Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Mastoidite

Por

Richard T. Miyamoto

, MD, MS, Indiana University School of Medicine

Última revisão/alteração completa mai 2019| Última modificação do conteúdo mai 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

A mastoidite é uma infecção bacteriana da apófise mastoide, que é o osso proeminente que se encontra atrás do ouvido.

Essa doença costuma ocorrer quando uma otite média aguda não tratada ou inadequadamente tratada se dissemina do ouvido médio ao osso que o circunda – a apófise mastoide. A maior parte das infecções do osso mastoide é causada pela bactéria pneumococos. Vacinas pneumocócicas conjugadas diminuíram significativamente a infecção por pneumococos, e a mastoidite é incomum. Uma mastoidite tratada de forma incorreta pode provocar surdez, infecção do sangue (sepse), infecção das membranas que envolvem o cérebro (meningite), formação de abscessos cerebrais ou morte.

Sintomas

De modo geral, os sintomas da mastoidite se manifestam dias ou semanas depois de a otite média aguda ter ocorrido, à medida que a infecção, em disseminação, destrói a parte interna da apófise mastoide. Pode-se formar uma coleção de pus (abscesso) no osso. A pele que cobre a apófise mastoide pode ficar vermelha, inchada e dolorida e o ouvido externo é pressionado para os lados e para baixo. Febre, dor em volta e dentro do ouvido e uma secreção profusa e espessa constituem outros dos sintomas. A dor tende a ser persistente e latejante. A perda da audição pode se tornar progressivamente pior.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

  • Às vezes, tomografia computadorizada (TC)

Os médicos normalmente fazem o diagnóstico baseando-se nos sintomas da pessoa. Algumas vezes os médicos realizam uma TC para confirmar o diagnóstico. Para identificar a bactéria que está causando a infecção, os médicos coletam amostras da secreção do ouvido para que a bactéria na secreção possa crescer em um laboratório (cultivada).

Tratamento

  • Antibióticos por via intravenosa e via oral

  • Às vezes, cirurgia

A maioria das pessoas com mastoidite recebe imediatamente um antibiótico (como ceftriaxona ou vancomicina) por via intravenosa. As pessoas que não estão seriamente doentes podem, ao invés disso, receber um antibiótico fluoroquinolona (como ciprofloxacino) por via oral. Após este tratamento inicial, os médicos utilizam os resultados da cultura de laboratório para determinar o melhor antibiótico a ser utilizado. A administração dos antibióticos pode ser feita por via oral quando a pessoa começa a se recuperar e também durante pelo menos mais duas semanas. Se um abscesso tiver se formado no osso, ou se uma infecção e inflamação se tornar crônica, será necessária a remoção cirúrgica da parte infectada do osso (mastoidectomia) e uma cirurgia corretiva.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Tonsilectomia
Vídeo
Tonsilectomia
As amígdalas são duas massas glandulares de tecido semelhante a linfonodo que estão localizadas...
Modelos 3D
Visualizar tudo
Otite externa
Modelo 3D
Otite externa

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS