Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Morte e estado terminal em crianças

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

De que maneira a morte de um filho afeta a família?

Perder um filho é algo muito triste e difícil para uma família.

  • Os pais de luto podem ter dificuldade em atender às necessidades dos filhos que não morreram

  • Às vezes, os pais rapidamente têm outro filho para “substituir” a criança que morreu e, nessas situações, os pais podem agir de maneira excessivamente protetora em relação à nova criança ou ter muita dificuldade em criar laços afetivos

  • Terapia psicológica pode ser útil

  • É possível que existam serviços comunitários de apoio aos pais que perderam um filho

Como a morte de um familiar ou ente querido deve ser explicada à criança?

  • Ofereça à criança explicações simples em um nível que ela consiga entender

  • É possível que crianças mais velhas consigam entender melhor, e elas devem ficar sabendo que sentir curiosidade e fazer perguntas é algo normal

  • Não diga que a morte é como se a pessoa tivesse ido dormir e nunca mais acordou, porque a criança pode ter medo de ir dormir

Caso a criança fique muito triste ou retraída, pare de participar de atividades ou se comporte mal, busque assistência psicológica.

A criança deve visitar pessoas que estão doentes ou em estado terminal no hospital?

Pergunte ao médico da criança se ela pode fazer essa visita.

Prepare a criança para essa visita:

  • Explique que a pessoa até pode estar com uma aparência diferente, mas que ela é a mesma pessoa

  • Prepare a criança quanto à presença de mudanças na aparência física, por exemplo, ganho de peso ou perda do cabelo

  • Prepare a criança quanto à presença de equipamentos médicos que ela possivelmente verá

A criança deve comparecer a um funeral de um ente querido?

Essa decisão varia de acordo com a preferência de cada um. Se a criança comparecer a um funeral, tome providências para que alguém esteja lá para atender às necessidades da criança e deixar o local se ela quiser.

Diga à criança que não há problema em fazer perguntas sobre a morte e o processo de morrer.

Ofereça à criança uma maneira pela qual ela possa ajudar. Ela pode:

  • Escrever ou desenhar um cartão

  • Colher flores

  • Embrulhar um presente

  • Arrecadar alimentos, dinheiro ou brinquedos

Onde encontrar mais informações?

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS