Manual MSD

Please confirm that you are a health care professional

honeypot link

Barotrauma ótico

(Barotite média; Aerotite média)

Por

Richard T. Miyamoto

, MD, MS, Indiana University School of Medicine

Última modificação do conteúdo mar 2022
Clique aqui para acessar Educação para o paciente

É a otalgia ou dano à MT causado por rápidas mudanças na pressão.

Para manter a pressão igual em ambos os lados da membrana timpânica, o gás deve mover-se livremente entre a nasofaringe e a orelha média. Quando uma infecção do trato respiratório superior, alergia ou outro mecanismo interfere no funcionamento tubário, durante as alterações pressóricas do ambiente, a pressão na orelha média cai abaixo da atmosférica, ocasionando retração da membrana timpânica, ou se eleva acima dela, causando abaulamento. Com a pressão negativa da orelha média, um transudato de líquido pode se formar na cavidade timpânica. Com o aumento do gradiente pressórico, equimose e hematoma subepitelial podem se desenvolver na mucosa da orelha média e da membrana timpânica. Diferencial de pressão muito grande pode provocar sangramento, ruptura timpânica e desenvolvimento de fístula perilinfática através da janela redonda ou oval.

Os sintomas de barotrauma por otite são dor grave, perda auditiva condutiva e, se houver fístula perilinfática, perda auditiva neurossensorial Perda auditiva Em todo o mundo, cerca de meio bilhão de pessoas (quase 8% da população mundial) tem perda auditiva (1). Mais de 10% das pessoas nos EUA têm algum grau de perda auditiva que compromete sua comunicação... leia mais Perda auditiva e/ou vertigem Tontura e vertigem Tontura é um termo impreciso, usado, muitas vezes, por pacientes para descrever várias sensações relacionadas, incluindo Desmaios (uma sensação de síncope iminente) Visão turva Sensação de desequilíbrio... leia mais . Os sintomas geralmente pioram durante o rápido aumento da pressão do ar externo, tais como subida rápida (p. ex., durante o mergulho Barotrauma da orelha e seios da face Barotrauma é lesão tecidual causada por uma alteração relacionada com a pressão do volume de ar de um compartimento no corpo. Pode ocorrer na orelha (causando otalgia... leia mais ) ou descida (p. ex., durante viagens aéreas). Perda auditiva neurossensorial ou vertigem, ao longo da descida, sugere desenvolvimento de fístula perilinfática; os mesmos sintomas durante a subida de um mergulho em alto-mar podem ainda sugerir formação de bolhas de ar dentro da orelha interna.

Tratamento do barotrauma ótico

  • Métodos para equalizar a pressão (p. ex., bocejo, deglutição, goma de mascar)

O tratamento pessoal de rotina da dor decorrente de mudanças da pressão em uma aeronave é feito usando goma de mascar, bocejando e engolindo, assoprar fechando a boca e tampando o nariz e usar descongestionantes nasais.

Se há perda auditiva neurossensorial e vertigem, deve-se suspeitar de fístula perilinfática e exploração da orelha média para fechar a fístula é conduta considerada. Se a dor for intensa e a perda auditiva for condutiva, miringotomia é útil.

Prevenção de barotrauma ótico

Uma pessoa com congestão nasal em decorrência de infecção do trato respiratório superior ou alergia deve evitar o voo e o mergulho. Quando essas atividades são inevitáveis, um vasoconstritor nasal tópico (p. ex., fenilefrina 0,25 a 1,0%) é aplicado 30 a 60 minutos antes da descida e da subida.

Clique aqui para acessar Educação para o paciente
OBS.: Esta é a versão para profissionais. CONSUMIDORES: Clique aqui para a versão para a família
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS