Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Candidíase

(Candidosis; Moniliasis; Yeast Infection)

Por

Sanjay G. Revankar

, MD, Wayne State University School of Medicine

Última revisão/alteração completa set 2019| Última modificação do conteúdo set 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

A candidíase é uma infecção causada por várias espécies de Candida, principalmente Candida albicans.

  • O tipo mais comum de candidíase é uma infecção superficial da boca, vagina ou pele que causa manchas brancas ou vermelhas e coceira, irritação ou ambas.

  • As pessoas cujo sistema imunológico esteja enfraquecido podem ter várias infecções sérias do esôfago e outros órgãos internos.

  • Uma amostra de material infectado é examinada ao microscópio e enviada para cultura.

  • Os medicamentos antifúngicos podem ser aplicados diretamente na área afetada ou tomados por via oral, mas as infecções sérias requerem administração pela veia.

O Candida está normalmente presente na pele, no aparelho digestivo e na região genital das mulheres. Geralmente, Candida nessas áreas não causa problemas. Porém, os fungos por vezes causam infecções da pele, infecções da boca (que afetam as membranas mucosas) ou infecções da vagina. Essas infecções podem surgir em pessoas com o sistema imunológico saudável, mas são mais comuns ou persistentes nas que apresentam diabetes, câncer ou AIDS e nas mulheres grávidas. Candidíase da boca e do esôfago é comum entre pessoas com AIDS. A candidíase também é mais comum em pessoas que recebem tratamentos com antibióticos, porque os antibióticos matam as bactérias que normalmente vivem no corpo e competem com a Candida, permitindo que ela cresça de forma descontrolada.

A candidíase é incômoda, mas raramente fatal. Entretanto, algumas formas de candidíase são sérias. Incluem

  • Candidíase invasiva

  • Candidemia (a forma mais comum de candidíase invasiva)

Na candidíase invasiva, a infecção se dissemina para outras partes do corpo, como válvulas cardíacas, cérebro, baço, rins e olhos. A candidíase invasiva ocorre principalmente em pessoas com o sistema imunológico debilitado e em pessoas hospitalizadas. A candidíase é uma das infecções mais comuns adquiridas no hospital.

A candidíase do esôfago é uma das doenças indicativas de que a infecção pelo HIV evoluiu para AIDS (o que se denomina uma doença definidora de AIDS).

A candidemia é uma infecção séria da corrente sanguínea. Nos Estados Unidos, Candida é uma causa comum de infecções da corrente sanguínea. O risco de desenvolver essa infecção aumenta em certas condições, como:

  • Cirurgia de grande porte

  • Uso de cateteres ou tubos intravenosos, principalmente um tubo inserido em uma das vias grandes do pescoço, região superior do tórax ou na virilha (cateter venoso central) ou uma sonda usada para fornecer nutrição (alimentação intravenosa)

  • Uso de certos antibióticos

A candidemia muitas vezes é fatal se não for tratada imediatamente.

Sintomas

A infecção da boca (candidíase) causa o seguinte:

  • Manchas brancas cremosas e dolorosas dentro da boca

  • Rachaduras nas comissuras da boca (queilite)

  • Língua vermelha, dolorida e lisa

Candidíase da boca

As manchas no esôfago causam dor ao engolir.

Quando a pele é infectada, desenvolve-se uma erupção cutânea com queimação. Alguns tipos de erupção cutânea na área da fralda são causados por Candida.

Se a infecção se espalhar para outras partes do corpo, ela é mais séria. Pode causar febre, sopro cardíaco, aumento do baço, pressão arterial perigosamente baixa (choque) e menor produção de urina. Uma infecção da retina e das partes internas do olho pode causar cegueira. Se a infecção for grave, vários órgãos podem parar de funcionar e causar a morte.

Diagnóstico

  • Exame e, às vezes, cultura de uma amostra de tecido infectado

  • Às vezes, exames de sangue

Muitas infecções causadas pelo Candida são aparentes em função apenas dos sintomas.

Para confirmar o diagnóstico, os fungos devem ser identificados pelo médico a partir de uma amostra da pele observada ao microscópio. Amostras de sangue ou outros tecidos infectados podem ser enviadas a um laboratório para fazer a cultura e examinar e assim identificar o fungo.

Os médicos podem fazer um exame de sangue chamado painel T2Candida para detectar Candida no sangue de modo rápido e preciso. Podem ser realizados outros testes que detectam material genético em micro-organismos, tais como a reação em cadeia da polimerase (PCR). O teste de PCR é usado para produzir muitas cópias de um gene de um micro-organismo, facilitando bastante a identificação do micro-organismo.

Se for diagnosticada candidemia, os médicos podem examinar os olhos para determinar se eles estão infectados.

Tratamento

  • Medicamentos antifúngicos

A candidíase, que afeta exclusivamente a pele ou a boca ou a vagina, pode ser tratada com a aplicação direta de medicamentos antifúngicos (por exemplo clotrimazol e nistatina) na área afetada. O médico pode receitar o medicamento antifúngico fluconazol para ser tomado por via oral.

Para infecções do esôfago, os médicos prescrevem medicamentos antifúngicos (como fluconazol ou itraconazol) para serem tomados por via oral. Se esses medicamentos forem ineficazes ou se a infecção for grave, outros medicamentos antifúngicos são usados. As escolhas incluem anidulafungina, caspofungina, micafungina ou anfotericina B administradas por veia (via intravenosa), voriconazol administrado por via oral ou intravenosa, e posaconazol administrado por via oral.

A candidíase que se disseminou pelo corpo é geralmente tratada com anidulafungina, caspofungina ou micafungina administrada por via intravenosa ou com fluconazol, que pode ser administrado por via intravenosa ou oral.

A candidíase é mais séria e resiste menos ao tratamento em pessoas com certas doenças, como o diabetes. Nas pessoas com diabetes, o controle dos níveis de glicose no sangue facilita a cura da infecção.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS