Manual MSD

Please confirm that you are not located inside the Russian Federation

honeypot link

Fraturas das costelas

Por

Thomas G. Weiser

, MD, MPH, Stanford University School of Medicine

Última revisão/alteração completa jun 2020| Última modificação do conteúdo jun 2020
Clique aqui para a versão para profissionais
Recursos do assunto

Uma fratura de costela é uma rachadura ou quebra dos ossos que envolvem o tórax.

  • As fraturas das costelas causam dor intensa, principalmente quando a pessoa respira profundamente.

  • Geralmente é tirada uma radiografia do tórax.

  • As pessoas recebem analgésicos e pede-se a elas para tossir ou respirar profundamente cerca de uma vez a cada hora para prevenir problemas pulmonares.

(Consulte também Introdução a lesões no tórax).

As fraturas das costelas geralmente resultam de forte impacto contundente, tal como uma queda de altura, um acidente com veículo a motor ou uma pancada com um taco de beisebol. Contudo, em pessoas idosas que têm osteoporose, às vezes basta apenas um leve impacto (como acontece em uma pequena queda).

A fratura em si raramente é séria, embora a força que a causou ocasionalmente provoque outros problemas, como hematoma no pulmão (contusão pulmonar) ou um pulmão colapsado (pneumotórax). Uma lesão que frature as costelas inferiores às vezes também danifica o fígado ou o baço. Quanto mais costelas forem quebradas, maior a probabilidade de os pulmões ou outros órgãos serem danificados.

Pode ocorrer tórax flácido se várias costelas adjacentes forem quebradas em mais de um local. No tórax flácido, um segmento da parede torácica se separa do resto e se move na direção oposta do restante da parede torácica quando a pessoa respira. A respiração se torna mais difícil e cansativa. Em geral, um golpe suficientemente forte para causar tórax flácido também fere o pulmão abaixo da área lesionada (chamado de contusão pulmonar).

Sintomas

As fraturas das costelas causam dor intensa, principalmente quando as pessoas respiram profundamente. A dor perdura por semanas.

Em função da dor, as pessoas podem respirar menos profundamente, aumentando o risco de complicações, como colapso de partes do pulmão (atelectasia) e pneumonia. É mais provável que as complicações ocorram em

  • Pessoas mais idosas

  • Pessoas com diversas fraturas das costelas

Uma vez que pessoas mais velhas têm mais probabilidade de desenvolver essas complicações, elas também têm risco maior de morte devido a uma fratura de costela do que pessoas mais jovens.

Diagnóstico

  • Avaliação de um médico

Os médicos suspeitam de fratura de costela quando uma ou mais costelas ficam muito sensíveis em determinado local. Às vezes os médicos podem sentir as costelas fraturadas ao empurrar suavemente a área lesionada. Os médicos nem sempre precisam confirmar as fraturas de costelas com uma radiografia, pois a presença de fraturas de costelas não altera a forma como a lesão do tórax será tratada. Mesmo assim, os médicos costumam fazer uma radiografia do tórax para detectar problemas sérios que podem acompanhar fraturas de costelas, como hematoma ou colapso do pulmão. Nem todas as fraturas de costelas podem ser vistas em uma radiografia do tórax.

Did You Know...

  • Não é necessário realizar o diagnóstico de fraturas de costelas por radiografias.

Tratamento

  • Analgésicos

  • Tossir e respirar fundo

Independentemente de as fraturas de costelas serem identificadas, as pessoas recebem medicamentos para aliviar a dor (analgésicos). Pessoas com dor intensa geralmente recebem analgésicos opioides, como oxicodona ou hidrocodona. Às vezes, pessoas hospitalizadas que têm dor intensa são tratadas entorpecendo o nervo ligado às costelas afetadas ou com injeção de medicamentos ao redor da medula espinhal (analgesia epidural).

Pede-se às pessoas com fratura de costela para tossir ou respirar profundamente cerca de uma vez a cada hora enquanto estiverem acordadas para manter os sacos de ar nos pulmões abertos e prevenir pneumonia.

Pessoas com diversas fraturas de costelas podem necessitar de tratamento no hospital.

Pessoas com tórax flácido muitas vezes precisam receber apoio respiratório com um ventilador até a cicatrização das lesões. Algumas pessoas com afundamento do tórax podem precisar de cirurgia para reduzir o risco de complicações, incluindo pneumonia, tempo de internação hospitalar e morte.

OBS.: Esta é a versão para o consumidor. MÉDICOS: Clique aqui para a versão para profissionais
Clique aqui para a versão para profissionais
Obtenha o

Também de interesse

MÍDIAS SOCIAIS

PRINCIPAIS