Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

Carregando

O crescimento físico de bebês e crianças

Por

Evan G. Graber

, DO, Sydney Kimmel Medical College

Última revisão/alteração completa fev 2019| Última modificação do conteúdo fev 2019
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

O crescimento físico se refere a um aumento do tamanho do corpo (comprimento ou altura e peso) e do tamanho dos órgãos. Do nascimento até um ou dois anos de idade, as crianças crescem rapidamente. Depois disso, o crescimento se desacelera. À medida que o crescimento se desacelera, as crianças precisam de menos calorias e os pais podem notar uma redução do apetite. Crianças com dois anos de idade têm hábitos alimentares irregulares que às vezes causam ansiedade nos pais. Algumas crianças parecem não comer praticamente nada, mas continuam a crescer e a se desenvolver. Na verdade, elas geralmente comem um pouco um dia e compensam comendo muito no dia seguinte.

Durante a idade pré-escolar e os anos escolares, o aumento da altura e do peso é constante. As crianças tendem a crescer numa proporção similar todos os anos até a próxima aceleração do crescimento acontecer, no início da adolescência.

Órgãos diferentes crescem em ritmos diferentes. O sistema reprodutor, por exemplo, passa por um breve crescimento acelerado logo após o nascimento e, depois, muda muito pouco até logo antes da maturação sexual (puberdade). Em contrapartida, o cérebro cresce quase exclusivamente nos primeiros anos de vida. Os rins funcionam no ritmo adulto pelo final do primeiro ano.

As crianças que estão começando a andar têm uma aparência física encantadora, com a barriga projetada para frente e as costas curvadas. Elas podem também parecer ter as pernas muito arqueadas. Até os três anos de idade, o tônus muscular aumenta e a proporção de gordura corporal diminui, permitindo que o corpo pareça mais delgado e musculoso. Nesse momento, a maioria das crianças é fisicamente capaz de controlar seu intestino e sua bexiga.

O médico determina o crescimento da criança em relação a outras da mesma idade e supervisiona o aumento de peso em comparação com a altura. Entre o nascimento e os dois de idade, o médico registra todos os parâmetros de crescimento em um gráfico tomando por base as tabelas de crescimento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Após os dois anos de idade, o médico registra os parâmetros de crescimento tomando por base as tabelas de crescimento dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (Centers for Disease Control and Prevention, CDC).

Comprimento e altura

O comprimento de bebês que ainda não conseguem ficar em pé é medido com a criança deitada de costas em um aparelho específico, como uma mesa de medição (chamado estadiômetro). A altura de crianças que já conseguem ficar de pé é medida em uma escala de medição vertical. Em geral, o comprimento em bebês com comprimento normal aumenta em cerca de 30% pelos cinco meses de idade e em mais de 50% pelos 12 meses de idade. Os bebês normalmente crescem cerca de 25 centímetros durante o primeiro ano, e a altura aos cinco anos de idade é cerca do dobro do comprimento ao nascer. Nos meninos, metade da altura adulta é atingida por volta dos dois anos de idade. Nas meninas, a altura aos 19 meses é cerca da metade da altura adulta.

Peso

Os recém-nascidos a termo normalmente perdem 5 a 8% do peso de nascimento durante os primeiros dias de vida. Eles recuperam esse peso pelo final das primeiras duas semanas. Depois desse período, os recém-nascidos normalmente ganham cerca de 30 gramas por dia durante os primeiros dois meses, e meio quilo por mês posteriormente. Esse ganho de peso normalmente resulta em uma duplicação do peso ao nascimento por volta dos cinco meses de idade e em uma triplicação dele por volta de um ano de idade. Nos últimos anos, um número maior de crianças desenvolveu obesidade. Algumas crianças tornam-se obesas numa idade precoce.

Tabelas de peso e comprimento para bebês entre o nascimento e os 24 meses de idade

Durante o primeiro ano de vida, o peso e o comprimento de um bebê são tabelados em cada consulta médica para garantir que o crescimento esteja ocorrendo a uma taxa constante. Os percentis são uma maneira de comparar bebês da mesma idade. Para um bebê no 10.º percentil para o peso, 10% dos bebês pesam menos e 90% pesam mais. Para um bebê no 90.º percentil, 90% dos bebês pesam menos e 10% pesam mais. Para um bebê no 50.º percentil, 50% dos bebês pesam menos e 50% pesam mais. De maior significância do que o percentil propriamente dito é qualquer alteração significativa do percentil entre consultas médicas. (Adaptado dos Padrões de crescimento e desenvolvimento da criança da OMS. Disponível em www.cdc.gov/growthcharts.)

Tabelas de peso e comprimento para bebês entre o nascimento e os 24 meses de idade

Tabelas de peso e altura para meninos e meninas de dois a dez anos de idade

Adaptado da The National Center for Health Statistics (Centro Nacional para Estatísticas de Saúde) em colaboração com o National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion (Centro Nacional para Prevenção de Doenças Crônicas e Promoção da Saúde) (2000). Disponível em www.cdc.gov/growthcharts.

Tabelas de peso e altura para meninos e meninas de dois a dez anos de idade

Circunferência da cabeça

A circunferência da cabeça é a medida ao redor do maior perímetro da cabeça da criança. O médico utiliza uma fita métrica para medir o perímetro acima das sobrancelhas, rodeando as orelhas e chegando à parte de trás da cabeça. Essa medida é importante, porque o tamanho da cabeça reflete o tamanho do cérebro, o que permite ao médico saber se o cérebro da criança está crescendo a um ritmo normal. A circunferência da cabeça é medida de maneira rotineira até a criança completar três anos de idade.

Ao nascer, o cérebro da criança tem 25% do tamanho que terá quando adulto e a circunferência da cabeça mede aproximadamente 35 centímetros. Por volta de um ano de idade, o cérebro da criança tem 75% do tamanho adulto. Por volta dos três anos de idade, o cérebro da criança tem 80% do tamanho adulto. Por volta dos sete anos de idade, o cérebro da criança tem 90% do tamanho adulto.

Dentes

A época do nascimento dos dentes varia, principalmente por razões hereditárias. Contudo, o surgimento dos dentes também pode sofrer atraso devido a distúrbios, como raquitismo, hipopituitarismo, hipotireoidismo ou síndrome de Down.

Os dentes frontais inferiores começam a aparecer em geral por volta dos 5 a 9 meses de idade. Os dentes frontais superiores começam a aparecer em geral por volta dos 8 a 12 meses. Em média, os bebês têm seis dentes até os 12 meses de idade; 12 dentes até os 18 meses; 16 até os dois anos de idade e todos os 20 dentes de leite por volta de dois anos e meio de idade. Os dentes de leite são substituídos por dentes permanentes (adultos) entre as idades de cinco e 13 anos. Os dentes permanentes tendem a aparecer mais cedo nas meninas.

Tabela
icon

Época do surgimento dos dentes

Dentes

Número

Idade do surgimento*

Dentes de leite (20 no total)

Dentes frontais inferiores (incisivos centrais inferiores)

2

5 – 9 meses

Dentes frontais superiores (incisivos centrais superiores)

2

8 – 12 meses

Dentes laterais superiores (incisivos laterais superiores)

2

10 – 12 meses

Dentes laterais inferiores (incisivos laterais inferiores)

2

12 – 15 meses

Primeiros dentes posteriores (primeiros molares)

4

10 – 16 meses

Caninos

4

16 – 20 meses

Segundos molares

4

20 – 30 meses

Dentes adultos (permanentes) (32 no total)

Primeiros dentes posteriores (primeiros molares)

4

5 – 7 anos

Dentes frontais (incisivos)

8

6 – 8 anos

Pré-molares

8

9 – 12 anos

Caninos

4

10 – 13 anos

Segundos molares

4

11 – 13 anos

Dentes do siso (terceiros molares)

4

17 – 25 anos

*Varia muito.

Mais informações

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Vídeos

Visualizar tudo
Administração de insulina
Vídeo
Administração de insulina
O diabetes é um quadro clínico que se desenvolve devido a concentrações elevadas de glicose...
Modelos 3D
Visualizar tudo
O resfriado comum
Modelo 3D
O resfriado comum

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS