Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Bacteremia

Por

Paul M. Maggio

, MD, MBA, Stanford University Medical Center

Última revisão/alteração completa mar 2018| Última modificação do conteúdo mar 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Bacteremia é a presença de bactérias na corrente sanguínea.

  • A bacteremia pode resultar de atividades comuns (como escovação vigorosa dos dentes), de procedimentos médicos ou dentários, ou de infecções (como pneumonia ou infecção do trato urinário).

  • Ter uma articulação ou válvula cardíaca artificial, ou apresentar anormalidades da válvula cardíaca, aumenta o risco de a bacteremia persistir ou causar problemas.

  • A bacteremia geralmente não causa sintomas, mas, às vezes, acumulam-se bactérias em certos tecidos ou órgãos, causando infecções sérias.

  • Antes de se realizarem certos procedimentos dentários e médicos, são receitados antibióticos para pessoas com alto risco de complicações.

Geralmente, a bacteremia, particularmente se ocorrer durante atividades ordinárias, não causa infecções porque as bactérias estão geralmente presentes somente em números pequenos e são rapidamente removidas da corrente sanguínea pelo sistema imunológico. Porém, se as bactérias estiverem presentes por um período longo o bastante e forem suficientemente numerosas, particularmente em pessoas com um sistema imunológico enfraquecido, a bacteremia pode levar a outras infecções e às vezes ativar uma resposta séria por todo o corpo, chamada sepse.

As bactérias que não são removidas pelo sistema imunológico podem se acumular em vários lugares por todo o corpo, causando infecções, como as seguintes:

Na bacteremia, as bactérias tendem a se alojar e a se acumular em certas estruturas do corpo, como válvulas cardíacas anormais. As bactérias estão especialmente propensas a se acumular em qualquer material artificial presente no corpo, como cateteres intravenosos e articulações e válvulas cardíacas artificiais (prostéticas). Essas coleções (colônias) de bactérias podem permanecer anexadas aos locais e soltar bactérias na corrente sanguínea de forma contínua ou periódica.

Causas

A bacteremia pode ocorrer durante

  • Certas atividades comuns

  • Procedimentos médicos ou dentários

  • Certas infecções bacterianas

  • Injeção de drogas recreativas

Atividades comuns às vezes causam bacteremia em pessoas saudáveis. Por exemplo, escovar os dentes de forma vigorosa pode causar bacteremia porque bactérias que vivem nas gengivas, em volta dos dentes, são forçadas a entrar na corrente sanguínea. As bactérias também podem entrar na corrente sanguínea a partir do intestino, durante a digestão. A bacteremia que ocorre durante atividades ordinárias raramente leva a infecções.

Procedimentos médicos ou dentários podem levar à bacteremia. Durante procedimentos dentários (como durante a limpeza dos dentes por um higienista dentário), as bactérias que vivem nas gengivas podem ficar desalojadas e entrar na corrente sanguínea. A bacteremia também pode ocorrer quando são inseridos cateteres na bexiga ou tubos no trato digestivo ou urinário. As bactérias podem estar presentes na área em que o cateter ou tubo foi inserido (como a bexiga ou o intestino). Portanto, embora sejam usadas técnicas estéreis, esses procedimentos podem introduzir bactérias na corrente sanguínea. O tratamento cirúrgico de feridas infectadas, abscessos (acúmulos pus) e úlceras de decúbito pode desalojar as bactérias do local infectado, causando bacteremia.

Em algumas infecções bacterianas, tais como pneumonia e abscessos cutâneos, as bactérias podem entrar periodicamente na corrente sanguínea, causando bacteremia. Muitas infecções bacterianas comuns da infância causam bacteremia.

Injetar drogas recreativas pode causar bacteremia, pois as agulhas usadas estão normalmente contaminadas com bactérias e as pessoas muitas vezes não limpam sua pele de forma adequada.

Sintomas

Geralmente, a bacteremia que resulta de eventos comuns, tais como procedimentos dentários, é temporária e não causa sintomas. A bacteremia que resulta de outros quadros clínicos pode causar febre. Se pessoas com bacteremia apresentarem febre, frequência cardíaca rápida, calafrios, pressão arterial baixa, sintomas gastrointestinais (como dor abdominal, enjoo, vômito e diarreia), respiração rápida e/ou se tornarem confusas, elas provavelmente têm sepse ou choque séptico.

Diagnóstico

  • Cultura de uma amostra de sangue

Se houver suspeita de bacteremia, sepse ou choque séptico, os médicos geralmente coletam uma amostra de sangue para que possam cultivar a bactéria no laboratório e identificá-la. Se necessário, os médicos podem tentar cultivar as bactérias a partir de outras amostras (como urina ou escarro).

Prevenção

Pessoas com alto risco de complicações devido a bacteremia (como aquelas que têm uma válvula cardíaca ou articulação artificial, certas anormalidades da válvula cardíaca) muitas vezes recebem antibióticos antes dos procedimentos que podem causar bacteremia:

  • Procedimentos dentários

  • Tratamento cirúrgico de feridas infectadas

  • Inserção de cateteres na bexiga

Os antibióticos ajudam a prevenir a bacteremia e, assim, infecções e o desenvolvimento de sepse.

Tratamento

  • Antibióticos

Havendo uma infecção ou sepse, ela é tratada com antibióticos.

Os médicos removem as fontes de bactérias (como cateteres).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre a COVID-19
Vídeo
Considerações gerais sobre a COVID-19
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS