Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Infecção pelo vírus da imunodeficiência humana (HIV) e AIDS

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O que é o vírus da imunodeficiência humana (HIV)?

O vírus da imunodeficiência humana (human immunodeficiency virus, HIV) é um tipo de vírus chamado retrovírus. Ele causa a síndrome da imunodeficiência adquirida (acquired immunodeficiency syndrome, AIDS), que traz risco à vida.

O HIV é denominado vírus da imunodeficiência porque debilita (causa deficiência) o sistema imunológico. O sistema imunológico ajuda a nos defendermos contra infecções e câncer.

A infecção pelo HIV enfraquece o sistema imunológico porque mata certos tipos de glóbulos brancos chamados linfócitos CD4. Sem um número suficiente de linfócitos CD4, há mais chance de contrairmos alguns tipos de infecções e câncer.

  • A infecção por HIV enfraquece a defesa do organismo contra alguns tipos de infecção e câncer.

  • Não há cura para o HIV, mas os medicamentos contra o HIV fazem uma enorme diferença, pois retardam a multiplicação do vírus

  • Sem tratamento, o HIV causa AIDS

  • Começar os medicamentos contra HIV o mais rapidamente possível pode evitar os problemas relacionados à AIDS

  • As pessoas não morrem por causa do HIV em si, mas sim das complicações decorrentes de infecções e cânceres que contraem

  • Praticar sexo seguro, não compartilhar agulhas e não deixar que o sangue de outras pessoas entre em contato com o nosso pode ajudar a prevenir a infecção pelo HIV

O que é síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS)?

AIDS (do inglês “acquired immunodeficiency syndrome”) significa síndrome da imunodeficiência adquirida. Nem todas as pessoas com infecção pelo HIV têm AIDS. A AIDS é adquirida quando se tem infecção pelo HIV juntamente com:

  • Um número muito reduzido de linfócitos CD4

  • Certos tipos de infecção e câncer

Há muitas infecções e cânceres que definem a AIDS. Algumas dessas infecções e cânceres comuns incluem:

Pessoas com AIDS muitas vezes têm uma grave perda de peso, o que é chamado “emaciação da AIDS”.

O que causa a infecção pelo HIV?

Quando o vírus HIV invade um linfócito CD4, ele tira muitas cópias de si mesmo antes de matar a célula CD4 e liberar as cópias do vírus. Essas cópias passam a atacar outros linfócitos CD4, que fazem ainda mais cópias. Esse ciclo continua até que haja bilhões de HIV no organismo.

A infecção pelo HIV pode ser contraída por contato com líquidos corporais de uma pessoa infectada, principalmente:

  • Sangue

  • Sêmen

  • Líquidos vaginais

  • Leite materno

É raro contrair a infecção por contato com as lágrimas, urina ou saliva de uma pessoa. Esses líquidos transportam o vírus, mas em menores quantidades.

  • Pode-se contrair o HIV praticando sexo desprotegido com uma pessoa infectada

  • Pode-se contrair o HIV compartilhando agulhas com uma pessoa infectada

  • Crianças podem contrair o HIV de mães infectadas durante a gravidez, o nascimento e a amamentação

  • Porém, não é possível contrair HIV por tocar ou ficar próximo a uma pessoa com HIV

Quais são os sintomas de HIV?

Muitas pessoas não apresentam sintomas imediatamente. No intervalo de uma a quatro semanas após contrair o HIV, pode-se ter sintomas como:

  • Febre

  • Erupção cutânea

  • Nódulos no pescoço, nas axilas ou na virilha. Esses nódulos são linfonodos inchados, ou seja, órgãos minúsculos em forma de feijão que ajudam o organismo a combater infecções

  • Sensação de fraqueza e cansaço

Esses sintomas duram de três a catorze dias. Depois eles desaparecem e durante anos pode haver poucos ou nenhum sintoma.

Mais tarde, sem tratamento, o sistema imunológico debilitado passa a ter dificuldade em proteger o organismo contra infecções. Surgirão diferentes sintomas, dependendo do tipo de infecção que for contraída. Por exemplo, na infecção pulmonar, pode-se apresentar tosse e dificuldade para respirar. Na infecção no esôfago, pode-se sentir dor ao engolir. Uma infecção nos intestinos causará diarreia e perda de peso.

Como os médicos sabem se eu tenho HIV?

Em primeiro lugar, os médicos fazem um teste de triagem simples no sangue ou na saliva. Se o teste de triagem indicar sinais de HIV, os médicos farão outros exames de sangue confirmar o diagnóstico.

Se você tiver infecção por HIV, os médicos medirão a quantidade de HIV no sangue.

  • Essa quantidade é chamada a carga viral

A carga viral é um número importante para o paciente e o médico. Carga viral alta é ruim. Significa que há um grande número de vírus no corpo e que seu sistema imunológico está enfraquecido. Carga viral baixa é bom. Geralmente significa que seu tratamento está funcionando.

Os médicos também fazem exames de sangue regularmente para verificar a quantidade de células CD4 que você tem.

  • Isso é chamado a contagem de CD4

Uma contagem de CD4 elevada significa que seu sistema imunológico está forte. Uma contagem de CD4 baixa significa que seu sistema imunológico está enfraquecendo. Uma contagem de CD4 baixa pode significar que seus medicamentos pararam de agir ou que você deixou de tomá-los. Os medicamentos podem parar de funcionar porque o vírus desenvolveu resistência a eles. Quando a contagem de CD4 ficar muito baixa, pode ser necessário tomar medicamentos para prevenir infecções.

Saber que você tem HIV é importante, pois receber tratamento pode ajudá-lo a viver por mais tempo, permanecer mais saudável e não transmitir o vírus para outras pessoas.

Como os médicos tratam o HIV?

Os médicos não podem curar o HIV, mas eles podem usar medicamentos contra o HIV, denominados medicamentos antirretrovirais, para retardar a infecção:

  • Os medicamentos antirretrovirais fazem o HIV parar de se copiar e reduzem a quantidade de HIV no sangue.

  • Geralmente são tomados três ou mais medicamentos diferentes contra o HIV, pois esses medicamentos funcionam melhor em grupos

  • Muitas vezes são colocados vários medicamentos em um só comprimido; assim, não será necessário tomar tantos comprimidos

  • Os medicamentos contra o HIV precisam ser tomados durante a vida toda

  • Se você parar de tomar os medicamentos, mesmo que por um breve período, o HIV poderá voltar

Se você tomar os medicamentos exatamente como o médico prescrever, poderá viver com a infecção pelo HIV por muito tempo.

Os médicos poderão lhe dar outros medicamentos para:

  • Prevenir outras infecções, como candidíase e pneumonia

  • Ajudar nos efeitos colaterais, como fraqueza e perda de peso

Não deixe de informar a todos os seus médicos quais medicamentos contra o HIV você está tomando antes que eles lhe prescrevam outros medicamentos.

Como posso prevenir o HIV?

Você pode prevenir o HIV praticando sexo seguro e não compartilhando agulhas.

  • Use um preservativo de látex durante as relações sexuais e use-o corretamente para que tenha menos probabilidade de vazar ou romper-se

  • Não use vaselina ou outro lubrificante oleoso com os preservativos, pois isso pode enfraquecê-los

  • Faça testes para HIV e peça a seu(sua) parceiro(a) que também faça o teste antes de vocês praticarem qualquer atividade sexual juntos

  • Não compartilhe agulhas ou seringas com ninguém

  • Use luvas de látex caso possa entrar em contato com sangue ou outros líquidos corporais de outra pessoa

  • Se estiver grávida, faça um teste de HIV para que seu médico possa iniciar os medicamentos e evitar que seu bebê contraia a infecção

Você também pode tomar medicamentos contra o HIV antes da exposição ao HIV, o que é chamado profilaxia pré-exposição (preexposure prophylaxis, PrEP). Mas os medicamentos são caros e geralmente são prescritos somente a pessoas que têm alto risco de infecção, como pessoas que têm um(a) parceiro(a) com HIV.

Se você já tem HIV, pode prevenir a disseminação da infecção a outras pessoas praticando sexo seguro e não compartilhando agulhas.

Ainda não existe uma vacina para prevenir a infecção pelo HIV.

Onde posso saber mais sobre o HIV?

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS