Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Insuficiência istmocervical

(Incompetência istmocervical)

Por

Antonette T. Dulay

, MD, Main Line Health System

Última revisão/alteração completa out 2020| Última modificação do conteúdo out 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

A insuficiência istmocervical é uma abertura indolor do colo do útero, que resulta no parto do bebê durante o segundo trimestre de gestação.

  • Doenças do tecido conjuntivo que estão presentes no nascimento e lesões podem enfraquecer os tecidos do colo do útero.

  • Quando o colo do útero é fraco, o bebê pode nascer prematuramente.

  • A insuficiência istmocervical é identificada apenas depois de a mulher engravidar.

  • Para prevenir o parto prematuro, é possível que o médico costure o colo do útero para fechá-lo (cerclagem).

Complicações da gravidez, tais como a insuficiência istmocervical, são problemas que ocorrem apenas durante a gestação. Elas podem afetar a mulher, o feto ou ambos e surgir várias vezes durante a gestação. No entanto, a maioria das complicações da gravidez pode ser tratada.

Normalmente, o colo do útero (a parte inferior do útero) dilata apenas quando inicia o trabalho de parto, em resposta às contrações do útero. No entanto, em algumas mulheres, os tecidos do colo do útero são fracos. Assim, é possível que o colo do útero se abra (dilate) muito antes da data prevista do parto e o bebê pode nascer prematuramente.

Como localizar o colo do útero

Fases do trabalho de parto

Caso a mulher tenha insuficiência istmocervical, ela estará propensa a tê-la também em gestações futuras.

Causas da insuficiência istmocervical

A causa do enfraquecimento do colo do útero não é bem compreendida. Normalmente, não é possível identificar uma causa específica.

Quadros clínicos que aumentam o risco de ter um colo do útero fraco (fatores de risco) incluem

A maioria das mulheres com insuficiência cervical não tem nenhum dos quadros clínicos acima.

Sintomas da insuficiência istmocervical

Muitas mulheres não têm sintomas até que o bebê nasça prematuramente. Outras mulheres apresentam sintomas mais cedo. Esses sintomas podem incluir pressão na vagina, sangramento vaginal ou manchas de sangue, dor indefinida no abdômen ou nas costas e secreção vaginal.

Diagnóstico da insuficiência istmocervical

  • Ultrassonografia

A insuficiência istmocervical normalmente não é identificada até a mulher ter um bebê de modo prematuro.

O médico suspeita que a mulher tenha insuficiência istmocervical quando ela apresenta fatores de risco para ter um colo do útero fraco, como, por exemplo, histórico de abortos espontâneos durante o segundo trimestre.

É possível que o médico também suspeite da presença de insuficiência istmocervical durante um exame de rotina pré-natal, caso ele perceba que ocorreu uma dilatação precoce do colo do útero.

Se houver suspeita de insuficiência istmocervical, é realizada uma ultrassonografia com um aparelho portátil que é inserido na vagina (um procedimento denominado ultrassonografia transvaginal). Os achados feitos durante a ultrassonografia talvez sugiram insuficiência istmocervical. Por exemplo, se a ultrassonografia mostrar que uma mulher tem um colo do útero curto, sobretudo uma mulher que esteja em risco de apresentar insuficiência istmocervical, é possível que o médico monitore com atenção quanto à presença de sinais de trabalho de parto prematuro.

Tratamento da insuficiência istmocervical

  • Costurar ao redor ou através do colo do útero para prevenir que ele se abra precocemente

O médico pode colocar pontos ao redor ou através do colo do útero para evitar que ele se abra precocemente. Tais procedimentos são denominados de cerclagem cervical.

A cerclagem parece conseguir prevenir o parto prematuro em mulheres que tiveram dois ou mais abortos espontâneos durante o segundo trimestre. A cerclagem é realizada durante o primeiro trimestre, nessas e em outras mulheres que apresentam um risco elevado de ter insuficiência istmocervical. É possível também que a cerclagem venha a ser feita antes da 24ª semana (até o final do segundo trimestre) se o médico não souber o que aconteceu nas gestações anteriores, mas suspeita da presença de problemas em uma mulher cujo colo do útero é curto.

Já para outras mulheres, os médicos tentam usar a cerclagem apenas quando a mulher atende a todos os requisitos a seguir:

  • Fatores de risco que são altamente sugestivos de insuficiência istmocervical

  • Um colo do útero curto, detectado por ultrassonografia antes da 22ª à 24ª semana de gestação (o primeiro trimestre ou o início do segundo trimestre)

  • Partos prematuros anteriores

Realizar a cerclagem apenas nessas mulheres não parece aumentar o risco de elas terem um parto prematuro e reduz em 65% o número de cerclagens que atualmente está sendo realizado.

Caso haja suspeita de trabalho de parto prematuro após 22 a 23 semanas de gestação, é possível que o médico receite corticosteroides (para ajudar com o amadurecimento dos pulmões do feto) e repouso modificado (atividade modificada). O repouso modificado significa que a mulher deve descansar durante a maior parte do dia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Teste os seus conhecimentos
Câncer de vagina
O câncer da vagina é uma forma rara de câncer. Este câncer geralmente se desenvolve nas células de revestimento da vagina, geralmente em mulheres com mais de 60 anos. Qual das opções a seguir é o sintoma mais comum do câncer vaginal?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS