Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Reabilitação de cirurgia do quadril

Por

Alex Moroz

, MD, New York University School of Medicine

Última modificação do conteúdo jul 2017
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

A reabilitação é iniciada o mais cedo possível após a cirurgia de fratura de quadril. Os primeiros objetivos podem ser aumento de força e prevenção de atrofia do lado não afetado. Inicialmente só é permitido exercício isométrico do membro afetado quanto estiver totalmente estendido. A colocação de um travesseiro sob o joelho está contraindicada pela possibilidade de causar contratura de flexão do quadril e do joelho.

Mobilização gradual do membro afetado geralmente resulta em deambulação completa. A velocidade da reabilitação depende parcialmente do tipo de cirurgia realizada. Por exemplo, após colocação de uma prótese de reposição de quadril, a reabilitação geralmente prossegue mais rápido, é necessário menos reabilitação e o resultado funcional é melhor do que após a fixação com parafuso e placa ou pino e placa. Idealmente, a sustentação completa do peso é iniciada no 2º dia após a cirurgia. Os exercícios de deambulação são iniciados após 4 a 8 dias (considerando que os pacientes possam suportar todo seu peso e manter o equilíbrio) e exercícios de subir escada são iniciados após 11 dias.

Pacientes aprendem a realizar exercícios diários para fortalecer os músculos do tronco e quadríceps do membro inferior afetada. Levantar prolongadamente e empurrar pesos, inclinar, tentar alcançar ou saltar pode ser lesivo. Durante a deambulação, a quantidade de estresse mecânico é aproximadamente a mesma se o paciente utilizar 1 ou 2 bengalas, mas utilizar 2 pode interferir em certas AVD. Os pacientes não devem sentar em cadeiras, particularmente em cadeiras baixas, ou por períodos prolongados e devem utilizar o braço da cadeira para apoio ao ficarem em pé. Ao sentarem, devem manter as pernas descruzadas.

Os terapeutas ocupacionais ensinam os pacientes a modificar as maneiras de realizar as BAVD e IAVD com segurança após a cirurgia de quadril, promovendo a cura e melhorando a mobilidade. Por exemplo, pacientes podem aprender o seguinte:

  • Manter o quadril corretamente alinhado

  • Lavar louça e passar roupa, sentados em um banco alto

  • Utilizar uma coxim para elevar o assento do carro ao entrar e sair

  • Utilizar dispositivos com cabos longos (p. ex., pinças, calçadeiras) para minimizar o abaixar

Esta instrução pode ocorrer no hospital, em ambientes de reabilitação de longo prazo, na residência do paciente logo após a alta ou em um ambulatório.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
Profissionais também leram

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS ANDROID iOS
PRINCIPAIS