Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Taquicardia ventricular

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa ago 2018| Última modificação do conteúdo ago 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
Recursos do assunto

O coração é um músculo que bombeia sangue para o corpo todo. A frequência cardíaca é a velocidade com que o coração bate. O coração deve ter sempre um batimento rítmico, regular, como o tique-taque de um relógio.

O coração tem quatro câmaras. Os átrios são as duas câmaras superiores do coração. Os ventrículos são as duas câmaras inferiores do coração. Os átrios bombeiam sangue para os ventrículos. Os ventrículos bombeiam sangue para os pulmões e o corpo (consulte também Biologia do coração).

Células marca-passo especiais em uma parte dos átrios chamada nódulo SA enviam sinais elétricos regulares para o músculo cardíaco para que ele se contraia.

O sistema de condução do coração tem tiras de tecido diminutas parecidas a fios elétricos. O sistema de condução transporta os sinais de marca-passo para o restante do coração. Os sinais precisam chegar a todas as células do músculo cardíaco no momento certo para que o coração realize um batimento bom e forte que irá bombear o sangue adequadamente.

O que é taquicardia ventricular?

Taquicardia ventricular é um tipo de ritmo cardíaco anormal. “Taqui” significa rápido e “cardia” é algo relacionado ao seu coração. Assim, a taquicardia ventricular é um batimento cardíaco muito acelerado que começa nos ventrículos do coração.

  • O sintoma mais comum são palpitações (sentir os batimentos de seu coração)

  • Você pode também ter dificuldade em respirar, desconforto torácico e desmaio

  • Às vezes, a taquicardia ventricular se transforma em fibrilação ventricular que é fatal se não for tratada rapidamente

  • Os médicos realizam um eletrocardiograma (ECG) para diagnosticar a taquicardia ventricular

  • Os médicos geralmente aplicam um choque elétrico (cardioversão) ou administram medicamentos para fazer o batimento cardíaco voltar ao normal

  • Se você tiver taquicardia ventricular com muita frequência, pode precisar de um desfibrilador implantável (CDI)

Algumas vezes, a taquicardia ventricular é de apenas 3 ou 4 batimentos ventriculares prematuros consecutivos e, em seguida, seu coração volta a uma frequência e ritmo normais. Taquicardia ventricular sustentada é quando o ritmo anormal dura mais de 30 segundos. A taquicardia ventricular persistente pode continuar por um longo período de tempo.

O que causa taquicardia ventricular?

A taquicardia ventricular ocorre quando algumas das células do ventrículo começam agir como células marca-passo. Se elas tiverem ritmo mais rápido do que as células marca-passo normais, elas podem tomar seu coração e fazer com que ele bata muito rapidamente.

A taquicardia ventricular sustentada ocorre geralmente em pessoas idosas com problemas cardíacos, como:

Outras causas podem incluir:

  • Síndrome do QT longo (um circuito elétrico anormal que pode desencadear uma taquicardia ventricular súbita ou mesmo arritmias mais perigosas quando você se exercita ou se sente estressado)

  • Alguns tipos de medicamentos

  • Síndrome de Brugada (uma doença cardíaca hereditária que aumenta o risco de a taquicardia ventricular e de outras arritmias)

Quais são os sintomas de taquicardia ventricular?

Os sintomas de taquicardia ventricular incluem:

  • Palpitações

  • Sensação de fraqueza e atordoamento

  • Desconforto no tórax

Quais são as complicações da taquicardia ventricular?

A taquicardia ventricular sustentada pode causar problemas mais perigosos, como:

  • Baixa pressão arterial e, às vezes, desmaio, já que o coração não bombeia sangue tão bem como deveria

  • Parada cardíaca (quando o coração para de bater)

Como os médicos sabem se eu tenho taquicardia ventricular?

Os médicos sentem seu pulso e realizam:

Um ECG é um teste rápido e indolor que mede a atividade elétrica do coração usando adesivos e cabos no tórax, braços e pernas.

Se o ECG revelar taquicardia ventricular, os médicos geralmente realizarão:

  • Exames de sangue para verificar a presença de níveis anormais de eletrólitos e sinais de lesão cardíaca

Como os médicos tratam taquicardia ventricular?

Os médicos precisam tratar a taquicardia ventricular apenas se:

  • Você tiver sintomas

  • Você tiver taquicardia ventricular sustentada

Imediatamente, os médicos a tratam com:

  • Cardioversão

Na cardioversão, os médicos aplicam um choque elétrico curto no coração. Eles aplicam o choque por meio de almofadas pegajosas no peito ou, às vezes, pás que seguram contra o tórax. O choque interrompe a taquicardia para que o coração possa retomar seu ritmo normal. Você pode precisar de vários choques. Os médicos irão lhe administrar medicamentos em um cateter IV para você ficar sonolento e não sentir dor.

Certos medicamentos IV podem, às vezes, interromper a taquicardia, mas geralmente os médicos preferem a cardioversão, porque é mais rápida e mais segura.

Se você continuar tendo taquicardia ventricular, pode ser necessário:

  • Um cardioversor desfibrilador implantável (CDI)

Um CDI é um dispositivo implantado sob a pele do tórax ou da barriga. O dispositivo é conectado ao seu coração com fios para que possa monitorar seu batimento cardíaco. Ele pode lhe aplicar automaticamente um choque e reiniciar seu coração se você tiver taquicardia ventricular ou fibrilação ventricular.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Como as válvulas cardíacas funcionam
Vídeo
Como as válvulas cardíacas funcionam
O coração é um músculo pulsante que bombeia sangue para todo o corpo. No interior do coração...
Fibrilação Atrial
Vídeo
Fibrilação Atrial
O coração é um músculo que se contrai de forma rítmica durante toda a vida. Cada batimento...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS