Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Considerações gerais sobre bactérias Gram-positivas

Por

Larry M. Bush

, MD, FACP, Charles E. Schmidt College of Medicine, Florida Atlantic University

Avaliado clinicamente mar 2021
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE

As bactérias Gram-positivas são classificadas pela cor que adquirem após aplicação de um processo químico denominado coloração de Gram. As bactérias Gram-positivas adquirem coloração azul quando essa coloração é aplicada a elas. As outras bactérias adquirem coloração vermelha. Elas são chamadas de Gram-negativas. As bactérias Gram-positivas e Gram-negativas têm a coloração diferente porque suas paredes celulares são diferentes. Elas também causam tipos diferentes de infecções e tipos diferentes de antibióticos são eficazes contra elas.

Todas as bactérias podem ser classificadas como uma de três formas básicas: esferas (cocos), bastonetes (bacilos) e espirais ou hélices (espiroquetas Bejel, bouba e pinta Bejel, bouba (frambesia) e pinta são infecções causadas por Treponema, que são bactérias em forma de espiral chamadas espiroquetas (veja a figura Como as bactérias tomam forma). Essas... leia mais Bejel, bouba e pinta ). As bactérias Gram-positivas podem ser cocos ou bacilos. (Veja a figura Como as bactérias tomam forma Como as bactérias tomam forma Como as bactérias tomam forma ).

Algumas bactérias Gram-positivas causam doenças. Outras ocupam normalmente um local do corpo, como a pele. Essas bactérias, chamadas microbiota habitual Flora habitual Pessoas saudáveis vivem em harmonia com a maioria dos micro-organismos que se estabelecem, ou seja, colonizam a superfície ou o interior de partes não estéreis do corpo, tais como a pele, nariz... leia mais , geralmente não causam doença.

Os bacilos Gram-positivos causam alguns tipos de infecção, incluindo:

Os cocos Gram-positivos causam alguns tipos de infecção, incluindo:

As bactérias Gram-positivas estão se tornando cada vez mais resistentes a antibióticos. Por exemplo, a bactéria Staphylococcus aureus resistente à meticilina (SARM) Staphylococcus aureus resistente à meticilina (SARM) Staphylococcus aureus é a bactéria mais perigosa de todas entre as bactérias estafilocócicas mais comuns. Essas bactérias Gram-positivas, em forma de esferas (cocos) (veja a figura Como... leia mais <i >Staphylococcus aureus</i> resistente à meticilina (SARM) é resistente à maioria dos antibióticos que estão relacionados à penicilina. A meticilina é um tipo de penicilina Penicilinas As penicilinas compreendem uma subclasse de antibióticos denominados antibióticos betalactâmicos (antibióticos que têm uma estrutura química chamada anel betalactâmico). Os carbapenéns, as cefalosporinas... leia mais . As cepas de SARM estão habitualmente envolvidas em infecções adquiridas em estabelecimentos de saúde e podem causar infecções adquiridas fora desses estabelecimentos (infecções adquiridas na comunidade).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
VISUALIZAR A VERSÃO PARA PROFISSIONAIS DE SAÚDE
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS