ou angulação da articulação do punho.

Diagnóstico

  • Radiografias anteroposteriores e laterais

As manifestações clínicas podem incluir angulação ou desvio dorsal do segmento distal do rádio (deformidade em garfo de prata ou garfo de jantar), além de dor, edema e sensibilidade.

Em geral, as fraturas distais do rádio são visíveis nas incidências anteroposteriores e laterais. Ocasionalmente, a TC é necessária para identificar fraturas intra-articulares.

Tratamento

  • Redução fechada

  • Se a fratura estiver aberta ou se a redução não for bem sucedida, redução aberta

  • Tala volar

  • Acompanhamento ortopédico em 1 semana

A articulação é reduzida e imobilizada em 15 a 30° da extensão do punho com tala volar ou tala em forma de U (sugar tong) [ver figuras Tala volar e Tala em forma de U (<i >sugar tong</i>)]. A redução fechada costuma ser possível. Durante a redução fechada, pode-se tratar a dor no departamento de emergência com analgesia e opioides ou bloqueio de hematoma.

Tala volar

Tala volar

Tala em forma de U (sugar tong)

Tala em forma de U (sugar tong)

Redução aberta com fixação interna (RAFI) pode ser necessária nos casos a seguir:

  • A articulação está rompida.

  • A fratura resultou em impactação excessiva (encurtamento).

  • A redução fechada não foi bem-sucedida.

Pode-se usar talas ou cobertura protetora dos quirodáctilos para ajudar na redução fechada do raio distal. São usadas para manter os quirodáctilos em tração enquanto o raio (se angulado) é reduzido. A tração ajuda a estirar o fragmento distal para alongar o raio.

Deve-se aconselhar os pacientes a mover os dedos, cotovelo (se não estão imobilizados) e ombro todos os dias para evitar rigidez e elevar a mão para ajudar a controlar o edema.

Pontos-chave

  • A maioria das fraturas distais do rádio tem desvio ou angulação dorsal (algumas vezes chamada de fratura de Colles); são comuns, especialmente entre os idosos.

  • Fraturas do punho podem causar deformidade ou edema, que pode lesar o nervo mediano.

  • Fazer radiografias anteroposterior e lateral, que geralmente mostram fraturas distais do rádio, se presentes; no entanto, às vezes TC é necessária para identificar fraturas intra-articulares.

  • Tentar redução fechada seguida de imobilização com tala, mas se a redução fechada não for bem sucedida ou se a articulação estiver rompida ou excessivamente encurtada, considerar RAFI.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Como aplicar um imobilizador de joelho
Vídeo
Como aplicar um imobilizador de joelho
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema musculoesquelético completo
Modelo 3D
Sistema musculoesquelético completo

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS