Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando
Fatos rápidos

Foliculite e abscessos na pele

Por

The Manual's Editorial Staff

Última revisão/alteração completa dez 2019| Última modificação do conteúdo dez 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha os detalhes completos
OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Foliculite

O que é foliculite?

Um folículo é de onde um cabelo ou pelo nasce da pele. A foliculite é uma inflamação ou infecção de um folículo piloso. Quando devido a infecção, constitui um tipo de abscesso de pele bem pequeno.

  • A foliculite é geralmente causada por infecção por bactérias

  • Às vezes, pelos duros podem reentrar na pele (pelo encravado) após serem raspados e causar foliculite não infectada

  • “Foliculite da banheira de água quente” é um tipo de foliculite que é causada por certas bactérias que podem crescer em banheiras de água quente ou hidromassagem

  • A foliculite parece uma espinha branca ou vermelha bem pequena, na base de um pelo

  • Folículos infectados coçam ou são levemente dolorosos

  • Loção ou gel antibióticos geralmente curam a foliculite

O que causa a foliculite?

A maioria dos tipos de foliculites é causada por bactérias, geralmente Staphylococcus (infecção estafilocócica). Outros tipos de bactérias e fungos também podem causar foliculite.

Geralmente, a foliculite se desenvolve no local em que a pele está úmida ou irritada por fricção, como na pele sob equipamentos de esporte ou nas nádegas. Ou você pode desenvolver foliculite se:

  • Tiver lesões na pele

  • Tiver certos problemas de pele, como acne

  • Precisar manter a pele coberta com fita adesiva ou luvas de borracha

  • Tiver alguma doença ou tomar medicamentos que enfraqueçam seu sistema imunológico

Quais são os sintomas de foliculite?

  • Pequenas espinhas vermelhas ou brancas em um folículo piloso

  • As espinhas podem coçar ou ser levemente dolorosas

  • É possível ter um ou muitos folículos infectados

  • Se os folículos infectados aumentarem de tamanho e ficarem mais profundos, eles podem se tornar abscessos de pele (furúnculos)

Como os médicos tratam a foliculite?

Os médicos podem recomendar:

  • Lavar o corpo com sabonete antibacteriano

  • Molhar um pano com água salgada morna e aplicá-lo ao local da foliculite algumas vezes ao dia

  • Aplicar creme antibiótico na pele

  • Tomar antibióticos por via oral, caso haja uma grande área de folículos infectados

Quando pelos encravados ocorrem com frequência, os médicos podem recomendar:

  • Parar de se barbear ou raspar os pelos por um tempo

  • Tomar antibióticos, caso os folículos estejam infectados

A foliculite da banheira de água quente desaparece sozinha. Verifique e ajuste o nível de cloro da banheira de água quente para evitar que outras pessoas contraiam a foliculite.

Abscessos de pele

O que são abscessos de pele?

Abscessos de pele são bolsas de pus na pele. O pus é um líquido espesso que o corpo fabrica quando está combatendo infecções. Também é possível ter abscessos dentro do corpo.

  • Abscessos de pele são causados por uma infecção bacteriana, geralmente devido a bactérias estafilococos (infecção estafilocócica)

  • Às vezes, a bactéria penetra através de uma fissura na pele ou um folículo piloso (de onde os pelos e cabelos crescem)

  • Abscessos são nódulos dolorosos cheios de pus

  • Os médicos cortam o abscesso, abrindo-o para drenar o pus e, às vezes, receitam antibióticos

  • Algumas bactérias estafilococos, chamadas SARM, não são eliminadas pelos medicamentos convencionais e podem precisar de antibióticos especiais

Dois tipos específicos de abscessos de pele são:

  • Furúnculos: abscessos de pele que se formam ao redor de folículos pilosos

  • Carbúnculos: mais de um furúnculo, unidos mais profundamente na pele

As bactérias podem se espalhar a partir de um abscesso na pele e infectar outros tecidos e órgãos no corpo.

Se a infecção alcançar a corrente sanguínea, a pessoa pode ter febre alta, pressão arterial baixa e falência dos órgãos (sepse).

Algumas pessoas podem ter abscessos de pele repetidamente, por razões desconhecidas.

O que causa abscessos de pele?

Os abscessos de pele são causados por uma infecção bacteriana, geralmente devido aos estafilococos (infecção estafilocócica). O tipo de estafilococos conhecido como SARM é resistente a muitos antibióticos e pode ser difícil de tratar.

É mais provável que você se infecte se você:

  • Viver em locais com muita gente

  • Tiver doença de pele crônica (de longa duração)

  • Já tiver a bactéria no nariz

  • Estiver com o sistema imunológico debilitado

  • Tiver sobrepeso

  • For idoso

  • Têm diabetes

Quais são os sintomas de abscessos de pele?

Abscessos de pele podem ser encontrados em qualquer parte do corpo.

  • São nódulos vermelhos e inchados que doem muito e são macios ao toque

  • Os furúnculos são vermelhos, brilhosos e, geralmente, têm menos de 2,5 cm de diâmetro

  • Abscessos que não são furúnculos podem crescer até 5 ou 7,5 cm

  • Se não forem tratados, os abscessos crescem, rompem-se e vazam pus

  • A pessoa pode ter febre e se sentir mal

Como os médicos tratam os abscessos de pele?

Se o abscesso for pequeno, os médicos recomendam aplicação de calor moderado, como bolsa de água quente ou pano aquecido. Se isso não funcionar, os médicos irão:

  • Abrir o abscesso e drenar o pus

  • Lavar a bolsa do pus com uma solução salina

Os médicos também poderão colocar uma gaze na bolsa de pus por um a dois dias para mantê-la aberta, para que continue a drenar.

A maioria dos abscessos de pele não precisa de antibióticos. Contudo, os médicos receitarão um antibiótico se:

Quando se desenvolvem abscessos de pele repetidamente, os médicos irão:

  • Recomendar lavagem da pele com um sabonete líquido antisséptico

  • Receitar antibióticos por um a dois meses

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS