Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Considerações gerais sobre as glândulas adrenais

Por

Ashley B. Grossman

, MD, University of Oxford; Fellow, Green-Templeton College

Última revisão/alteração completa ago 2019| Última modificação do conteúdo ago 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Fatos rápidos
Recursos do assunto

O corpo possui duas glândulas adrenais, uma próxima à parte superior de cada rim. Elas são glândulas endócrinas que secretam hormônios na corrente sanguínea. As glândulas adrenais são formadas por duas partes.

  • Medula: A parte interna secreta hormônios, como adrenalina ( epinefrina), que ajudam a controlar a pressão arterial, a frequência cardíaca, a produção de suor e outras atividades que também são reguladas pelo sistema nervoso simpático.

  • Córtex: A parte externa secreta vários hormônios, como corticosteroides (hormônios semelhantes à cortisona, como cortisol) e os mineralocorticoides (sobretudo a aldosterona, que controla a pressão arterial e os níveis de sal [cloreto de sódio] e de potássio no organismo). O córtex adrenal também estimula a produção de uma pequena quantidade de hormônios esteroides sexuais masculinos ( testosterona e hormônios similares).

Uma visão detalhada das glândulas adrenais

Uma visão detalhada das glândulas adrenais

As glândulas adrenais são parcialmente controladas pelo cérebro. O hipotálamo, uma pequena área do cérebro envolvida na regulação hormonal, produz o hormônio liberador de corticotrofina (CRH) e a vasopressina (também conhecida como hormônio antidiurético). A vasopressina e o CRH induzem a hipófise a secretar corticotrofina (também chamada de hormônio adrenocorticotrófico ou ACTH), que estimula as glândulas adrenais a produzirem corticosteroides. O sistema renina-angiotensina-aldosterona, regulado principalmente pelos rins, faz com que as glândulas adrenais produzam uma quantidade maior ou menor de aldosterona (consulte a figura Regulação da pressão arterial).

O corpo controla os níveis de corticosteroides de acordo com sua necessidade. Os níveis tendem a ser muito mais altos de manhã cedo do que no fim do dia. Quando o corpo está estressado devido a uma doença ou por outra causa, os níveis de corticosteroides aumentam drasticamente.

Distúrbios adrenais

Os distúrbios da glândula adrenal podem estar relacionados a uma secreção hormonal excessiva ou insuficiente.

Quando uma quantidade insuficiente de hormônio é secretada, o problema pode estar relacionado com a própria glândula adrenal (uma doença primária, como a doença de Addison), ou pode ser decorrente de um problema em outra parte do corpo, como a hipófise ou o hipotálamo. Por exemplo, um problema com a hipófise pode significar que as glândulas adrenais não estão sendo estimuladas para secretar hormônios.

Quando uma quantidade excessiva de hormônio é secretada (secreção excessiva), o distúrbio resultante depende do tipo de hormônio:

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Visão geral do sistema endócrino e hormonal
Vídeo
Visão geral do sistema endócrino e hormonal
Modelos 3D
Visualizar tudo
Sistema endócrino masculino
Modelo 3D
Sistema endócrino masculino

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS