Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Vitaminas e minerais

Por

Adrienne Youdim

, MD, David Geffen School of Medicine at UCLA

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

As vitaminas e os minerais são nutrientes essenciais. Isto é, não podem ser sintetizados pelo organismo e, portanto, devem ser consumidos na dieta.

As vitaminas são classificadas como

  • Hidrossolúveis: Vitamina C e os oito membros do complexo da vitamina B

  • Lipossolúveis: Vitaminas A, D, E e K

Apenas as vitaminas A, E e B12 são armazenadas em grande quantidade no corpo.

Alguns minerais são necessários em grandes quantidades (cerca de 1 a 2 gramas diárias) e são considerados macronutrientes. Incluem cálcio, cloro, magnésio, fósforo (presente no corpo principalmente sob a forma de fosfato), potássio e sódio.

Os minerais requeridos em quantidades mínimas (microminerais) são considerados micronutrientes. Incluem cromo, cobre, flúor, iodo, ferro, manganês, molibdênio, selênio e zinco. Todos esses minerais, exceto o cromo, são encontrados em enzimas ou hormônios exigidos no metabolismo. O cromo ajuda o organismo a manter os níveis de açúcar no sangue dentro da normalidade. Os microminerais, como arsênio, cobalto, flúor, níquel, silício e vanádio, que podem ser essenciais na nutrição dos animais, não são considerados indispensáveis para a nutrição humana. O flúor ajuda a estabilizar o teor de minerais dos ossos e dentes através da formação de um composto estável de cálcio e, assim, ajuda a prevenir cáries dentárias. Todos os microminerais são tóxicos quando presentes em excesso e alguns deles (arsênio, níquel e crômio) foram identificados como cancerígenos.

Antioxidantes

Algumas vitaminas (como as vitaminas C e E) e alguns minerais (como o selênio) atuam como antioxidantes, tal como outras substâncias presentes em frutas, legumes e verduras (por exemplo, o betacaroteno). Os antioxidantes protegem as células contra os danos causados pelos radicais livres, que são subprodutos derivados da atividade normal das células. Os radicais livres participam prontamente de reações químicas – algumas úteis para o organismo e outras não – e são considerados como agentes que colaboram para disfunções, como distúrbios do coração e dos vasos sanguíneos e câncer. As pessoas que consomem quantidades adequadas de frutas, verduras e legumes com alto teor de antioxidantes estão menos propensas a desenvolver doenças do coração e dos vasos sanguíneos e certos tipos de câncer. No entanto, não se sabe se esse benefício se deve aos antioxidantes, às outras substâncias presentes em verduras, legumes e frutas ou a outros fatores desconhecidos.

Suplementos

É preferível ingerir vitaminas e minerais de alimentos do que de suplementos. Os alimentos, ao contrário dos suplementos, contêm outras substâncias necessárias às boas condições de saúde. Porém, pode ser difícil manter uma dieta sempre saudável e balanceada. Então, um suplemento multivitamínico com a ingestão diária recomendada de vitaminas e minerais é uma boa ideia, principalmente quando não for possível manter uma dieta saudável.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
Vídeo
Considerações gerais sobre vitaminas e minerais
O corpo humano precisa de várias vitaminas e minerais para se desenvolver. Muitos desses nutrientes...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS