Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

Outros distúrbios hereditários raros do metabolismo de lipídios

Por

Matt Demczko

, MD, Sidney Kimmel Medical College of Thomas Jefferson University

Última revisão/alteração completa fev 2018| Última modificação do conteúdo fev 2018
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Os distúrbios do metabolismo de lipídios são distúrbios metabólicos hereditários. Os distúrbios hereditários ocorrem quando os pais transmitem aos filhos os genes defeituosos que causam esses distúrbios.

Os lipídios são gorduras, que são uma fonte de energia importante para o corpo. A reserva de gorduras do corpo é constantemente decomposta e regenerada para equilibrar a energia de que o corpo necessita com os alimentos disponíveis. Grupos de enzimas específicas ajudam o organismo a decompor (metabolizar) e a processar gorduras. Determinadas anomalias dessas enzimas podem dar origem ao acúmulo de substâncias adiposas específicas que normalmente teriam sido decompostas pelas enzimas. Com o tempo, o acúmulo dessas substâncias pode ser nocivo para muitos órgãos do corpo. As lipidoses são distúrbios causados pelo acúmulo de lipídios.

O acúmulo de substâncias adiposas pode causar distúrbios como

Outras anomalias enzimáticas impedem que o corpo converta gorduras em energia de maneira normal. Essas anomalias são denominadas distúrbios da oxidação de ácidos graxos.

Muitos distúrbios de depósito lisossômico também incluem problemas de metabolismo de lipídios.

Antes do nascimento, alguns distúrbios do metabolismo de lipídios são diagnosticados ao realizar uma amniocentese ou uma amostragem de vilosidades coriônicas, que são exames preventivos pré-natais. Após o nascimento, alguns distúrbios no metabolismo de lipídios são diagnosticados mediante exames preventivos de rotina em recém‑nascidos ou outros exames.

O tratamento dos distúrbios do metabolismo de lipídios varia dependendo do tipo de substância adiposa que se acumula no sangue e nos tecidos.

Xantomatose cerebrotendinosa

Esse distúrbio ocorre quando ocorre o colestanol, um produto do metabolismo do colesterol, se acumula nos tecidos. Essa doença acaba dando origem a movimentos descoordenados, demência, catarata, doença arterial coronariana precoce e nódulos adiposos (xantomas) nos tendões. Os sintomas debilitantes com frequência surgem após os 30 anos de idade.

A administração precoce do medicamento quenodiol (ácido quenodesoxicólico) ajuda a prevenir a progressão da doença, mas não pode desfazer danos já ocorridos.

Sitosterolemia

Nesse distúrbio, as gorduras encontradas em frutas e verduras se acumulam no sangue e nos tecidos. O acúmulo de gorduras dá origem à aterosclerose, doença arterial coronariana precoce, glóbulos vermelhos anômalos e xantomas nos tendões.

O tratamento da sitosterolemia consiste em diminuir o consumo de alimentos ricos em gorduras vegetais, como os óleos vegetais, e tomar resina de colestiramina. É possível que o médico também receite o medicamento ezetimiba, que reduz a quantidade de colesterol absorvida pelo corpo.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Administração de insulina
Vídeo
Administração de insulina
O diabetes é um quadro clínico que se desenvolve devido a concentrações elevadas de glicose...
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS