Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Policitemia no recém-nascido

Por

Andrew W. Walter

, MS, MD, Sidney Kimmel Medical College at Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa out 2020| Última modificação do conteúdo out 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A policitemia é uma concentração anormalmente alta de glóbulos vermelhos.

  • Esse distúrbio pode resultar de pós-maturidade, diabetes na mãe, transfusões feto-fetais, nas quais o sangue flui de um feto para outro, ou baixa saturação de oxigênio no sangue do feto.

  • Uma concentração elevada de glóbulos vermelhos torna o sangue espesso (hiperviscosidade) e pode fazer o sangue fluir lentamente pelos pequenos vasos sanguíneos.

  • A maioria dos recém-nascidos afetados não apresenta sintomas, mas ocasionalmente apresenta coloração escura ou rosada, letargia, má alimentação e, muito raramente, convulsões.

  • O diagnóstico toma por base o resultado de um exame que mede a quantidade de glóbulos vermelhos no sangue.

  • Geralmente, não é necessário nenhum tratamento exceto hidratação.

  • Quando o recém-nascido apresenta sintomas, tratamento com uma exsanguineotransfusão parcial pode ser administrado para reduzir a concentração de glóbulos vermelhos.

Os glóbulos vermelhos contêm hemoglobina, uma proteína que confere a cor vermelha ao sangue e que permite a este transportar oxigênio dos pulmões a todos os tecidos corporais. Oxigênio é utilizado pelas células na produção da energia de que o corpo necessita, o que origina dióxido de carbono como produto residual. Os glóbulos vermelhos transportam o dióxido de carbono dos tecidos de volta para os pulmões.

A policitemia pode também ocorrer se o recém-nascido receber um excesso de sangue da placenta (o órgão que conecta o feto ao útero e leva nutrição ao feto) no nascimento, algo que pode ocorrer caso o recém-nascido seja mantido abaixo do nível da placenta por muito tempo antes de o cordão umbilical ser pinçado.

Outras causas de policitemia incluem uma baixa saturação de oxigênio no sangue (hipóxia), asfixia perinatal Asfixia perinatal Uma lesão de nascimento é aquela provocada pela pressão física que ocorre durante o parto, geralmente durante a passagem pelo canal vaginal. Muitos recém-nascidos apresentam... leia mais Asfixia perinatal , restrição do crescimento no útero, defeitos congênitos Considerações gerais sobre defeitos congênitos Os defeitos congênitos, também chamados anomalias congênitas, são anomalias físicas que ocorrem antes do bebê nascer. Eles costumam ficar evidentes já no primeiro... leia mais (por exemplo, alguns tipos de problemas cardíacos Considerações gerais sobre defeitos cardíacos Cerca de um em cada 100 bebês nasce com um defeito no coração. Alguns são graves, mas muitos não são. Esses defeitos podem envolver formação anômala das paredes ou válvulas do coração ou nos... leia mais ou de problemas renais Defeitos renais Há vários tipos de defeitos congênitos que afetam os rins (os dois órgãos que filtram impurezas do sangue, o que cria a urina). Normalmente, esses defeitos não ficam evidentes durante o exame... leia mais ), síndrome de Down Síndrome de Down (Trissomia 21) A síndrome de Down é uma doença cromossômica causada por um cromossomo 21 a mais que resulta em deficiência intelectual e anomalias físicas. A síndrome de... leia mais Síndrome de Down (Trissomia 21) , síndrome de Beckwith-Wiedemann ou a transfusão de um grande volume de sangue de um gêmeo para outro (transfusão feto-fetal).

Sintomas de policitemia do recém-nascido

Diagnóstico de policitemia do recém-nascido

  • Exame de sangue

Um exame de sangue é realizado no recém-nascido para poder diagnosticar a policitemia. Se o resultado do exame de sangue indicar que o recém-nascido tem glóbulos vermelhos demais, o recém-nascido pode receber tratamento para a policitemia.

Tratamento de policitemia do recém-nascido

  • Líquidos por via intravenosa

  • Às vezes, exsanguineotransfusão parcial

Se o recém-nascido não tiver sintomas, ele recebe hidratação intravenosa, porque a desidratação Desidratação em crianças A desidratação é quando ocorre a perda de água pelo corpo, geralmente causada por vômitos e/ou diarreia. A desidratação ocorre quando há uma perda significativa de á... leia mais (perda de líquidos) pode fazer com que o sangue fique ainda mais espesso.

Se o recém-nascido tiver sintomas, um pouco do sangue do recém-nascido é removido e substituído com a mesma quantidade de soro fisiológico. Esse procedimento, denominado exsanguineotransfusão parcial, dilui os glóbulos vermelhos restantes e corrige a policitemia.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS