honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Quinupristina e dalfopristina

Por

Brian J. Werth

, PharmD, University of Washington School of Pharmacy

Última revisão/alteração completa jul 2020| Última modificação do conteúdo jul 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A quinupristina e a dalfopristina pertencem a uma classe de antibióticos chamados estreptograminas. Esses medicamentos são administrados em conjunto, como uma combinação (quinupristina/dalfopristina). Eles são usados para tratar infecções sérias (sobretudo infecções cutâneas), incluindo as causadas por bactérias resistentes a outros antibióticos.

A combinação quinupristina/dalfopristina age impedindo que as bactérias produzam as proteínas que necessitam para crescer e se multiplicar.

A quinupristina/dalfopristina é administrada por via intravenosa, geralmente através de um tubo (cateter) inserido em uma veia central grande, como a do pescoço. Ele é denominado cateter central. A quinupristina/dalfopristina também pode ser administrada por via intravenosa em uma veia no braço e conduzida até uma veia central grande. Este método é denominado cateter central inserido perifericamente, ou um PICC.

Tabela
icon

Quinupristin/Dalfopristin

Usos comuns

Alguns efeitos colaterais

Infecções sérias causadas por bactérias Gram-positivas (como espécies de Staphylococcus e Streptococcus) que são resistentes a outros antibióticos

Dores musculares e nas articulações

Aumento de bilirrubina* no sangue

Dor e inflamação no local de inserção do cateter, sobretudo se tiver sido inserido em uma veia no braço ou na perna

* A bilirrubina é um produto residual formado durante a destruição normal dos glóbulos vermelhos. A bilirrubina é processada no fígado e dali é excretada.

Uso de quinupristina/dalfopristina durante a gravidez e amamentação

A quinupristina/dalfopristina deve ser usada durante a gravidez apenas se os benefícios do tratamento superarem os riscos. (Consulte também Uso de medicamentos durante a gravidez).

Não se sabe se o uso de quinupristina/dalfopristina durante a amamentação é seguro. (Consulte também Utilização de medicamentos durante a amamentação).

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS