Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Vacina contra a pólio

Por

Margot L. Savoy

, MD, MPH, Lewis Katz School of Medicine at Temple University

Última revisão/alteração completa out 2020| Última modificação do conteúdo out 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A vacina contra a pólio protege contra a poliomielite Poliomielite A poliomielite é uma infecção por enterovírus altamente contagiosa, por vezes fatal, que afeta os nervos e pode causar fraqueza muscular permanente, paralisia e outros sintomas. A poliomielite... leia mais , uma infecção viral muito contagiosa que afeta a medula espinhal e o cérebro. A poliomielite pode causar fraqueza muscular, paralisia e às vezes a morte.

Estão disponíveis duas formulações:

  • Uma que contém o vírus morto e é aplicada em um músculo ou sob a pele

  • Uma que contém o vírus vivo enfraquecido (atenuado) e é administrada por via oral

A vacina com o vírus vivo não está mais disponível nos Estados Unidos porque ela pode sofrer mutação e transformar-se em uma cepa que causa poliomielite em aproximadamente 1 a cada 2,4 milhões de pessoas que recebem a vacina.

A vacina contra a poliomielite pode ser combinada com outras vacinas, como a da difteria, tétano e a vacina contra a coqueluche e, às vezes, a vacina contra a hepatite B ou vacina contra Haemophilus influenzae.

Para obter mais informações, consulte a Declaração de informações sobre a vacina contra a pólio dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças) (CDC).

Administração da vacina contra a pólio

Pelo fato de atualmente a poliomielite ser tão rara nos Estados Unidos, as pessoas acima de 18 anos de idade não vacinadas não recebem a vacina, a menos que tenham probabilidade de ficar expostas ao vírus da poliomielite – por exemplo, se viajarem para uma área em que a poliomielite seja comum (consulte CDC: Saúde do viajante), trabalharem em um laboratório com materiais que possam conter o vírus ou tratarem pessoas que possam ter poliomielite.

Se as pessoas tiverem uma doença temporária, os médicos costumam aguardar para administrar a vacina até que a doença esteja curada (consulte também CDC: Quem NÃO deve ser vacinado com essas vacinas?).

Efeitos colaterais da vacina contra a pólio

As pessoas que têm alergias aos antibióticos estreptomicina, neomicina ou polimixina B podem ter uma reação alérgica à vacina contra a pólio. A vacina pode conter pequenas quantidades desses antibióticos.

Mais informações sobre a vacina contra a pólio

Seguem alguns recursos em inglês que podem ser úteis. Vale ressaltar que O MANUAL não é responsável pelo conteúdo desses recursos.

  • Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC): Declaração de informações sobre a vacina contra a pólio

  • CDC: Saúde do viajante: Informações sobre notícias de saúde em viagens e sobre quais vacinas tomar dependendo do destino

  • CDC: Informações sobre pessoas que NÃO devem ser vacinadas com a vacina contra a pólio

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Teste os seus conhecimentos

Coccidioidomicose
Qual dos medicamentos a seguir é usado para tratar casos graves de coccidioidomicose progressiva?
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS