Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Lesão na aorta

Por

Thomas G. Weiser

, MD, MPH, Stanford University School of Medicine

Última revisão/alteração completa jun 2020| Última modificação do conteúdo jun 2020
Clique aqui para a versão para profissionais

A aorta, a maior artéria no corpo, pode sofrer uma laceração parcial ou total por uma força contundente intensa no peito.

  • As pessoas com esta lesão manifestam intensa dor no peito e muitas vezes pulsos fracos, rouquidão ou choque.

  • É tirada uma radiografia do tórax e frequentemente também se realiza outro teste de diagnóstico por imagem, como angiografia por tomografia computadorizada (TC), ultrassonografia ou aortografia.

  • A ruptura traumática da aorta é uma emergência.

  • Depois que a pressão arterial e a frequência cardíaca forem controladas, é realizada uma cirurgia para reparo da lesão.

(Consulte também Introdução a lesões no tórax).

O coração bombeia o sangue para o corpo todo através da aorta. Portanto, uma laceração (ruptura) da aorta é uma emergência com risco à vida. Pessoas com uma laceração grande geralmente morrem antes de chegarem ao hospital.

A ruptura da aorta é comumente causada por acidente com veículo a motor em alta velocidade ou por uma queda de altura. Frequentemente, as pessoas também têm fraturas nas costelas e outras lesões graves.

Sintomas

As pessoas costumam sentir intensa dor no peito devido à lesão na parede torácica. Algumas pessoas ficam roucas ou têm pulso fraco, principalmente nas pernas ou nos pés. Os pés e as mãos podem ficar frios, suados e azulados. As pessoas podem manifestar sintomas de choque, como pressão arterial baixa, dificuldade para respirar e confusão.

Diagnóstico

  • Diagnóstico por imagem

É necessário realizar uma radiografia do tórax de qualquer pessoa que tenha tido uma lesão no tórax. Todavia, uma ruptura na aorta pode não ser vista em uma radiografia do tórax, e deixar esta lesão passar despercebida pode trazer consequências sérias. Assim, frequentemente são realizados outros exames de diagnóstico por imagem, como angiografia por tomografia computadorizada (TC), ecocardiograma, ultrassonografia ou aortografia (angiografia da aorta – consulte a tabela Tipos comuns de angiografia), quando lesões graves no tórax forem causadas por acidente com veículo a motor em alta velocidade ou por uma queda de altura.

Tratamento

  • Controle da frequência cardíaca e da pressão arterial

  • Cirurgia para reparar a aorta ou inserção de uma malha de arame

A prioridade número um é controlar a frequência cardíaca e a pressão arterial da pessoa. Se a pressão arterial e a frequência cardíaca estiverem elevadas, uma laceração pode piorar, algumas vezes ocasionando rompimento da aorta. Medicamentos, como betabloqueadores, podem ajudar a controlar ambos. Outras medidas que possivelmente ajudem podem incluir administrar analgésicos, procurar manter a pessoa tranquila e evitar realizar procedimentos que possam causar ânsia ou vômito.

Depois que a frequência cardíaca e a pressão arterial forem controladas, é realizada uma cirurgia para reparo da lesão. Às vezes os médicos inserem um tubo de malha (stent) na aorta para recobrir a laceração.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
Baixe o aplicativo  do Manual MSD! ANDROID iOS
PRINCIPAIS