Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Fatos rápidos

Pericardite aguda

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa out 2019| Última modificação do conteúdo out 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos

O que é a pericardite aguda?

“Peri” significa ao redor, “cardíaco” se refere ao coração e “ite” significa inflamação. Portanto, pericardite é a inflamação da membrana (pericárdio) que circunda o coração.  

O pericárdio é formado por duas camadas finas. O espaço entre as camadas tem um pouco de líquido que ajuda as camadas a deslizarem facilmente uma sobre a outra.

“Agudo” significa novo ou repentino. Pericardite aguda é a inflamação súbita e dolorosa do pericárdio. Geralmente, ela causa acúmulo de líquido entre as camadas do pericárdio.

  • Infecção, ataque cardíaco e outros problemas de saúde, como lúpus e câncer, causam pericardite aguda

  • As pessoas podem ter febre e sentir uma dor torácica aguda, mas algumas não manifestam nenhum sintoma

  • Para saber se um paciente está com pericardite aguda, os médicos realizarão um ecocardiograma

  • Para tratá-la, eles receitam medicamentos para reduzir a dor e o inchaço, e poderão manter o paciente hospitalizado

O que provoca pericardite aguda?

As causas da pericardite aguda incluem:

Quais são os sintomas de pericardite aguda?

Os sintomas da pericardite aguda incluem:

  • Febre

  • Dor torácica aguda

A dor pode descer pelo ombro esquerdo e o braço e piorar ao deitar, engolir alimentos, tossir ou respirar intensamente.

Como os médicos sabem se a pessoa tem pericardite aguda?

Para saber se a pessoa tem pericardite aguda, os médicos farão um exame para ouvir o coração e:

Os médicos podem fazer exames de sangue e coletar uma amostra de líquido ou tecido do pericárdio para analisar o que causou a pericardite.

Como os médicos tratam pericardite aguda?

Os médicos tratam a causa da pericardite aguda. Eles também receitam medicamentos para diminuir a dor e o inchaço, como:

  • Um anti-inflamatório, como aspirina

  • Um opioide, como morfina, para dor intensa

  • Um corticosteroide para reduzir o inchaço

Se o medicamento não estiver ajudando ou se uma grande quantidade de líquido tiver se acumulado, os médicos podem:

  • Manter o paciente no hospital para monitorar sua evolução

  • Realizar um procedimento cirúrgico para drenar o líquido do pericárdio

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS