Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Deficiência de ácido fólico

(Deficiência de ácido fólico)

Por

Larry E. Johnson

, MD, PhD, University of Arkansas for Medical Sciences

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A deficiência de ácido fólico é comum. Visto que o organismo armazena apenas pequenas quantidades de ácido fólico, uma dieta que não o contenha ocasiona a sua deficiência em poucos meses.

  • Não comer uma quantidade suficiente de verduras folhosas cruas e frutas cítricas pode causar deficiência de ácido fólico.

  • Anemia, causando fadiga, palidez, irritabilidade, falta de ar e tonturas pode se desenvolver.

  • Uma deficiência grave pode causar vermelhidão e dor na língua, diarreia, redução do paladar, depressão, confusão e demência.

  • Se uma gestante apresentar deficiência de ácido fólico, o risco de ter um bebê com um defeito congênito da medula espinhal ou do cérebro é elevado.

  • O diagnóstico é baseado em exames de sangue.

  • Suplementos de ácido fólico ingeridos por via oral podem corrigir a deficiência.

O ácido fólico é uma vitamina do complexo B. Juntamente com a vitamina B12, o folato é necessário para a formação de glóbulos vermelhos normais e para a síntese do DNA (ácido desoxirribonucleico), ou seja, o material genético das células. O ácido fólico também é necessário para o desenvolvimento normal do sistema nervoso do feto.

Boas fontes de ácido fólico incluem verduras de folhas verdes cruas, aspargos, brócolis, frutas (especialmente frutas cítricas), fígado, outras vísceras, levedura seca e pães, massas e cereais enriquecidos. O cozimento prolongado destrói entre 50% e 95% do ácido fólico nos alimentos.

Nos Estados Unidos e no Canadá, o ácido fólico é adicionado para enriquecer alimentos feitos de cereais. O ácido fólico em suplementos ou alimentos enriquecidos é mais fácil de ser absorvido pelo organismo do que o ácido fólico que ocorre naturalmente nos alimentos.

Gestantes ou mulheres em idade fértil devem tomar suplementos de ácido fólico para reduzir o risco de ter um bebê com um defeito congênito, principalmente defeitos do tubo neural. Doses mais altas de ácido fólico são, com frequência, receitadas para mulheres que tiveram um bebê com defeito do tubo neural.

Mulheres que estejam tomando tanto contraceptivos orais quanto medicamentos anticonvulsivantes podem precisar tomar suplementos de ácido fólico. Os medicamentos anticonvulsivantes podem reduzir a eficácia dos contraceptivos orais. Os suplementos de ácido fólico podem ajudar a manter a eficácia dos contraceptivos orais.

Os suplementos de ácido fólico não protegem contra doença arterial coronariana ou acidente vascular cerebral. Não existe evidência de que os suplementos de ácido fólico reduzam ou aumentem o risco de desenvolver vários tipos de câncer. A suplementação de ácido fólico não parece melhorar a função cognitiva em idosos.

O ácido fólico geralmente não é tóxico.

Causas

É possível que a deficiência de ácido fólico seja causada por

  • Consumo inadequado de ácido fólico (geralmente em pessoas que ingerem muito álcool ou estão desnutridas)

  • Absorção comprometida (síndromes de má absorção tais como doença celíaca ou determinados medicamentos)

  • Um aumento da necessidade de ácido fólico (por exemplo, devido à gravidez ou amamentação)

Pessoas que bebem grandes quantidades de álcool não consomem uma quantidade suficiente de ácido fólico, porque, muitas vezes, substituem a comida pelo álcool. Essas pessoas são, geralmente, desnutridas. Além disso, o álcool consumido em grandes quantidades interfere na absorção e no processamento (metabolismo) do ácido fólico.

Os distúrbios de má absorção (por exemplo, doença celíaca) interferem na absorção do ácido fólico.

As gestantes e as mulheres que estejam amamentando e as pessoas submetidas à diálise podem desenvolver essa deficiência, porque a necessidade de ácido fólico é maior.

Alguns medicamentos diminuem a absorção dessas vitaminas. Eles incluem

Outros medicamentos interferem no metabolismo do ácido fólico. Incluem

  • Metotrexato (utilizado para tratar câncer e artrite reumatoide)

  • Triantereno (utilizado para tratar hipertensão arterial)

  • Metformina (utilizada para tratar diabetes)

  • Trimetoprima-sulfametoxazol (um antibiótico)

Sintomas

A deficiência de ácido fólico causa anemia que se desenvolve gradativamente e pode ser mais grave do que os sintomas sugerem. A fadiga pode ser o primeiro sintoma.

Além dos sintomas gerais de anemia (por exemplo, palidez, irritabilidade, falta de ar e tontura), a deficiência de ácido fólico, caso seja grave, pode causar vermelhidão e dor na língua, diarreia, redução do paladar, perda de peso e depressão.

Se uma gestante apresentar deficiência de ácido fólico, ocorre um aumento do risco de ter um bebê com um defeito congênito da medula espinhal ou cérebro (defeito do tubo neural).

Você sabia que...

  • Se uma gestante tiver deficiência de ácido fólico, ela corre um risco maior de ter um bebê com um defeito congênito do cérebro ou da medula espinhal.

Diagnóstico

  • Exames de sangue

Se um exame de sangue detectar a presença de glóbulos vermelhos grandes em uma pessoa com anemia ou desnutrição, o médico medirá o nível de ácido fólico no sangue. Um valor baixo é indicativo de deficiência de ácido fólico.

O médico também mede os níveis da vitamina B12 para descartar a presença de deficiência de vitamina B12, pois essa deficiência também pode causar anemia e glóbulos vermelhos grandes. O médico precisa descartar a possibilidade de deficiência de vitamina B12 antes de tratar a deficiência de ácido fólico em pessoas com anemia. A anemia pode diminuir em pessoas com deficiência de vitamina B12 que forem tratadas com ácido fólico. Porém, a suplementação de ácido fólico não melhora os danos aos nervos causados por deficiência de vitamina B12 e pode até fazer com que ela piore.

Prevenção e tratamento

  • Suplementos de ácido fólico

Para ajudar a prevenir a deficiência de ácido fólico, as pessoas que estão recebendo medicamentos que interferem na absorção ou no metabolismo de ácido fólico devem tomar suplementos desse ácido.

Tomar doses diárias de um suplemento de ácido fólico consegue tratar com eficácia essa deficiência.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
Vídeo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
O corpo humano precisa de várias vitaminas e minerais para se desenvolver. Muitos desses nutrientes...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS