Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link
Doença

Coenzima Q10

Por

Laura Shane-McWhorter

, PharmD, University of Utah College of Pharmacy

Última revisão/alteração completa jan 2022| Última modificação do conteúdo jan 2022
Clique aqui para a versão para profissionais

O que é coenzima Q10?

A coenzima Q10 (ubiquinona) é uma enzima produzida naturalmente no corpo. As células a utilizam para produzir e controlar energia. Ela também tem um efeito antioxidante. Os antioxidantes Antioxidantes leia mais protegem as células contra danos causados pelos radicais livres, que são produtos com alta atividade química derivados da atividade normal das células.

Os níveis de coenzima Q10 parecem ser menores em pessoas idosas e em pessoas com doenças crônicas como, por exemplo, problemas de coração, câncer, doença de Parkinson, diabetes, infecção por HIV ou AIDS e distrofias musculares. No entanto, não se sabe se esses níveis baixos contribuem para esses distúrbios.

  • Além de ser produzida naturalmente no corpo, a coenzima Q10 está presente em alimentos como carne, peixe e óleos vegetais.

  • Uma forma sintética da coenzima Q10 está disponível como suplemento alimentar

O que se alega sobre a coenzima Q10?

A coenzima Q10 é considerada útil devido ao seu efeito antioxidante e função no metabolismo energético. Os antioxidantes protegem as células contra danos causados pelos radicais livres, que são produtos com alta atividade química derivados da atividade normal das células.

Os proponentes afirmam que a coenzima Q10 (CoQ10) melhora a aparência da pele, o desempenho do exercício, a fertilidade, a saúde cerebral e pulmonar e no alívio da enxaqueca. Especificamente, alega-se que ela beneficia pessoas com

A coenzima Q10 também pode ajudar a proteger o coração dos efeitos tóxicos de certos medicamentos para quimioterapia contra o câncer (como doxorrubicina e daunorrubicina). Além disso, os proponentes afirmam que a coenzima Q10 pode diminuir os sintomas musculares que podem surgir com o consumo de estatinas.

A coenzima Q10 funciona?

Uma vez que as pessoas com algumas doenças têm baixos níveis de coenzima Q10, os cientistas estudaram se os suplementos de coenzima Q10 de fato trazem benefícios à saúde. O resultado desses estudos não é conclusivo. Alguns estudos preliminares sugerem que a coenzima Q10 possivelmente tem propriedades protetoras, porém mais exames são necessários.

Quais são os possíveis efeitos colaterais da coenzima Q10?

Os efeitos colaterais são incomuns, mas algumas pessoas apresentam

  • Sintomas digestivos, como dor abdominal, náusea, azia, diarreia e vômito

  • Sintomas no sistema nervoso central, como tontura, sensibilidade à luz, irritabilidade e dor de cabeça

  • Coceira na pele

  • Erupção cutânea

  • Perda de apetite

  • Fadiga

  • Sintomas parecidos com os da gripe

Quais interações medicamentosas ocorrem com a coenzima Q10?

Os suplementos de coenzima Q10 podem interagir com alguns medicamentos anti-hipertensivos (que reduzem a pressão arterial) e quimioterápicos.

A coenzima Q10 pode aumentar o risco de formação de coágulos sanguíneos em pessoas que tomam o anticoagulante varfarina ao diminuir a eficácia da varfarina.

Recomendações

A coenzima Q10 pode ajudar a proteger o coração dos efeitos tóxicos de certos medicamentos quimioterápicos contra o câncer (por exemplo, a doxorrubicina e a daunorrubicina) e pode beneficiar pessoas com doença cardíaca.

A coenzima Q10 parece ser razoavelmente segura.

As pessoas que tomam varfarina devem consultar o médico antes de tomar coenzima Q10.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
quiz link

Test your knowledge

Take a Quiz! 
ANDROID iOS
ANDROID iOS
ANDROID iOS
PRINCIPAIS