Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Depressão pós-parto

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa set 2018| Última modificação do conteúdo set 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

O prefixo pós- significa “depois” e parto significa “gravidez”, de modo que o termo pós-parto se refere à época que ocorre após o nascimento do bebê. Geralmente, ele é considerado as primeiras seis semanas após o parto.

Depressão é quando a pessoa se sente tão triste e sem esperança que não consegue realizar as atividades normais.

O que é a depressão pós-parto?

A depressão pós-parto é uma depressão que começa durante as semanas e meses seguintes ao nascimento do bebê.

  • É comum que a mulher se sinta triste ou infeliz nos primeiros dias após o nascimento; esses sentimentos, conhecidos como “melancolia pós-parto” são normais e, geralmente, desaparecem no prazo de duas semanas

  • A depressão pós-parto é uma mudança de humor mais grave que dura semanas ou meses

  • A mulher tem dificuldade em realizar as atividades diárias e pode perder o interesse no bebê

  • Aproximadamente uma em cada dez mulheres tem depressão pós-parto

  • Ela pode acontecer mesmo se a mulher nunca teve depressão antes

  • Sem tratamento, a depressão pós-parto pode durar meses ou anos.

  • O médico trata a depressão pós-parto com antidepressivos e psicoterapia

A mulher deve ir para o hospital imediatamente se estiver tendo pensamentos suicidas ou violentos, tais como machucar o bebê.

O que causa a depressão pós-parto?

A depressão pós-parto possivelmente é causada pela diminuição repentina nos níveis hormonais depois que o bebê nasce.

Muitas mulheres não têm nenhum fator de risco. Porém, a mulher será mais propensa a ter depressão pós-parto se ela:

  • Tinha depressão antes ou durante a gravidez; a mulher deve contar ao médico se já teve depressão antes de engravidar

  • Teve depressão pós-parto em uma gestação anterior

  • Sentir tristeza ou depressão durante a menstruação ou quando toma pílulas anticoncepcionais

  • Tiver pessoas na família que têm depressão

  • Estiver estressada por coisas como dinheiro ou problemas matrimoniais

  • Não tiver o apoio de um companheiro ou da família

  • Teve problemas relacionados à gestação, tais como um parto prematuro ou um bebê com defeitos congênitos

  • Não tinha certeza se queria ou não ter o bebê (por exemplo, a gravidez não foi planejada)

Quais são os sintomas da depressão pós-parto?

Sintomas comuns:

  • Tristeza extrema

  • Choro

  • Oscilações do humor

  • Irritar-se facilmente

  • Não estar interessada no bebê

A pessoa também pode apresentar:

  • Cansaço extremo

  • Alterações no sono, tais como dormir em excesso ou muito pouco

  • Ansiedade ou ataques de pânico

  • Dificuldade para realizar as atividades diárias, tais como tomar banho

  • Preocupação excessiva com o bebê sem um motivo justo

  • Sensação de falta de esperança ou de que não atende às expectativas

  • Sensação de culpa sobre qualquer um desses sentimentos

O que é a psicose pós-parto?

Psicose é quando ocorre a perda do contato com a realidade. Isso talvez aconteça quando a depressão pós-parto for grave. É possível que a mulher tenha alucinações ou aja de modo muito estranho. É possível que a mulher queira agredir a si mesma ou ao bebê.

Quando a mulher deve ir ao médico por causa da depressão pós-parto?

A mulher deve consultar o médico se:

  • Ela sentir tristeza e tiver dificuldade para realizar as atividades habituais por mais de duas semanas após o nascimento do bebê

  • Ela tiver pensamentos sobre machucar a si mesma ou ao bebê

  • Amigos e familiares tiverem notado que ela parece estar deprimida ou está tendo dificuldade em lidar com as coisas

Como o médico sabe que a mulher está com depressão pós-parto?

O médico faz o diagnóstico da depressão pós-parto ao fazer perguntas à mulher.

Às vezes, o médico faz exames de sangue para verificar se há outro problema, tais como um distúrbio da tireoide, que esteja causando os sintomas.

De que maneira o médico trata a depressão pós-parto?

O médico trata a depressão pós-parto com:

  • Medicamentos antidepressivos

  • Psicoterapia

Se a depressão for muito grave e a mulher tiver psicose pós-parto, é possível que ela precise receber tratamento no hospital. Muitas vezes, o bebê pode ficar com a mulher. O médico trata a psicose pós-parto com medicamentos antipsicóticos e antidepressivos.

Se a mulher estiver amamentando, o médico receita medicamentos que são seguros para o bebê.

O que pode ser feito para prevenir a depressão pós-parto?

Para prevenir a depressão pós-parto, a mulher deve tentar:

  • Descansar o máximo possível ao tirar um cochilo quando o bebê estiver dormindo

  • Pedir ajuda de familiares e amigos

  • Conversar com o parceiro, a família ou amigos sobre os sentimentos

  • Tomar banho e vestir-se todos os dias

  • Sair de casa com frequência; por exemplo, para fazer uma caminhada, encontrar-se com amigos ou fazer alguma atividade

  • Passar algum tempo a sós com o parceiro

  • Associar-se a um grupo de apoio para conversar com outras mães

  • Reconhecer que o cansaço, as dúvidas e a dificuldade de concentração são normais para mães novas e que elas acabam desaparecendo

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Parto
Vídeo
Parto
Durante a gravidez, o útero da mulher nutre e protege o feto em desenvolvimento. Uma gravidez...
Gravidez ectópica
Vídeo
Gravidez ectópica
Durante a ovulação, um óvulo é lançado de um ovário da mulher a cada mês. Fímbrias, pequenas...

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS