honeypot link

Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Biologia da boca

Por

Rosalyn Sulyanto

, DMD, MS, Harvard School of Dental Medicine and Boston Children's Hospital

Última revisão/alteração completa fev 2020| Última modificação do conteúdo fev 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

A boca é o ponto de entrada de dois sistemas: o digestivo e o respiratório. O seu interior é revestido por membranas mucosas. Quando saudáveis, o revestimento da boca (mucosa bucal) é de cor rosa avermelhada. As gengivas são de cor rosa mais pálido e se encaixam firmemente ao redor dos dentes.

O palato, que é o céu da boca, divide-se em duas partes. A parte anterior possui sulcos e é dura (palato duro). A parte posterior é relativamente mole e macia (palato mole).

As membranas mucosas úmidas que revestem a boca continuam para o lado de fora, formando a parte rosada e brilhante dos lábios, que se encontram com a pele do rosto nas extremidades encarnadas. A mucosa labial, embora umedecida pela saliva, é propensa a secar.

A úvula é uma fina estrutura muscular que fica suspensa na parte posterior da boca e pode ser observada quando uma pessoa diz “ahh”. A úvula está suspensa, verticalmente, na face posterior do palato mole, que separa a parte posterior do nariz da parte posterior da boca. Normalmente, a úvula fica verticalmente suspensa.

A língua repousa sobre o pavimento da boca e é utilizada para saborear e misturar os alimentos. A língua não é normalmente lisa. Ela é coberta com pequenas projeções (papilas) que contêm as papilas gustativas, algumas das quais sentem o sabor dos alimentos.

A sensação de paladar é relativamente simples, distinguindo doce, azedo, salgado, amargo e saboroso (também conhecido como umami, o sabor do agente saborizante glutamato monossódico). Estes sabores podem ser detectados em toda a língua, mas certas áreas são mais sensíveis a cada sabor. Os detectores do doce estão localizados na ponta da língua. Os detectores de salgado estão localizados nas laterais anteriores da língua. Os detectores de azedo estão localizados ao longo das laterais da língua. Os detectores de amargo estão localizados no terço posterior da língua.

Os odores são detectados através de receptores olfativos situados na parte superior do nariz. O sentido do olfato é muito mais complexo do que o do paladar e distingue muitas variações sutis. Ambos os sentidos, o paladar e o olfato, trabalham juntos para permitir que as pessoas reconheçam e apreciem os sabores ({blank} Visão geral de distúrbios do olfato e do paladar).

A View of the Mouth

A View of the Mouth

As glândulas salivares produzem saliva. Há três grandes pares de glândulas salivares: parótidas, submandibulares e sublinguais. Além dessas glândulas principais, há muitas glândulas salivares pequenas distribuídas por toda a boca. A saliva passa das glândulas para a boca por meio de pequenos tubos (canais).

A saliva serve a vários propósitos. A saliva ajuda a mastigar, ao juntar os alimentos em porções, para que possam deslizar da boca ao esôfago, contribuindo para dissolver os alimentos de forma a que possam ser digeridos com maior facilidade. A saliva também reveste as partículas de alimentos com enzimas digestivas e, assim, dá início à digestão. Após o alimento ser ingerido, o fluxo de saliva elimina as bactérias que podem causar deterioração dos dentes (cáries) e causar outras perturbações. Também ajuda a manter o revestimento bucal saudável e previne a perda de minerais dos dentes. Da mesma forma, neutraliza os ácidos produzidos pelas bactérias e contém muitas substâncias (como os anticorpos e as enzimas), que destroem bactérias, fungos e vírus.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS